Dr. Wanderlei Cardoso de Sá

TESTE COM ALEX

Quem é, o que fez e faz pela fisioterapia |

Trabalhei como fisioterapeuta na Clínica Reabilitação e Hidroterapia e já lecionei no Colégio “CELLULA MATER” como professor de Educação Física. Autônomo: Personal Training, e hoje junto com minha esposa Michelle Trigo, gosto de estudar e escrever como nossas duas últimas publicações o livro de Oxigenoterapia Domiciliar em Adultos Cuidados e Orientações primeira e segunda edição esta última em versão e-book pelo site da NovaFisio.

Formação atual:
Graduação em Fisioterapia pelo Centro Universitário Monte Serrat 2004.
Graduação em Educação Física – FEFIS – Universidade Metropolitana de Santos – Unimes.


Qual ano e em qual faculdade que se formou?
Me Formei na Faculdade UNIMONTE em julho de 2004.

Qual foi a melhor coisa que fez na vida?
Publicar meu livro com minha esposa.

Qual foi a pior coisa que fez na vida?
Não me lembro de nada que eu possa achar a pior coisa, pelo contrário, acho tudo na fisioterapia maravilhoso.

O que você mais gosta na profissão?
O resultado, ver o paciente voltar as suas atividades de vida diária e saber que você ajudou isso.

O que você odeia na profissão?
A submissão de alguns colegas.

Que qualidade mais admira nos profissionais que te cercam?
A consciência do que está acontecendo.

Que qualidade mais detesta nos profissionais que te cercam?
Arrogância.

Qual sua maior virtude?
Sou muito observador.

Qual seu pior defeito?
Querer ser educado demais com quem não tem educação.

Se pudesse mudar algo, o que seria?
Ter feito a terceira faculdade em direito.

Qual maior mentira já contou?
Não sou de contar mentira. Normalmente sou calado e observador.

Qual fato foi o mais inusitado?
Quando atuando na pediatria, as crianças sempre choravam então resolvi atendê-las com um nariz de palhaço e surtiu um bom efeito. As crianças gostavam e deixavam realizar os procedimentos necessários.

Qual seu maior arrependimento?
Não ter tido oportunidade de me especializar melhor.

Qual dica daria aos colegas?
Tratar melhor o próximo, pois quem está na profissão por opção somos nós fisioterapeutas.

Qual objeto de desejo?
Ser palestrante internacional.

Qual seu maior sonho?
Continuar ao lado da mulher que amo até ficar velhinho com minha filha, minha mãe e meus amigos, curtir a terceira idade.

Qual seu maior pesadelo?
Perder minha esposa.

Que talento mais gostaria de ter?
Talvez a banda a qual fiz parte na adolescência e ter seguido em frente.

Se não fosse fisioterapeuta gostaria de ser o que?
Sou fisioterapeuta, educador físico, trabalhei anos em ambas as profissões e quando mais novo fui vice campeão brasileiro de skate, sempre surfei pratiquei esportes então as duas faculdades as quais fiz teve tudo a ver comigo. Mas se não fosse fisioterapeuta, gostaria de ser advogado.

E qual profissão jamais queria ter?
Não gostaria de trabalhar na coleta de lixo.

Diga um desafio?
Aumentar o piso salarial do fisioterapeuta e os hospitais terem uma tabela adequada de valores da fisioterapia por cada procedimento, e não as quais eles se baseiam, sendo as mesmas obsoletas,
luta essa da nossa Associação da Baixada Santista AFISIO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.