Você concorda com a decisão do Juiz que condenou a Fisioterapeuta?

Fonte: http://www.tjgo.jus.br/index.php/home/imprensa/noticias/119-tribunal/6450-fisioterapeuta-e-condenada-a-indenizar-paciente-que-fraturou-perna-durante-sessao

Você concorda com a decisão do Juiz. O caso é complexo porque o fisioterapeuta “foi ao contrário de todas as determinações prescritas claramente pelo médico”.

Em decisão monocrática, o juiz José Carlos de Oliveira (foto), em substituição ao desembargador Carlos Alberto França, condenou uma fisioterapeuta a pagar indenização a um paciente por fraturar a perna dele durante uma sessão de tratamento. O homem receberá R$ 12.450 mil de indenização por danos morais e R$ 3.2 mil por danos materiais.

A ação foi julgada favoravelmente ao paciente, em primeiro grau, na comarca de Jataí, mas a profissional recorreu, pedindo para diminuir os valores arbitrados. Contudo, o juiz manteve, sem reformas, a decisão. Para o magistrado, ficou comprovado “o ato imprudente praticado pela fisioterapeuta, por ter descumprido a determinação prescrita pelo médico ortopedista, em razão da gravidade das lesões sofridas pelo homem”.

Consta dos autos que o paciente foi orientado a se submeter a sessões de fisioterapia, após uma fratura na perna. Contudo, na quarta vez, ele sofreu nova fratura, devido ao exercício errado proposto pela profissional. A fisioterapeuta havia pedido que o homem ficasse de pé e realizasse alongamento da musculatura posterior da coxa. Contudo, tal movimento representou grande sobrecarga sobre o osso fraturado, indo ao contrário, de todas as determinações prescritas claramente pelo médico. (Apelação Cível Nº 200593562240 ) (Texto: Lilian Cury – Centro de Comunicação Social do TJGO)

6 comentários em “Você concorda com a decisão do Juiz que condenou a Fisioterapeuta?”

  1. Rita de Cassia Cozer Piccini

    Antes de dizer se sou contra ou a favor, preciso esclarecer algo que observo constantemente nas solicitações de Fisioterapia: a prescrição medica da conduta fisioterapêutica!!! Primeiro: o medico prescreve FISIOTERAPIA! Quem escolhe a conduta adequada ao caso e o FISIOTERAPEUTA!
    Portanto, esse Juiz esta equivocado ao julgar o fato da Fisioterapeuta não seguir a PRESCRIÇÃO. Deveria julgar o procedimento que levou a fratura, se esse foi inadequado, feito de forma errada ou mal orientado.
    Na minha opinião, faltou empenho no advogado de defesa da Fisioterapeuta.

  2. Emerson Gomes

    Realmente complicado julgar a questão, porém acredito que faltou mais dados. Concordo com o comentário da colega Rita de Cássia, mas ao mesmo tempo não informa a matéria acima qual era a recomendação do médico, uma vez que isto é citado na matéria, muito menos como estava a situação ou consolidação óssea. Quando tenho alguma dúvida, ou quando o médico escreve alguma observação, tipo não liberado apoio. Não liberado exercícios tal, sempre solícito ao paciente que retorne ao médico em determinados momentos para liberação por escrito para se realizar procedimentos que antes foram solicitados para não serem realizados, exatamente para evitar este tipo de problema pois infelizmente a corda sempre arrebenta do lado do mais fraco, se existe alguma coisa proibindo determinado procedimento, sempre vai estourar no fisioterapeuta por ter realizado tal procedimento.

  3. Rafael Domingos

    Concordo com você Rita. Houve um equívoco, sim. Porém o motivo da pena esta incorreto. Deve ter havido negligência, imperícia, falta de experiência ou até formação inadequada. Mas o motivo em si da condenação esta sem lógica. Fisioterapeuta tem seu próprio diagnóstico, o Cinesiológico e tem capacidade suficiente para compor seus métodos e condutas. A fisioterapeuta tem que ter responsabilidade sim, mas pela sua incapacidade quanto fisioterapeuta e por colocar a integridade do seu paciente em risco e não ser condenada por não seguir receita de bolo.

  4. Rafael Domingos

    Resumindo, acho que o paciente tem todos os direitos de buscar seus direitos, mas o motivo está equivocado.

  5. Realmente, o fisioterapeuta tem autonomia para realizar o tto fisioterápico de acordo com o diagnóstico médico e o seu próprio diagnóstico.Agora o médico prescreve a fisioterapia e não o tratamento e açoes realizadas pelo fisioterapeuta.Tenho uma amiga fisioterapeuta, que atendia um senhor com prótese de quadril (metal) e o médico na prescrição indicou Ultra – som! Vc imagina só se ela tivesse seguido a prescrição médica? Agora, se realmente houve por parte da fisioterapeuta erro de conduta, acho correta a decisão de indenizar o paciente.

  6. Moisés nobre

    O fisioterapeuta, é livre na sua conduta e plena autonomia.Não sei se a colega fez avaliação pertinente ao procedimento do tratamento fisioterapêutico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.