Uso inadequado de celular aumenta formação de papada

REPRODUÇÃO

Seu celular está deixando você com queixo duplo ou a famosa “papada”? São cada vez mais comuns os casos de “text neck” ou “tech neck” (“pescoço de texto” e “pescoço tecnológico”, respectivamente, em tradução livre), uma condição provocada pela inclinação do pescoço na direção de aparelhos como smartphones e tablets.

De acordo com a fisioterapeuta Caroline Costa, essa posição faz com que a pele logo acima da clavícula fique enrugada. “A gordura do nosso corpo é como uma massa de modelar: ela pode tomar qualquer forma, dependendo da força e da posição que são aplicadas nelas. No caso do ‘tech neck’, a fixação da postura errada faz com que essa deformidade do tecido adiposo aconteça na região entre o pescoço e o queixo”, explica.

A recepcionista Deborah Cardos, 39, trabalha o dia inteiro com smartphone e já percebeu a indesejado queixo duplo quando se olha no espelho. “Nunca reparei até conversar com uma amiga, que falou sobre esse problema. Faz alguns meses que eu fico triste quando me lembro”, comenta Deborah, rindo.

Ela não passa mais de cinco minutos sem pegar o aparelho na mão para olhar. Deborah argumenta que é necessário. “Preciso ficar de olho porque a agenda dos médicos e dos pacientes está toda nele”, diz. No entanto, essa realidade vai para dentro de casa. “E só eu entrar pela porta que já pego meu celular”, diz.

Números. Deborah não é exceção. De acordo com uma pesquisa feita pela Global Mobile Consumer Survey aponta que os brasileiros desbloqueiam o celular, em média, 78 vezes ao dia. As mulheres são as que mais mexem no smartphone, apresentando média de 89 vezes, contra 69 dos homens. O número é maior entre pessoas com idades de 18 a 24 anos. Elas checam seus dispositivos 101 vezes ao dia, enquanto pessoas mais velhas (45 a 55 anos) verificam o aparelho 50 vezes.

Mesmo assim, a fisioterapeuta Caroline afirma que o “tech neck” é democrático. “Pode atingir qualquer pessoa que se incline para mexer no smartphone, independentemente de sexo ou idade”, conta. Mas a solução é simples. “Basta que você utilize esses aparelhos na altura do seus olhos que não terá problemas”, garante.

Aplicativo ajuda a ter uma boa postura

Se o smartphone contribui para a aparição do queixo duplo, foi para ele que a empresa norte-americana Text Neck Institute desenvolveu um aplicativo que monitora a postura do usuário e notifica-o quando ele está em risco.

Chamado de Text Neck Indicator, funciona de duas formas. Quando o telefone é mantido em um ângulo aceitável para visualização, uma luz indicadora verde está presente no canto superior esquerdo do aparelho.

Por outro lado, quando o celular é mantido em uma posição desfavorável, colocando o usuário em risco, uma luz indicadora vermelha fica visível no canto superior. Em seguida, uma notificação de vibração ou beep opcional podem ser adicionados para servirem de alerta sonoro.

Os desenvolvedores levaram em consideração diversos estudos que mostram os malefícios causadas pela má postura no uso dos aparelhos celulares. O aplicativo Text Neck Indicator está disponível para a versão Android e pode ser baixado gratuitamente.

Números

168 milhões de smartphones estão em uso no Brasil.

62% dos brasileiros têm smartphone.

horas no celular por dia passam os brasileiros.

Fonte      http://www.otempo.com.br/interessa/uso-inadequado-de-celular-aumenta-forma%C3%A7%C3%A3o-de-papada-1.1537091

2 comentários em “Uso inadequado de celular aumenta formação de papada”

  1. Olá tudo bem,espero que sim…
    Gostaria de saber mais sobre a matéria,Se já algo na literatura,Se sim gostaria de obter todo e qualquer material falando a respeito celsovs23@hotmail.com
    Pois estou desenvolvendo um artigo sobre os malefícios musculoesqueletico pelo uso do celular.
    Desde já sou grato pela atenção e aguardo uma resposta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.