Uso de luvas como equipamentos de proteção individual e fisioterapeuta acupunturista.

Em tempos de doenças como HIV, Hepatites C e outras doenças infectocontagiosas os profissionais de saúde, até mesmo Fisioterapeutas, não estão livres de contraí-las. Principalmente porque no meio da classe profissional existem profissionais trabalham com a Acupuntura.

Muitos colegas podem dizer que o uso de luvas atrapalha no momento de localizar os Acupontos, ou que nunca sofreram acidentes. A verdade é que por mais zeloso que o profissional seja, acidentes acontecem.

Segundo uma pesquisa realizada pela UFPB em 2007, cerca de 64% dos acidentes de trabalho acontecem por causa do material perfuro-cortante e 12% por fluidos corpóreos (http://www.scielo.br/pdf/prod/2010nahead/aop00040109.pdf). Como se vê, não dá para ignorar.

Incomoda usar luvas para fazer os procedimentos de Acupuntura, para localizar os pontos onde as agulhas serão inseridas. Entretanto, trata-se de proteção para o profissional e segurança para o paciente.

Quem é utiliza a Crâniopuntura, sabe que a área craniana é bastante vascularizada e poucos são os momentos que ao retirar as agulhas da cabeça do paciente o sangue não vem junto e aí que mora o perigo porque nem toda pessoa irá dizer ao profissional que é portador de uma doença grave.

Todo cuidado é pouco porque além de colocar em risco a vida do paciente, o Fisioterapeuta também poderá colocar em risco sua carreira.

Dra. Amanda Damasceno Soares

Fisioterapeuta graduada pela Universidade Estácio de Sá de Niterói.

Especialista em Acupuntura pelas Faculdades Pestalozzi de Niterói.

Fisioterapeuta da empresa Medvida e da Academia Hotsports

Colunista da Revista NovaFisio

Blogueira e editora do blog: Coisas de Fisioterapia Dra. Amanda Fisioterapeuta.

FanPage: https://www.facebook.com/pages/Coisas-de-Fisioterapia-Dra-Amanda-Fisioterapeuta/205049292921570?ref=hl

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.