Unidade de atendimento ao idoso será inaugurada neste mês em Belém

Após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), o aposentado José Raimundo Coutinho, 73 anos, foi acolhido no Abrigo Socorro Gabriel, que funciona no bairro do Jurunas, em Belém. Sem familiares na cidade e com dificuldades para se locomover, o abrigo foi o local onde ele encontrou os cuidados necessários para se recuperar das sequelas da doença. “Eu nunca imaginei passar a velhice num asilo, mas a enfermidade veio. Eu morava sozinho, não tenho família aqui, mas tive sorte. No abrigo eles cuidam muito bem da gente. Cheguei com muitas dores, sem poder andar e sem movimento nas mãos. Hoje já consigo andar um pouco e até escrever”, contou o aposentado, conhecido como “Seu Coutinho”.

Para aumentar a rede de atendimento a idosos sem nenhuma referência familiar, como o aposentado José Raimundo, o Governo do Pará vai inaugurar em Belém a nova Unidade de Atendimento à Pessoa Idosa (UIAP), denominada “Nosso Lar Socorro Gabriel”, localizado no conjunto Providência, bairro de Val de Cans. Com capacidade para 50 idosos, a obra foi executada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) e Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster).

Construído em uma área de 2.230 metros quadrados, o novo espaço é dividido em sete blocos, com instalações destinadas à fisioterapia, sala de terapia ocupacional, enfermarias masculina e feminina (ambas com 26 leitos), área administrativa, restaurante, capela, cozinha e lavanderia. Na expectativa para se mudar para o novo espaço, José Raimundo Coutinho acompanha o trabalho dos operários. “É a terceira vez que venho aqui ‘fiscalizar’ a obra”, disse ele, sem esconder a alegria diante das novas instalações.

Com as obras já concluídas, o Nosso Lar Socorro Gabriel está com a inauguração prevista para o próximo dia 26 de janeiro (terça-feira). O projeto arquitetônico obedece às resoluções da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Conselho Nacional de Assistência Social. Com a entrega da obra, serão transferidos os 37 idosos da Unidade de Acolhimento Socorro Gabriel, no bairro do Jurunas.

“Esse espaço cumpre todas as normativas. Tivemos todo o cuidado em ampliar essa rede de assistência ao idoso, pois hoje existe uma demanda crescente, e um espaço como esse nos desafia a pensar, expandir e avançar nessa rede de atenção. A responsabilidade é da Seaster e vamos adiante, conversar com os municípios e elaborar ações de ampliação”, informou o titular da Seaster, Heitor Pinheiro, sobre os novos desafios, investimentos e expansão da rede de assistência ao idoso, principalmente para o interior.

Treinamento e pesquisas – O novo espaço vai funcionar como instituição de longa permanência, para idosos com grau de dependência elevado e para os que necessitam de cuidados especiais, encaminhados pelo Ministério Público e Conselhos Tutelares. Segundo Heitor Pinheiro, ele também servirá para treinamento dos servidores e para futuros estudos na área da Assistência Social, “Vamos estimular pesquisas e estudos para além do estágio curricular, que geralmente acontece, e conversar e buscar parceiros para nos ajudar, no dia a dia, a encontrar novas formas de acolhimento para essas pessoas”, ressaltou.

O ambiente de solidariedade e afetividade do abrigo fortalece os vínculos entre quem trabalha e os que precisam de acolhimento. Inêz Terezinha Amaro da Silva, gerente da Unidade Socorro Gabriel há três anos, também será responsável pela gestão da nova unidade. “Os idosos estão aguardando há muito tempo a construção deste espaço. É um lugar que vai trazer mais qualidade de vida para eles, melhorar a auto-estima e representar vida, pois muitos vieram de hospitais, fragilizados. Eu tenho certeza que eles vão ficar muito bem aqui”, afirmou a gerente.

O atendimento no novo espaço será feito por uma equipe multiprofissional, composta de três assistentes sociais, um médico, dois psicólogos, dois fisioterapeutas, um terapeuta ocupacional, seis enfermeiros, 34 monitores, oito auxiliares administrativos, seis agentes de portaria, quatro cozinheiros e um técnico de enfermagem.

Tatiane Dias
Secretaria de Estado de Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.