Trabalho de fisioterapia para escalar goleiro Marcelo Grohe no Gre-Nal

Continua após anúncios...

Goleiro tem lesão no músculo peitoral menor, que auxilia em rotação e movimentos de queda. Com boa evolução, será reavaliado e pode iniciar exercícios específicos

Uma dor incomum pode fazer o Grêmio perder um jogador de seleção brasileira para o clássico Gre-Nal do próximo domingo, às 18h30, na Arena. Oriundo de lesão leve na região do peito, o incômodo impediu que Marcelo Grohe treinasse desde a última semana. Alijado de suas atividades naturais com o preparador Rogério Godoy, o camisa 1 gremista tem tratado em dois turnos o problema no peitoral menor, músculo onde o problema foi constatado. Trata-se de uma verdadeira força-tarefa, com direito a luzes infravermelho, tratamento de ultrassom e crioterapia (fisioterapia com gelo).

Marcelo Grohe, goleiro do Grêmio (Foto: Arte sobre foto de Lucas Uebel / Grêmio, DVG)

O músculo da lesão – o peitoral menor – não o impede de fazer movimentos corriqueiros ou até de jogo, como espalmar chutes. No entanto, em ações rotacionais do goleiro, em quedas ou em momentos de exigência maior, a dor surge com maior intensidade. Por isso, o tratamento constante. Nesta quinta-feira, Grohe será reavaliado e pode, dependendo da parte clínica, começar a fazer alguns trabalhos “específicos” visando ao Gre-Nal.

– Não é uma lesão comum, mas geralmente, quando acomete, é mais com pessoas que mexem com os braços, como o goleiro ou até mesmo jogadores de vôlei. O Marcelo está bem, evoluindo bem, mas não fizemos trabalhos mais específicos, vamos reavaliar à tarde. Está tratando em dois períodos. Será reavaliado para ver se começamos algum trabalho – disse o médico Márcio Dornelles, ao GloboEsporte.com.

A lesão de Grohe ocorreu justamente há uma semana, no treinamento da última quinta-feira. O goleiro participava normalmente de um trabalho de finalizações, junto a Tiago e Bruno Grassi, revezando na meta.

Porém, em uma queda, acabou sentindo as dores que o tiraram da derrota para o Fluminense, no fim de semana. Desde então, vive rotina intensa de recuperação, com tratamentos de fisioterapia em dois turnos. Com luzes infravermelho (como na foto), tratamento de ultrassom e crioterapia (fisioterapia com gelo) – formas que evitam inflamação.

A rotina normal de Grohe é de treinamentos duros com Rogério Godoy. Inúmeros cruzamentos e finalizações, além de participar da atividade comandada por Roger para aquele dia. Atualmente, Grohe somente é visto pelas janelas da sala de fisioterapia do CT Luiz Carvalho.

Continua após anúncios...

O retorno do titular é considerado importante até pelo momento de Tiago. O jovem falhou no empate em 1 a 1 com o Sport, na Arena, na 15ª rodada. No jogo contra o Fluminense, no último sábado, também teve alguns problemas em saída de bolas, embora tenha tido também intervenções que salvaram o Tricolor.

Mas a confiança que Marcelo Grohe, convocado regularmente para a seleção brasileira, dá para a torcida e companheiros pode ser atestada na vitória sobre o Criciúma, na Copa do Brasil. Nos pênaltis, o goleiro garantiu a vitória e classificação para as oitavas de final, fase em que o Grêmio enfrentará o Coritiba.

No contexto atual, o goleiro é dúvida com pelo menos um pé fora do clássico. Precisa iniciar os treinamentos o quanto antes para o jogo de domingo, pela questão de ritmo de jogo. Giuliano, outro que se recuperava de lesão muscular, já confirmou que está à disposição para o duelo regional. O lateral Marcelo Oliveira também tem treinado normalmente, mas, pelos indícios que Roger tem dado, pode ficar de fora do duelo com o maior rival. A conferir no decorrer da semana.

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.