Tosse: um alerta para outras doenças

A tosse já é considerada por muitos uma reação normal, corriqueira. Algumas pessoas já se acostumaram com este sintoma e não procuram auxilio médico. O dr. Oliver Nascimento, diretor de assuntos científicos da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT) alerta que ninguém nasce tossindo.
“Esse sintoma é sinal de que há alguma coisa errada nas vias respiratórias. É um mecanismo de defesa do organismo contra uma inflamação, irritação ou infecção nas vias aéreas, que seguem do nariz ao pulmão.”
Por isso, nenhum medicamento que iniba a tosse deve ser tomado sem orientação médica, pois pode mascarar uma doença grave, cujo primeiro sintoma é a tosse, como tuberculose, câncer de pulmão, asma, rinossinusite crônica, doença do refluxo gastroesofágico e a DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica).
“Há casos em que inibidores de tosse são indicados pelos médicos, mas são casos específicos, de tosses residuais, ou seja, quando a gripe já foi tratada, mas o quadro de tosse persiste”, explica o médico pneumologista.
Ele ainda alerta para os riscos da automedicação. “Todos os xaropes com comprovação científica de melhora só podem ser vendidos sobre prescrição médica. Porém, ainda são vendidos, em farmácias, medicamentos sem a devida comprovação”.

Quando procurar atendimento médico?
Segundo o dr. Oliver, como a tosse é sempre sintoma de outras doenças, é importante procurar um médico assim que ela começa. “Quanto mais precoce for o diagnóstico, mais rápido o tratamento começa e maiores são as chances de sucesso” explica.
Nas crianças e nos bebês, o quadro de tosse é bem comum, pois eles ficam resfriados frequentemente. “Nesta faixa etária, a tosse geralmente é sintoma de  infecções respiratórias. Assim que os sintomas começam, as mães já levam ao pediatra. É exatamente essa a atitude recomendada”, comenta o doutor. Em casos mais raros, a tosse pode ser sintoma da aspiração de algum corpo estranho ou produto químico.

Acontece Comunicação e Notícias
(11) 3873-6083 / 3871-2331
Marjorie Okuyama ou Nathália Blanco
acontececom2@acontecenoticias.com.br
www.acontecenoticias.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.