Sabe o super herói Thor? Aquele do martelão!

Thor é brasileiro, joga futebol, treina muay thai e faz dieta à base de proteínas para se manter em forma. Quando não está na função de herói, acorda cedo para trabalhar como fisioterapeuta em Orlândia (SP).

Para a criança desavisada ou fã entusiasmado, o jovem Jorge Gabriel Grassi, de 28 anos, poderia ser facilmente confundido com o herdeiro de Asgard, ainda mais se estiver caracterizado ao lado do amigo Jonatan Silva Medeiros, na pele do personagem Loki, o imprevisível irmão do guerreiro.

“Eles estão fantasiados ou são de verdade?”, pergunta uma menina ao passar pela dupla em um parque de Ribeirão Preto (SP). “Briga”, sugere outro menino, surpreso com as ilustres presenças.

O encantamento despertado e os inúmeros pedidos de fotos a cada aparição só confirmam a semelhança e motivam Grassi a incorporar Thor há um ano e meio. Com barba, cabelos compridos e uma réplica do Mjölnir – o martelo do herói –, ele ostenta a versão anterior à protagonizada pelo ator Chris Hemsworth em “Thor: Ragnarok”, filme que já levou 1,5 milhão de pessoas aos cinemas só no fim de semana de estreia, no final de outubro.

Jorge Gabriel Grassi, cosplay do personagem Thor, em Ribeirão Preto (Foto: Érico Andrade/G1)

Jorge Gabriel Grassi, cosplay do personagem Thor, em Ribeirão Preto (Foto: Érico Andrade/G1)

O ator australiano Chris Hemsworth interpreta Thor na franquia da Marvel (Foto: Disney/Marvel/Divulgação)

O ator australiano Chris Hemsworth interpreta Thor na franquia da Marvel (Foto: Disney/Marvel/Divulgação)

Uma diversão pessoal que o fisioterapeuta transformou em segunda fonte de renda, com a participação em eventos, e em um trabalho voluntário de motivação de pacientes em hospitais.

“Os amigos meus desse meio [de cosplay] falam que esse personagem me escolheu . Faz sentido. Eu me dei bem com isso, eu me sinto bem com isso”, diz.

Grassi ainda tinha cabelo curto, barba irregular e uma dieta mais desregrada quando sua semelhança com Hemsworth despertou a ideia de investir na caracterização, ainda em 2012, pouco tempo depois do lançamento dos filmes “Thor”, o primeiro, e “Os Vingadores”.

'Thor: Ragnarok' ganha seu primeiro trailer; assista

‘Thor: Ragnarok’ ganha seu primeiro trailer; assista

“A gente foi ao cinema. Eu tinha cabelo curto na época e o pessoal começou a brincar que eu parecia o cara: ‘o Thor cortou o cabelo? O Thor está aqui?”, lembra.

Mas o projeto só se concretizou quatro anos depois. Nesse meio tempo, Grassi já atuava como fisioterapeuta voluntário em hospitais e entidades assistenciais quando se deu conta de que sua aparência poderia ser usada para uma boa causa. “Numa das ações voluntárias, eu vi um cara de Homem Aranha e a molecada pirou, ficou doida, extasiada.”

 Cosplay do Thor chama a atenação do menino Lucas no Parque Curupira, em Ribeirão Preto (Foto: Érico Andrade/G1)

Cosplay do Thor chama a atenação do menino Lucas no Parque Curupira, em Ribeirão Preto (Foto: Érico Andrade/G1)

Rotina de sacrifícios

Porém, para dar vida ao deus do trovão, não bastava ser parecido com o protagonista do filme. Para começar, a dieta ficou mais rigorosa, baseada em jejum intermitente – dieta inspirada no estilo de vida do homem pré-histórico, com períodos sem ingestão de calorias intercalados por janelas de alimentação – , ingestão de vitaminas e minerais, e alimentação baseada em proteínas – ovo, carne, peixe e frango -, legumes e verduras.

Embora não beba – ao contrário da tradição cervejeira das referências mitológicas nórdicas do filme -, Grassi confirma apenas alguns excessos de feriado e a queda pelo sorvete. “Não dou bola pra chocolate, mas o sorvete é um negócio que me hipnotiza, enquanto eu não vejo o final do pote eu não paro. É melhor nem ter em casa.”

O condicionamento físico também faz parte da rotina diária, entre futebol, academia e muay thai, além da própria rotina desgastante como fisioterapeuta. “Acaba sendo puxado. A vontade é sair do trabalho, ir pra casa, despachar no sofá, mas preciso treinar, não só por conta do Thor, mas por conta da saúde”, afirma o “Thor” paulista.

 Jorge Gabriel Grassi, de Orlândia, revela rotina de dieta e exercícios para se manter próximo do personagem Thor (Foto: Érico Andrade/G1)

Jorge Gabriel Grassi, de Orlândia, revela rotina de dieta e exercícios para se manter próximo do personagem Thor (Foto: Érico Andrade/G1)

Alvo de piada na infância, quando era o “gordinho” na escola e mais baixo do que o ator australiano, o jovem de Orlândia ressalva que a aparência física não é critério excludente no mundo do cosplay. Mas, por força da profissionalização de seu trabalho, tenta ser rigoroso com seus hábitos para se aproximar ao máximo do personagem do cinema.

“Como o pessoal começou a assimilar a minha semelhança com o ator, não dá pra eu ficar muito fora. Isso é uma cobrança pessoal.”

 Thor e Loki em Ribeirão Preto; Grassi e Jonatan Medeiros ficaram amigos por causa do cosplay (Foto: Érico Andrade/G1)

Thor e Loki em Ribeirão Preto; Grassi e Jonatan Medeiros ficaram amigos por causa do cosplay (Foto: Érico Andrade/G1)

A caracterização

Os cabelos também demandam cuidado de salão de beleza. Grassi estima gastar quase R$ 250 por mês para ressaltar os fios loiros com luzes, a despeito de se considerar relaxado nesse quesito.

Apesar da recente mudança visual de Thor, que aparece com cabelo curto, Grassi ainda pretende explorar a versão mais velha do herói. “Meu cabelo está chegando no tamanho que eu queria agora, que é a versão do segundo filme, ‘O Mundo Sombrio'”.

Mais caro que o cabelo só a roupa. O fisioterapeuta já diz ter investido em torno de R$ 6 mil no conjunto que inclui o macacão de tecido, botas, armadura de peitoral, capa, braceletes, além do martelo de Thor, que ironicamente escapou das mãos do repórter durante a entrevista. O instrumento é um dos quatro diferentes no estoque, entre versões feitas de plástico e fibra de vidro.

 Amigos de Orlândia e Ribeirão Preto fazem eventos juntos na pela de Thor e Loki (Foto: Érico Andrade/G1)

Amigos de Orlândia e Ribeirão Preto fazem eventos juntos na pela de Thor e Loki (Foto: Érico Andrade/G1)

“Tem um capacete que a gente chama de elmo só que eu nem tenho usado. É muito pesado, muito quente e geralmente quem faz o personagem usa peruca e põe o capacete pra esconder. Então tenho esse diferencial de ter o cabelo comprido e acabo meio que não usando o capacete.”

O processo de tornar real o universo dos vingadores fica completo quando o fisioterapeuta se junta ao amigo Jonatan Silva Medeiros, que incorpora o Loki há três anos. Os dois se conheceram por meio de um amigo em comum que imaginou a junção óbvia.

“É uma coisa que a gente gosta muito, uma coisa boa pra gente e para a galera. Recebem muito bem a gente nos eventos”, diz.

 Público reconhece os irmãos Thor e Loki incorporados por amigos em Ribeirão Preto (Foto: Érico Andrade/G1)

Público reconhece os irmãos Thor e Loki incorporados por amigos em Ribeirão Preto (Foto: Érico Andrade/G1)

Satisfação pessoal

Grassi confirma ganhar dinheiro com sua caracterização, de eventos empresariais e infantis a recepção em baladas sertanejas em diferentes Estados, além de encontros de cosplay e festivais de cultura geek.

“Já fiz até divulgação de DVD de cantor sertanejo. De todos os trabalhos foi o mais estranho. Fui com receio, mas foi legal pra caramba, foi a distração do lugar, o pessoal ia tirar foto, ia conversar, foi bem bacana”, afirma Grassi.

Mas a satisfação maior, segundo ele, é visitar crianças atendidas em hospitais, creches e entidades, de Apaes a centros médicos como o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. Brinquedos, cadernos e conjuntos de lápis bancados do próprio bolso complementam a abordagem, sempre baseada no bate-papo e no otimismo.

“Esse negócio é mágico mesmo, por mais que tenham pessoas que não vão sair dali, tem que deixá-las com esperança.”

 Cosplay de Thor diz ter gastado R$ 6 mil com roupas do herói da Marvel (Foto: Érico Andrade/G1)

Cosplay de Thor diz ter gastado R$ 6 mil com roupas do herói da Marvel (Foto: Érico Andrade/G1)

 

Fonte: https://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/cosplay-de-thor-brasileiro-aproveita-semelhanca-com-ator-de-hollywood-e-rouba-a-cena-personagem-me-escolheu.ghtml

1 comentário em “Sabe o super herói Thor? Aquele do martelão!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.