Qual a relação entre visão e dores na coluna?

A visão é o sentido que nos fornece informações sobre a posição do corpo e seus segmentos em relação ao ambiente. Considerada a via de informação sensorial de maior importância para a postura, por informar a posição da cabeça e do corpo, oferecendo desta maneira uma referência da verticalidade.

O controle postural
O controle postural tem como objetivo alinhar ativamente a cabeça e o tronco em relação à linha de gravidade. Para isso, é levado em consideração o ambiente visual, as informações internas e externas. As condições do corpo, como a sensibilidade a determinadas alterações no ambiente, a boa saúde de músculos, ossos e articulações, bem como a percepção corporal são fundamentais para a manutenção de uma postura.

A visão e postura

Resultado de imagem para olho
Para visualizar um determinado objeto a retina recebe informações visuais através de células fotossensíveis capazes de reconhecer cores e movimentos e transformar as impressões causadas pela luz em impulsos eletroquímicos. Adequações conforme distância, claridade e nitidez, podem exigir não somente movimentos oculares, como também a inclinação da cabeça e tronco. Tal movimento, se não coordenado com o sistema vestibular, pode até mesmo levar a um desequilíbrio e possíveis quedas.

Deficiência visual e lesões da coluna vertebral
A partir do momento que o sistema visual apresenta algum tipo de deficiência, seja por alterações na retina, córnea, cristalino ou musculatura dos olhos, as demais estruturas corporais se adaptam para manter uma visualização adequada de objetos e meio ambiente.

O organismo procura manter a horizontalidade do olhar, para tanto, busca adaptações para beneficiar uma visualização eficaz.

Como adaptação, a cabeça pode ser projetada para frente, com consequente aumento da lordose cervical, cifose torácica e lordose lombar na tentativa de adaptar o corpo a situação, onde alguns meses acabam  fixando-se, fazendo com que o organismo entenda esse novo padrão postural como correto e gerando esses tais danos. Nesses casos, as vértebras rodam e ocorre um bloqueio vertebral em certas regiões da coluna onde poderão causar pinçamento nervoso, artrose, formação de bicos de papagaio, rigidez articular, contratura muscular, fraqueza muscular, dores na coluna e limitação dos movimentos. Não bastando tais alterações na coluna vertebral, os membros e demais articulações estão sujeitos a compensações após o prolongamento dessas adaptações.

Devido esse fato, inúmeras lesões podem ser geradas, principalmente as hérnias cervicais, devido a compressão aumentada nos discos dessa região.

O uso de óculos
A fim de corrigir as insuficiências visuais, usamos óculos capazes de compensar as deformações oculares. As lentes dos óculos auxiliam os olhos a focalizar a imagem sobre a retina e auxiliam a melhor visualização, com clareza e precisão.

Dessa forma, compensações não são mais necessárias. O olhar se mantendo horizontal e o campo visual limpo e claro mantém a visão em equilíbrio com o corpo e ambiente, que deve também ser adaptado para minimizar o efeito das compensações corporais.

Lembrando que as armações dos óculos devem também ser cuidadosamente ajustadas. Uma armação torta pode provocar inúmeros danos de postura e dores no pescoço ou nos ombros, os quais muitas vezes a pessoa não atribui o problema aos óculos.

A visão e o indivíduo
Por isso, ver não é uma função independente, ela está profundamente integrada ao desenvolvimento do indivíduo, compreendendo sua postura, coordenação e personalidade. Claramente os distúrbios ou a ausência da visão influenciam na postura, sendo que, sem as informações do ambiente, o indivíduo apresenta dificuldade de se ajustar, sofrendo alterações na cabeça, coluna vertebral e membros.

Fonte: ITCVertebral e Revista Corpore

Dra. Jacqueline Marinho
Fisioterapeuta formada pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
Pós-Graduada em Fisioterapia nas Disfunções Biomecânicas com foco em Coluna Vertebral – Faculdade Einstein
Fisioterapeuta Home Care (Domiciliar)
Professora da Faculdade Paulista de Tecnologia (FAPTEC)
Colunista no Queimadas no Foco (http://queimadasnofoco.blogspot.com.br/)
Colunista NovaFisio (https://www.novafisio.com.br/author/jacqueline-marinho/)
E-mail: jckfisio@gmail.com
FanPage: https://www.facebook.com/drajacquelinemarinho/

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

4 comentários em “Qual a relação entre visão e dores na coluna?”

  1. Liane Parriao da Cruz

    Texto rico e objetivo! informações válidas, inclusive para leigos (pacientes). Trabalho com Posturologia e adorei o post! Parabéns!

    1. Dra. Jacqueline Marinho

      OláTamires dias da silva correia, muito obrigado pelo carinho. Acompanhe sempre minhas publicações na Nova Fisio todo mês e me acompanhe também na Facebook e no Instagran sempre posto novidades.!
      Att

  2. Dra. Jacqueline Marinho

    Olá Liane Parriao da Cruz, muito obrigado pelo carinho, fico feliz por ter lido e apreciado o texto. é muito importantes termos pacientes conhecedores para assim termos o melhor êxito no tratamento. Acompanhe sempre minhas publicações na Nova Fisio todo mês e me acompanhe também na facebook e no Instagran sempre posto novidades.!
    Att

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.