Próteses de plástico feitas em impressora 3D devolvem os movimentos para crianças

Os plásticos são produtos que podem melhorar a vida de crianças que perderam as mãos. O fato das próteses disponíveis no mercado não acompanharem o crescimento dos usuários, faz com que elas tenham que ser trocadas de tempos em tempos, o que gera custos. Com foco especialmente nas crianças, a Dra. Maria Elizete Kunkel, professora adjunta de Engenharia Biomédica da UNIFESP é coordenadora do projeto Mão3D Programa de Pesquisa e Extensão – Protetização e Reabilitação de Membro Superior com Tecnologia de Impressão 3D. O projeto desenvolve próteses a partir impressora 3D, obedecendo um modelo de três dimensões previamente desenhado em um programa de computador e que acompanha as medidas do paciente. Feitas em plástico, as próteses são precisas, leves, ajustáveis e econômicas. Os usuários têm ainda a oportunidade de personalizar seu aparelho escolhendo diversas cores de plástico.

                   

O projeto Mão 3D reúne alunos de iniciação científica e pós-graduação com o intuito de a ajudarem na pesquisa. Além dos estudantes da Universidade Federal de São Paulo (ICT-Unifesp), coordenados pela Dra. Maria Elizete Kunkel, o programa já conta com parcerias em outras instituições de ensino do país.

Os desenvolvimentos promovidos pelas aplicações dos plásticos na medicina, assim como os projetos da Dra. Maria Elizete Kunkel, serão tema da 2ª edição do Congresso Brasileiro do Plástico, que será realizada nos dias 5 e 6 de outubro, no Teatro da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre (RS). O intuito da iniciativa é evidenciar a importância dos plásticos no desenvolvimento social.

O congresso é organizado por três dos mais importantes sindicatos do setor do plástico – Simplás, Simplavi e Sinplast – e tem o patrocínio da Braskem, Fitesa, FFS Filmes, além de importantes entidades do setor como a Plastivida, Instituto do PVC, e ABIEF.

mao-3d maria-elizete-kunkel_proteses-em-3d

 

Para mais informações acesse www.congressodoplastico.com.br  ou www.facebook.com/congressodoplastico

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.