Você pretende fazer algum curso para fisioterapeutas fora do Brasil?

Mochila cheia e passaporte na mão? É hora de se preocupar com as partes práticas da viagem.

Fazer o que e aonde?

Uma viagem acadêmica (tipo para pós, mestrado ou doutorado) ou um passeio cultural?

Um intercambio para curtir ou para melhorar o inglês? Ou mesmo todas as modalidades juntas. Por que não?

Primeiramente é necessário escolher o destino e o propósito da viagem. E seja lá onde for, salvo raras exceções, para estadia superior a 90 dias você precisará de um visto.

Este poderá ser solicitado num Consulado ou Embaixada do país de destino e para isto além do passaporte válido você precisará de um comprovante de matrícula (para um visto de estudos), um comprovante de renda, que pode ser um contra-cheques dos últimos meses, um extrato bancário, ou mesmo os contra-cheques dos pais caso você ainda não trabalhe, neste caso será pedido provavelmente em anexo uma declaração dos seus pais ou responsáveis explicitando que eles irão arcar com suas despesas no destino.

É possível que seja solicitado também um comprovativo de antecedentes criminais. A desconfiança é normal. Pense na seguinte situação: Se um desconhecido fosse pedir para viver em sua casa com certeza você iria querer saber sua procedência não é mesmo?

No demais o resto dos documentos é difícil especificar pois isto varia de embaixada para embaixada ou mesmo de pessoa para pessoa, é bem capaz de eu ir a um consulado e receber uma lista de exigências, e você ir ao mesmo consulado e sair com outra. Mas não se assuste! Em geral existe uma lista pré-escrita e um pedido feito com planejamento e antecedência costuma não causar problemas.

O passo seguinte é garantir a sua subsistência no local escolhido, moradia, alimentação, transporte etc… e nesta hora vale procurar ajuda de toda as formas. Aquela poupança de infância, uma ajuda dos pais, ou mesmo um “chá de dólares“ com os amigos, tudo é válido para angariar fundos para o grande sonho.

Porém se isto não for suficiente, um pedido de financiamento junto a CAPES do Brasil, ou junto ao ALBAN para quem gosta da Europa, ou ao FULLBRIGHT para quem é louco pela América do norte, se tornarão uma solução viável pois arcam com 100% ou quase toda totalidade das despesas. Mas lembre-se que seja qual for o programa de financiamento acadêmico, o processo de seleção é longo e uma das cláusulas principais do contrato é o retorno imediato ao Brasil após o curso. Por isso pense bem nos prós e contras. É bem comum ouvir histórias de relacionamentos amorosos com estrangeiro(a) arruinados ou mesmo daquela proposta de trabalho da “China“ que teve que ser posta de lado por que chegou a hora de voltar.

Tudo resolvido? E hora de se despedir dos amigos e da família e por o “Pé na estrada“ Encha sua mala com coragem e bom humor além dos objetos pessoais, traga um largo sorriso um pouco de dinheiro e descubra o que este mundo tem a oferecer: Novas línguas, novas músicas e danças, novas culturas, comidas, novos estilos de vida, pessoas maravilhosas… tudo isso além é claro daquela pós que no futuro pode fazer toda a diferença no seu currículo.

Dr. André Luiz de Mendonça
É Fisioterapeuta e correspondente da Revista NovaFisio na Alemanha.
Reside atualmente na cidade  de Mainz
Contato: andremendonca@hotmail.de

Leia meus outros posts com mais dicas para quem quer estudar fora:

Fisioterapeutas. Ano Novo Vida Velha?

A Alemanha está recrutando fisioterapeutas!

Na hora e lugar certo.

É uma casa portuguesa com certeza!

A União Européia (UE)

Se era pra ter aulas de Fisioterapia com dois “brazucas” pra que raios eu atravessei o oceano?

 

andre

3 comentários em “Você pretende fazer algum curso para fisioterapeutas fora do Brasil?”

  1. Boa Tarde !!!

    Adorei a post, tenho muita vontade de fazer uns cursos fora, mas não tenho o conhecimento de pais e o que oferecem, seria interessante um post dos países e cursos oferecidos. ;) Bjs

  2. alessandra attorre

    Olá, gostaria de saber o que é preciso para trabalhar como fisioterapeuta fora do Brasil, em Orlando na Flórida obrigada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.