Pequenos conselhos para empreender em Fisioterapia

1) CORAGEM: Antes de começar qualquer projeto entenda que o mais importante não é o dinheiro que vai ser investido ou ganho, mas a vontade que você tem para sua realização profissional.

2) ESTRUTURA: os clientes adoram que você se estruture. O cliente não paga necessariamente pelo serviço, mas, pelo que ele vê.

3) TÉCNICA: seja prudente, essa é a palavra para que qualquer técnica seja eficaz. Nem todo cliente vai aceitar uma manipulação cervical de bom grado.

4) ÉTICA: nunca, repito, nunca, caia na tentação de criticar seus concorrentes, mesmo que eles sejam terríveis com você. Muitos clientes adoram o jogo de leva e traz. A fofoca é mais importante que o alívio da dor. Tenha certeza que se ele, o cliente, fala mal de seu concorrente, um dia falará mal de você.

5) PESSOAL: não pense que sua recepcionista ou sua zeladora é MBA em gestão. Nunca deixe responsabilidades suas em mãos que devem servir para outra coisa.

6) TREINAMENTO: ninguém é tão ignorante a ponto de não conseguir ensinar algo ou tão inteligente a ponto de não precisar aprender algo.

7) COMUNICAÇÃO: não confie na memória, ela dá tilt. Informatize seu negócio. Seu banco de dados vale ouro depois de um tempo.

8) MARKETING: você nunca será tão bom a ponto de não precisar informar às pessoas que existe, mas não esqueça que o anúncio deve ser a ameixa do bolo e não os ingredientes.

9) RENOVAÇÃO: renovar não significa a abandonar algo para ir para o que é da moda. Incremento deve vir com a experiência e senso crítico. Quando alguém for lhe vender algo fantástico procure saber se ela realmente usa aquilo como fala ou se está apenas “vendendo”.

10) DINHEIRO: comparo isso a KATANA, ou espada samurai. Você pode vencer todos os seus inimigos com o seu uso, mas são necessários anos de prática. Quem brinca com essa arma, sempre, sempre se fere.

Um abraço,
Luis Henrique Cintra

Luis-Henrique-Cintra

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

5 comentários em “Pequenos conselhos para empreender em Fisioterapia”

  1. Patricia Correia

    Olá Dr. Luiz, gostaria que falasse um pouco sobre a divulgação de fotos do antes de depois de tratamentos em dermatofuncional. Vejo em redes sociais inúmeros post dessa natureza, mas esse tipo de divulgação não é proibido? Muitos pacientes me cobram isso em minhas redes sociais e sinto como se ficasse para “trás” diante dos meus concorrentes. Desde já agradeço a atenção!

    1. Olá Patrícia, obrigado por seu interesse em empreender na Fisioterapia. Seguem trechos de nosso código de ética:

      Resolução 424, de 8 de julho de 2013

      Artigo 10º – É proibido ao fisioterapeuta:
      V – divulgar, para fins de autopromoção, declaração, atestado, imagem ou carta de agradecimento emitida por cliente/paciente/usuário ou familiar deste, em razão de serviço profissional prestado;
      Artigo 32º – É proibido ao fisioterapeuta:
      III – fazer referência a casos clínicos identificáveis, exibir cliente/paciente/usuário ou sua imagem em anúncios profissionais ou na divulgação de assuntos fisioterapêuticos em qualquer meio de comunicação, salvo quando autorizado pelo cliente/paciente/usuário ou seu responsável legal.

      Porém, não sou do Crefito, talvez algum fiscal ou da comissão de ética esteja mais preparado para comentar.

    2. Amiga Patricia, não sou do conselho, mas, tal atitude fere nosso código de ética sim. Eu sugiro que você forneça as imagens para seus clientes e eles que se encarreguem de publicar, porém, omitindo seu nome.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.