Dra. Patrícia Italo Mentges

Quem é, o que fez e faz pela fisioterapia |

Fui supervisora de Estágio na Clínica Escola Campus Akxe da UNESA durante 06 anos no setor de Alterações Posturais e da Coluna Vertebral, Docente da Graduação de Fisioterapia na UNESA por 10 anos, Introdutora da Disciplina Anatomia Palpatória na UNESA 1999, Docente na Pós-Graduação UNESA na Disciplina Anatomia Palpatória, ministrando aulas em vários estados. Palestrante desde 2000. Formei-me em Especialista em Exercícios Terapêuticos – CES (Corrective Exercises Specialist) pela NASM National Academy of Sports Medicine nos EUA em 2009. Na
mesma instituição me formei em CORE Training e Balance Training. Fui introdutora do Core Training aplicado à fisioterapia ano Brasil Atualmente sou Co-fundadora do Projeto Escoliose; Introdutora da Abordagem SEAS (Scientific Exercises Approach Scoliosis) para o tratamento conservador de escoliose.

Tenho consultório próprio atendendo pacientes com escoliose e alterações de coluna vertebral. Ministro cursos de aperfeiçoamento para fisioterapeutas no ambiente das minhas formações.
Tenho como plano a criação do Instituto de Estudos e Tratamento da Escoliose e Coluna Vertebral.

patriciamentges@gmail.com


Qual ano e em qual faculdade que se formou?
1982 Educação Física-UERJ; 1996
Fisioterapia-UNESA aqui no Rio de Janeiro.

Qual foi a melhor coisa que fez na vida?
Formar-me como Especialista em Tratamento conservador da Escoliose e Alterações da Coluna Vertebral na Itália, porque me permitiu ter uma visão ampla da inexistência de tratamento conservador cientificamente suportado no Brasil. Essa foi a mola propulsora para a criação e desenvolvimento do Projeto Escoliose Brasil.

Qual foi a pior coisa que fez na vida?
Ter demorado tanto tempo para ir ao exterior buscar formações consistentes de acordo com minhas convicções.

O que você mais gosta na profissão?
Participar de um tratamento fisioterapêutico onde um paciente recupera total ou parcialmente sua função e através dela sua autoestima, confiança e qualidade de vida.

O que você odeia na profissão?
Não ser devidamente reconhecida por grande parte da sociedade, falta de suporte científico dos profissionais (ainda falta muito a ser feito) e ausência de união na classe.

Que qualidade mais admira nos profissionais que te cercam?
Vontade de acertar, comprometimento, dedicação e amor ao que faz.

Que qualidade mais detesta nos profissionais que te cercam?
Não se trata de algo a detestar mas de lamentar; falta de interesse em se aperfeiçoar. Não me refiro à necessidade de fazer cursos caros ou de renome mas sim, de estudar de forma continua por
vontade própria, o que hoje em dia com o acesso à internet se torna facilitado. Basta realmente querer.

Qual sua maior virtude?
Querer sempre estudar e aprofundar-me nos assuntos de meu interesse e da minha profissão.

Qual seu pior defeito?
Falta de ímpeto na defesa das minhas convicções.

Se pudesse mudar algo, o que seria?
Justamente a resposta anterior, porque quando escolhi defender o tratamento conservador da escoliose e o papel preponderante do fisioterapeuta neste universo, sabia que encontraria grandes
barreiras sustentadas na falta de conhecimento.

Qual maior mentira já contou?
Mais do que uma mentira é a omissão de uma verdade quando deixo de dizer aos pais de meus pacientes juvenis ou adolescentes com escoliose que no mundo afora existem coletes ortopédicos
de primeiríssima qualidade e eficiência. Tento assim poupá-los de mais angustia e sofrimento ao verem limitadas as chances de resultados positivos por não haver ainda esse material no Brasil.

Qual o fato mais inusitado em sua carreira?
Quando fui convidada para assumir a direção acadêmica da faculdade de Fisioterapia da UNESA. Convite que recusei, pois não me vejo sem estar na prática clínica do atendimento fisioterápico.

Qual fato foi o mais cômico?
Ainda no estágio, quando aprendia a técnica de energia muscular. O paciente era um atleta muito forte e ao solicitar que ele fizesse uma contração da musculatura cervical, (sem tê-lo instruído
adequadamente, é claro) com a força do seu movimento fui lançada para o outro lado da sala.

Qual seu maior arrependimento?
Inscrever-me em 2 pós-graduações e deparar-me com a decepção de encontrar conteúdo de baixa qualidade e ou inadequação do que era oferecido para o que eu estava buscando. Isso acontece quando você cria uma expectativa sobre uma pós-graduação e encontra um repeteco da graduação.

Qual dica daria aos colegas?
Estudar, estudar, estudar, praticar, praticar e praticar. Quando achar que está ficando bom no que faz, controlar o ego.

Qual objeto de desejo?
Ter um centro de excelência com os equipamentos mais modernos visando fornecer dados científicos para fundamentar estudos sobre tratamento conservador da escoliose e coluna vertebral.

Qual seu maior sonho?
Transformar a realidade da Escoliose no Brasil através da Fisioterapia Especializada.

Qual seu maior pesadelo?
Que essa realidade perdure por muitos anos ainda; muitos sofrem, por não haver uma política de saúde adequada.

Qual sua aquisição mais recente?
Titulo de Especialista em Tratamento Conservador da Escoliose na Itália.

Que talento mais gostaria de ter?
Capacidade de convencimento.

Se não fosse fisioterapeuta gostaria de ser o que?
Não me vejo fazendo outra coisa. Amo o que faço.

Diga um desafio?
Que em 10 anos exista um centro de referência em tratamento conservador da escoliose em cada capital do país, liderado por fisioterapeutas.

Um livro?
Ensaio sobre a lucidez – José Saramago.

Quer fazer alguma divulgação?
Durante meus anos como docente aprendi também a estimular meus alunos a se aprimorarem na sua profissão e eles me motivaram a criar uma série de cursos que consideravam ser úteis para
se desenvolverem tecnicamente. Hoje ofereço vários cursos que visam dar ferramentas auxiliares para implementação de programas de tratamento mais seguros e eficazes. Meus cursos são Reestruturação Postural Ativa com mais de 20 turmas ao longo de 13 anos, Core Training aplicado à fisioterapia, Cursos de Avaliação Fisioterapêutica – Estática, Transicional e Dinâmica, Curso Aperfeiçoamento em Escoliose e Workshop do Psoas.

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.