OSTEOARTRITE: ABORDAGENS TERAPÊUTICAS

Fisioterapeuta, chegou o Fisio.app | Aplicativo para fisioterapeutas. Baixe agora mesmo em www.fisio.app,

Dra. Eloá Ferreira Yamada (RS)
Fisioterapeuta pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), Mestre em Engenharia Biomédica pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), Doutora em Bioquímica pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Professora Adjunta do curso de graduação em Fisioterapia na Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA).
PALESTRANTE CONFIRMADA

Contextualização: Uma das doenças crônico-degenerativas mais comuns, com altas taxas de uso do serviço de saúde e custos de tratamento, a osteoartrite caracteriza-se pelos desgastes da cartilagem articular e do osso subcondral, pela diminuição do espaço articular e pela formação de osteófitos marginais na articulação. Essas alterações influem significativamente no bem estar e no desempenho das atividades cotidianas, devido à dor e à redução ou perda da função articular que provoca. Um dos fatores de risco que estão associados a essa doença, além da obesidade e do sexo, é o envelhecimento (1). A taxa de envelhecimento da população brasileira cresce ano após ano, e estima-se que em 2060 haja mais de 73 milhões de pessoas com 60 anos ou mais (2). Soma-se a esses dados, o fato de que a osteoartrite represente de 30% a 40% das consultas médicas e 7,5% de todos os afastamentos de trabalho, segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia (3).

Desenvolvimento: Em decorrência do envelhecimento da população, do impacto que a osteoartrite ocasiona no sistema de saúde e na sociedade, a obtenção de tratamentos eficazes se faz necessário. Uma das articulações mais acometidas é o joelho, uma vez que suporta descargas mecânicas periódicas, provenientes de atividades diárias e do próprio peso corporal. Para proporcionar alívio desse quadro, e consequente melhora da capacidade funcional e do bem-estar psicológico ao paciente portador de osteoartrite, é recorrente o uso de medicamentos tradicionais, fitoterápicos e tratamentos de fisioterapia.

Considerações Finais: Recentemente, plantas medicinais do gênero Sida tiveram comprovadas sua eficácia na redução do processo inflamatório, além de sua capacidade antinociceptiva e antioxidante (4,5), tornando-a um potencial fitoterápico para osteoartrite. No tratamento fisioterapêutico, os exercícios cinético-funcionais contribuem para a redução da dor, para o aumento da resistência muscular, para a melhora propriocepção e para a diminuição da inibição muscular artrogênica do quadríceps (1,6-8). Existem outras técnicas que buscam minorar o quadro álgico, aumentando assim a capacidade funcional do indivíduo. Dentre elas, a aplicação da Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea (Transcutaneous Electrical Nerve Stimulation – TENS) promove o aumento do limiar de dor, e promove uma melhora da funcionalidade (9,10). Destaca-se ainda a Laserterapia, que tem apresentado resultados promissores no tratamento da osteoartrite, pois proporciona alívio de dor, redução do processo inflamatório, aumento do metabolismo e da capacidade antioxidante (11-13).

Referências:

  1. Hafez AR, Alenazi AM, Kachanathu SJ, Alroumi AM and Mohamed ES. Knee Osteoarthritis: A Review of Literature. Phys Med Rehabil Int. 2014;1(5):8.
  2. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Projeções da população: Brasil e unidades da Federação. 2018. Disponível em: <https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/9109-projecao-da-populacao.html?=&t=resultados>. Acesso em: 25/06/2020.
  3. Sociedade Brasileira de Reumatologia Osteoartrite (Artrose). 2018. Disponível em: <https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/osteoartrite-artrose/>. Acesso em: 25/06/2020.
  4. da Rosa HS, Coelho IS, da Silva MD, et al. Sida tuberculata extract reduces the nociceptive response by chemical noxious stimuli in mice: Implications for mechanism of action, relation to chemical composition and molecular docking. Phytother Res. 2019;33(1):224-233. doi:10.1002/ptr.6220.
  5. Yamada EF, Olin LC, Pontel CL, da Rosa HS, Folmer V, da Silva MD. Sida tuberculata reduces oxidative stress and pain caused by the knee osteoarthritis. J Ethnopharmacol. 2020;248:112277. doi:10.1016/j.jep.2019.112277.
  6. Bartholdy C, Juhl C, Christensen R, Lund H, Zhang W, Henriksen M. The role of muscle strengthening in exercise therapy for knee osteoarthritis: A systematic review and meta-regression analysis of randomized trials. Semin Arthritis Rheum. 2017;47(1):9-21. doi:10.1016/j.semarthrit.2017.03.007.
  7. Yamada EF, Müller FA, Teixeira LP, da Silva MD. Exercícios de fortalecimento, de marcha e de equilíbrio no tratamento de osteoartrite de joelho. R. Bras. Ci. e Mov 2018;26(3):5-13.
  8. Young JL, Rhon DI, Cleland JA, Snodgrass SJ. The Influence of Exercise Dosing on Outcomes in Patients With Knee Disorders: A Systematic Review. J Orthop Sports Phys Ther. 2018;48(3):146-161. doi:10.2519/jospt.2018.7637.
  9. Vance CG, Rakel BA, Blodgett NP, et al. Effects of transcutaneous electrical nerve stimulation on pain, pain sensitivity, and function in people with knee osteoarthritis: a randomized controlled trial. Phys Ther. 2012;92(7):898-910. doi:10.2522/ptj.20110183.
  10. Yamada EF, Brito FRA, Buares GPN, Gomes IA, Zanetti LF, da Silva MD. Exercício terapêutico associado à estimulação elétrica nervosa transcutânea reduz dor e aumenta funcionalidade em indivíduos com osteoartrite de joelho. Ciência & Saúde 2019;12(2):e32041.
  11. Mangueira NM, Xavier M, de Souza RA, Salgado MA, Silveira L Jr, Villaverde AB. Effect of low-level laser therapy in an experimental model of osteoarthritis in rats evaluated through Raman spectroscopy. Photomed Laser Surg. 2015;33(3):145-153. doi:10.1089/pho.2014.3744.
  12. Stausholm MB, Naterstad IF, Joensen J, et al. Efficacy of low-level laser therapy on pain and disability in knee osteoarthritis: systematic review and meta-analysis of randomised placebo-controlled trials. BMJ Open. 2019;9(10):e031142. Published 2019 Oct 28. doi:10.1136/bmjopen-2019-031142.
  13. Yamada EF, Bobinski F, Martins DF, Palandi J, Folmer V, da Silva MD. Photobiomodulation therapy in knee osteoarthritis reduces oxidative stress and inflammatory cytokines in rats. J Biophotonics. 2020;13(1):e201900204. doi:10.1002/jbio.201900204.

1 comentário em “OSTEOARTRITE: ABORDAGENS TERAPÊUTICAS”

  1. Parabéns, Eloá!!
    Vc é muito competente e este assunto traz benefícios e entendimentos a muita gente, pois estamos ver realmente o crescimento de casos na população!!
    Qtas possibilidades de melhoras👏😃🙏😘

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.