O Papel da Clínica Escola na Vida Acadêmica do Aluno de Fisioterapia

Olá queridos leitores!

Falaremos hoje, sobre esta pluralidade de conhecimento e pilar de sustentação educacional, que é a dimensão da clínica escola no ambiente de formação do aluno de fisioterapia.

A caracterização da clínica escola para o usuário e o acadêmico se faz presente ao momento da política de atenção básica onde as IES se fazem por oferecer este serviço a população e desta forma contribui para  que os níveis de intervenção em saúde tornem – se satisfatórios para a comunidade em torno desta, e todo o atendimento sendo realizado por alunos que estão prestes a concluir o curso superior.

A vivência neste ambiente é inerente e contributiva para que todo o alunado possa ter de experiência profissional durante a sua trajetória. E   pressupondo que o mesmo desenvolva habilidades profissionais todo o conhecimento prático e teórico deve ser desenvolvido, aprendido e supervisionado por docentes com especialização mínima em compromisso com as diretrizes curriculares nacionais.

A estrutura do ambiente assim como o aprendizado técnico devem proporcionar melhores condições de utilização de equipamentos e o desenvolvimento de técnicas que possam dar segurança ao paciente e ao aluno.Todo o conhecimento absorvido no dia a dia irá promover diferentes saberes , dúvidas e mais do que isto, tornará este discente um buscador de informações , um grande curioso do saber científico que sabe que, quanto mais ele se absorve de boas práticas, mais ele torna –se capacitado e organiza suas atividades específicas e atribuições ao contato com o seu paciente, pois o  vasto mundo de informações se faz presente em todas as todas as ferramentas do processo educacional inerentes para a formação em saúde.

O contato com os professores e colegas de classe faz este candidato a fisioterapeuta pensar que o mesmo deve trabalhar em equipe, cooperando em pluralidade com toda a organização setorial,   perfazendo-se de relações pessoais diárias com todo o grupo, às vezes passam-se mais horas com os seus pares do que com a família e entes queridos, o tempo de dedicação durante a fase final toma quase todo o seu dia e toda a sua rotina é modificada em torno do aprendizado. O aprendiz presente começa a enxergar a sua capacidade e importância de net work e das boas relações desenvolvidas, sabe – se que o mercado também é provido de vínculos confiáveis , não será muito difícil este indivíduo encontrar com algum amigo de faculdade durante a sua trajetória profissional e este deve perceber que o cenário de envolvimento com a profissão e mercado já começa nos primeiros anos de envolvimento com todos os grupos ao qual ele se identifique.

A busca do conhecimento e eficácia no aprendizado constituem – se de  uma tarefa escarpada ,  que quando vinculado a um atendimento gratuito e de característica educacional  , proporciona a excelência na qualidade à saúde da população e no formato de aprendizado para a formação em fisioterapia. Todo o acolhimento associado a melhor forma do aprender denota a satisfação e prerrogativa de melhoras para a saúde populacional proporcionando opiniões homogêneas a cerca de qualidade.

Um grande abraço a todos!

Até a próxima!

Dr. Mariel Patricio

Pós Graduado em Fisioterapia Respiratória e UTI

Fisioterapeuta do Hospital Norte DO`r

Docente do Curso de Fisioterapia da UNESA

Primeiro Secretário e Coordenador do Dept. de Emergências da AFERJ

marieljunior@yahoo.com.br

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.