O EFEITO DA ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DA DOR CRÔNICA DA FIBROMIALGIA

Rebeca de Souza Manetti1 Daniela Nogueira Ferreira2 Taila Carolina Ferreira Brasil3 Jeronice de Souza Rodrigues4

1 Acadêmica do Curso de Fisioterapia pelo Centro Universitário FAMETRO.
2Acadêmica do Curso de Fisioterapia pelo Centro Universitário FAMETRO.
3Acadêmica do Curso de Fisioterapia pelo Centro Universitário FAMETRO.
4Docente Especialista orientadora do Curso de Fisioterapia pelo entro Uniersitário FAMETRO.


Resumo

A fibromialgia (FM) é uma síndrome da dor crônica. Algumas observações clínicas sugeriram que o uso da acupuntura pode ser eficaz. Desse modo, o objetivo geral da pesquisa é compreender, por meio de uma revisão sistematizada, o efeito da acupuntura no tratamento da dor crônica da fibromialgia. Esta pesquisa foi classificada como sistemática. Como destacado ao longo da pesquisa a fibromialgia é um distúrbio que ainda tem muito a ser aprendido e muitos obstáculos a serem superados antes que os pacientes possam ser tratados adequadamente. A acupuntura pode ser uma alternativa no tratamento de FM ou utilizado como uma terapia de combinação com o tratamento da droga para melhoraria da qualidade de vida desses pacientes. O resultado medido nos seis estudos que analisou o alívio da dor na fibromialgia com base na realização de sessões de acupuntura em paciente demostrou as pessoas tiveram um alivio da dor, mesmo em estudos que foram realizados concluídos com poucas sessões. Então, a acupuntura pode ser considerada um tratamento eficaz no alivio da dor da FM e os resultados pode ser visto logo no início do tratamento.

Palavra-chave: Acupuntura, Fibromialgia, Dor Crônica, Tratamento.

Abstract

Fibromyalgia (FM) is a chronic pain syndrome. Some clinical observations have suggested that the use of acupuncture may be effective. Thus, the general objective of the research is to understand, through a systematized review, the effect of acupuncture in the treatment of chronic fibromyalgia pain. This research was classified as systematic. As highlighted throughout the research fibromyalgia is a disorder that still has much to be learned and many obstacles to overcome before patients can be treated properly. Acupuncture may be an alternative in the treatment of FM or used as a combination therapy with the treatment of the drug to improve the quality of life of these patients. The result measured in the six studies that analyzed pain relief in fibromyalgia based on acupuncture sessions in patients showed people had a pain relief, even in studies that were conducted completed with few sessions. Therefore, acupuncture can be considered an effective treatment in relieving FM pain and the results can be seen early in treatment.

Keyword: Acupuncture, Fibromyalgia, Chronic Pain, Treatment.

INTRODUÇÃO

A fibromialgia (FM) é uma síndrome da dor crônica com etiopatogenia complexa, multifatorial e desconhecida que afeta principalmente as mulheres, sendo caracterizada por dor musculoesquelética generalizada e pontos dolorosos específicos da palpação, frequentemente associados a outros sintomas, como distúrbios do sono, fadiga, sintomas somáticos e cognitivos, bem como distúrbios psíquicos. As pessoas frequentemente relatam altos níveis de incapacidade e baixa qualidade de vida, além do uso extensivo de cuidados médicos. (MARQUES et al. 2017).

Dados anteriores mostram que a prevalência de FM na população mundial é de 2,5%. No Brasil, essa estimativa é de 2%, e as mulheres na faixa etária entre 35 e 60 anos são as mais afetadas. Essa doença também é a segunda causa mais frequente de consultas em clínicas de reumatologia e um problema de saúde pública que requer maior atenção de pesquisadores e / ou profissionais que prestam atendimento a esses pacientes como os fisioterapeutas (OLIVEIRA et al, 2019).

A American College of Rheumatology (ACR) estabeleceu duas condições principais para o diagnóstico da FM que são: 1) presença de dor musculoesquelética difusa de pelo menos 3 meses de duração e 2) positividade de pelo menos 11 dos 18 locais corporais predeterminados (9 simétricos) denominados tender points (TePs), ou seja, sensibilidade para uma pressão padrão aplicada de 4 kg exercida manualmente ou por meio de um algômetro de pressão. Em 2010, esses critérios foram estabelecidos, que não levam mais em consideração a contagem de TeP, e introduzem mais requisitos clínicos como dor muscular difusa, presença de distúrbios do sono, disfunção afetiva, cefaleia ou dores viscerais (GIAMBERARDINO et al, 2016).

Embora o ACR tenha publicado critérios de diagnóstico para FM, não são amplamente utilizados na prática clínica e ainda existe uma lacuna de conhecimento entre alguns profissionais de saúde (ARNOLD; GEBKE; CHOY, 2016).

Sabe-se que a dor da FM é difícil de tratar efetivamente, com apenas uma minoria de indivíduos experimentando um benefício clinicamente relevante de qualquer intervenção única. Uma abordagem multidisciplinar é recomendada por diretrizes baseadas em evidências, com intervenções farmacológicas sendo combinadas com intervenções físicas ou cognitivas, ou ambas (MARTINS; SILVEIRA, 2018)

As opções atuais de tratamento farmacológico para a fibromialgia oferecem apenas benefícios modestos para a maioria das pessoas, geralmente com efeitos adversos que superam os benefícios. Portanto, é necessário explorar outras opções de tratamento, com diferentes mecanismos de ação e de diferentes categorias de medicamentos, para o tratamento da constelação de sintomas que caracterizam a fibromialgia (HÄUSER et al, 2015).

Algumas observações clínicas sugeriram que o uso da acupuntura pode ser eficaz. Lao et al (2020) explicam que a acupuntura (uma prática médica tradicional chinesa sistematicamente usada há mais de 2000 anos) envolve a inserção de finas agulhas de aço inoxidável em pontos específicos do corpo para facilitar a recuperação e a boa saúde. Essa prática foi trazida para a Europa no século XVII, 1 e o primeiro artigo de jornal sobre acupuntura apareceu na década de 1820. Mas, os avanços científicos na pesquisa em acupuntura, juntamente com os efeitos colaterais do tratamento da dor por medicamentos convencionais, promoveram drasticamente o uso da acupuntura nos últimos 20 anos.

A acupuntura tem sido cada vez mais utilizada como terapia integrativa ou complementar para a dor. Desse modo, o objetivo geral da pesquisa é compreender, por meio de uma revisão sistematizada, o efeito da acupuntura no tratamento da dor crônica da fibromialgia.

METODOLOGIA

Esta pesquisa foi classificada como sistemática. Segundo Campos (2019), a revisão sistemática consiste numa revisão da literatura com metodologia abrangente, imparcial e reprodutível, localizado e sintetizando evidências de estudo científico com a finalidade de responder uma questão especifica, aumentando o poder dos resultados.

Serão inelegíveis da amostra os artigos publicados e não estão disponíveis de forma gratuita e não apresentarem o texto na íntegra, artigos que não apresentavam relação direta com o tema, artigos repetidos, além de pesquisa não publicadas entre 2014 e 2020. Os estudos elegíveis devem publicado com menos de 6 anos, em idiomas nacionais e estrangeiros, sendo disponível de forma gratuita e na integra e estão relacionados ao objetivo proposto.

Os dados apresentados foram coletados nos meses de abril e maio de 2020. As bases de dados foram: Scientific Electronic Library Online (SciELO), Sciencedirect, PubMed e Biblioteca de Saúde. Utilizando-se os seguintes descritores de saúde (DeCS): Acupuntura, Fibromialgia, Dor Crônica, Tratamento.

RESULTADO

Depois da pesquisa nas plataformas acadêmicas formam encontrados 7.510 resultados, contudo após aplicação dos critérios de ilegibilidade e a exclusão de pesquisa bibliográfica, e considerando apenas pesquisa clínicas que investigaram o efeito da acupuntura no tratamento da dor crônica da fibromialgia. Utilizaram-se, ao final, apenas 6 pesquisas para o embasamento do tema proposto.

Para o desenvolvimento desse estudo utilizou-se as publicações contidas na tabela 1, onde está descriminado o nome dos autores e o ano da publicação, o título do artigo, a base de consulta, a metodologia adotada e resultado da pesquisa. Após compilação e análise fez-se a discussão para alcance dos objetivos proposto nessa pesquisa.

Tabela 1- Identificação de artigos utilizados para a discussão

ItemAutor e Ano da publicaçãoTituloBase de consultaMétodoResultados
1Silva e outro (2017)A utilização da acupuntura no tratamento da fibromialgia relacionando com a qualidade de vida e a dosagem sérica de serotoninaFisioterapia BrasilEstudo de caso, tendo como base o método longitudinal, observacional, comparativo e experimentalOs resultados indicam que a acupuntura se mostrou eficaz no tratamento a curto prazo dos dois pacientes fibromiálgicos em estudo, ou seja, obteve-se melhora na qualidade de vida, e esta melhora está diretamente relacionada com a redução sérica de serotonina
2Taw (2016).Injeções de Acupuntura e Ponto de Trigger para Fibromialgia: Relato de Caso em Medicina Leste-OesteRevista terapias alternativasRelato de CasoO modelo clínico dos autores usa a nova abordagem de integração da acupuntura como injeções no ponto de gatilho. O método demonstrou modular os sistemas nervoso central e periférico abrindo possibilidade na combinação dos 2 procedimentos possa ter um efeito sinérgico.
3Stall (2015)Efeitos do método Rolfing ® de integração estrutural e acupuntura na fibromialgiaScieloProspectivo e comparativoHouve melhora estatisticamente significativa nos três grupos em relação a todos os itens avaliados. Ambas as técnicas, individualmente ou em associação, foram benéficas durante os três meses de acompanhamento.
4Stival e outros (2014)Acupuntura na fibromialgia: um estudo randomizado-controlado abordando a resposta imediata da dorScieloRandomizado, controlado e duplo-cegoA acupuntura mostrou ser eficaz na redução imediata da dor em pacientes portadores de fibromialgia, com um tamanho de efeito (effect size) bastante significativo.
5Mist, e Jones. (2018).Estudo controlado randomizado de acupuntura para mulheres com fibromialgia: acupuntura em grupo com medicina tradicional chinesa Seleção de pontos com base no diagnósticoPubMEdRandomizado e duplo-cegoA acupuntura em grupo melhorou o impacto global dos sintomas, dor e fadiga. Além disso, era uma opção de tratamento segura e bem tolerada, melhorando uma proporção mais ampla de pacientes do que as opções farmacêuticas atuais.
6Zucker e outros (2017)A sensibilidade à dor provocada por pressão está associada à resposta analgésica diferencial ao verum e à acupuntura simulada na fibromialgiaPubMEdEstudo de coorteOs achados sugerem que a eficácia da acupuntura na fibromialgia pode estar subestimada e um tratamento mais personalizado para a fibromialgia também pode ser possível.
Fonte: Autor, 2020

DISCUSSÃO

Para alcançar o objetivo proposto correlacionou-se artigos de cunho clínico que analisava o efeito da acupuntura em pacientes com fibromialgia. O primeiro estudo apontado no item 1 da tabela 1 foi o de Silva (2017), que investigou 2 pacientes com fibromialgia, os quais foram a 10 sessões de acupuntura com dosagem sérica de serotonina. Cada sessão teve duração de 30 minutos, os pacientes ficaram em decúbito dorsal. Os acupontos estimulados durante as sessões seguiram a seguinte sequencia: B62, R6, IG4, E36, F3, IG11, VB34, R3, P7 e ID3, sendo que os pontos IG4, E36, F3, IG11, VB34 e R3.

Os resultados obtidos no estudo de realizado por Silva (2017) foram satisfatórios porque o tratamento, de acordo com relatos dos investigados, influenciou a capacidade funcional, quantidade de dias em que se sentiu bem, diminuição de sintomas como dificuldade de trabalhar, dor, cansaço, sono não reparador, rigidez, ansiedade e depressão, favorecendo assim uma melhora da qualidade de vida dos pacientes, esse melhora foi vista nessas primeiras 10 sessões.

Outro estudo encontrado foi o do Taw (2016), apontado no item 2 da tabela 1, que realizou um estudo de caso com uma nova abordagem terapêutica. No estudo, uma mulher com 54 anos, diagnosticas com fibromialgia. Inicialmente, a mulher recebeu tratamento farmacológico para ajudar a controlar os sintomas da fibromialgia. Infelizmente, a paciente demostrou hipersensibilidade aos agentes farmacêuticos a levou a evitar o uso de outros medicamentos para a fibromialgia e a adotar uma abordagem holística que incorporou terapias mais naturais. Assim, a mulher começou um tratamento com uma combinação de injeções no ponto de gatilho e acupuntura realizada semanalmente por 8 visitas.

No decurso de seus tratamentos, a paciente apresentou melhora significativa na qualidade do sono, juntamente com diminuição da dor, fadiga e tontura. Além disso, conseguiu trabalhar em período integral como analista de negócios, exercitar-se, viajar regularmente e retomar seu estilo de vida ativo. Em uma visita recente à clínica, quatro anos após o início do tratamento, ela relatou ser capaz de manter o nível de atividade desejado e estava recebendo tratamentos de manutenção regulares uma ou duas vezes por mês (TAW; HENRY, 2016).

Já no estudo de Stall et al (2015), apontado no item 3 da tabela 1, realizou-se uma comparação entre 2 métodos, o Rolfing e a acupuntura, com 60 pacientes devidamente diagnosticados com FM, com idade acima de 18 anos, e que não haviam sido previamente tratados com o método de Rolfing ou acupuntura até um ano antes do tratamento. Todos eles mantiveram tratamento ambulatorial de rotina anterior.

No estudo de Stall et al (2015), os pacientes foram divididos em 3 grupos. O primeiro grupo foram submetidos a 10 sessões de acupuntura com duração de 20 e foram dezoito agulhas nos pontos Bl 10, LI 17, GB 21, SI 13, Ki 25, LI 11, Bl 53, Bl 36 e Sp 10. O segundo grupo foram submetidos a 10 sessões do método Rolfing que duraram 30 minutos cada em áreas específicas do corpo e na reeducação dos movimentos. O terceiro e último grupo foi submetido a 10 sessões de Rolfing, associadas a 10 sessões de acupuntura no mesmo dia. Os autores concluíram que o melhor resultado, após três meses de tratamento foi no terceiro grupo especialmente quando se refere à melhora da intensidade da dor, aspectos afetivos, como ansiedade e depressão, e melhora da Qualidade de Vida (QV).

Na pesquisa de Stival et al (2014), apontado no item 4 da tabela 1, foram selecionados 36 pacientes devidamente diagnosticado com fibromialgia, 21 deles foram submetidos a tratamento de acupuntura, no qual respeitou-se cuidadosamente e de forma precisa a localização anatômica descrita na Medicina Tradicional Chinesa (MTC). Contudo, no outro grupo com 15 pacientes foi realizado a acupuntura sham, que nada mais é do que um agulhamento placebo. Pelos resultados obtidos, pode-se afirmar que a acupuntura, aplicada aos moldes da MTC, possui efeito importante na redução imediata da dor em pacientes com história de fibromialgia quando comparada aos efeitos da acupuntura simulada ou placebo.

Mist e Jones (2018) também realizaram um estudo sobre o efeito da acupuntura no tratamento da fibromialgia, apontado no item 5 da tabela 1. Nesse estudo um total de 30 participantes foram randomizados para os dois grupos, sendo 16 no grupo de acupuntura do grupo e 14 no grupo de educação do grupo. O protocolo de educação em grupo envolveu um processo educacional facilitado. Os participantes tiveram uma discussão em grupo sobre fibromialgia com foco no entendimento atual da etiologia, demografia e opções de tratamento farmacológico e não farmacológico da fibromialgia. A acupuntura em grupo, recebeu uma sessão de acupuntura duas vezes por semana, usando o estilo de diagnóstico da Medicina Tradicional Chinesa, cada um com duração aproximada de 40 minutos. Em conclusão, o estudo forneceu evidências preliminares de que a acupuntura baseada no diagnóstico do grupo MTC melhora os impactos negativos da fibromialgia, dor e fadiga.

Na pesquisa de Zucker et al (2017), apontado no item 5 da tabela 1, com 114 pacientes com fibromialgia receberam teste inicial de dor por pressão e foram randomizados para acupuntura verum (N = 59) ou simulada (N = 55). Os participantes receberam tratamentos de uma vez por semana a três vezes por semana, aumentando em blocos de três semanas para um total de 18 tratamentos. Os participantes que apresentaram limiares de pressão de dor mais elevados apresentaram maior redução na dor clínica após a acupuntura verum,51enquanto os participantes que apresentaram limiares de pressão de dor mais baixos apresentaram melhor resposta analgésica à acupuntura simulada. Além disso, pacientes com limiares de dor com pressão mais baixa exacerbaram a dor clínica após a acupuntura verum. Relações semelhantes foram observadas quanto à sensibilidade ao agulhamento de acupuntura. Ou seja, a sensibilidade à dor à pressão pode ser usada para ajudar a prever diferencialmente a resposta do tratamento à acupuntura simulada e à verum.

O resultado medido nos seis estudos que analisou o alívio da dor na fibromialgia com base na realização de sessões de acupuntura em paciente demostrou as pessoas tiveram um alivio da dor, mesmo em estudos que foram realizados concluídos com poucas sessões. Então, a acupuntura pode ser considerada um tratamento eficaz no alivio da dor da FM e os resultados pode ser visto logo no início do tratamento.

Uma estudo bem interessante foi o Taw (2016) que destacou como uma paciente consegue manter seu estilo de vida na normalidade com o tratamento da acupuntura, e isso foi uma conquista de 5 anos de tratamento, mas a paciente considera-se satisfeita.

Mas, os demais estudo são limitados, porque foram estudo que realizaram no máximo 10 sessões de acupuntura, mas vale destacar que todos evidenciaram que os pacientes tiverem alivio da dor. Portanto, torna-se necessário realizar novas pesquisa que filtrem método, etiologia, sexo, tratamento específicos direcionados a localidades especificas de dor e outras que tornem o tratamento mais preciso, segura e rápido.

CONCLUSÃO

O presente trabalho teve por objetivo compreender o efeito da acupuntura no tratamento da dor crônica da fibromialgia. Para chegar ao intuito foi necessário realizar uma revisão sistemática que investigavam o tema proposto.

Como destacado ao longo da pesquisa a fibromialgia é um distúrbio que ainda tem muito a ser aprendido e muitos obstáculos a serem superados antes que os pacientes possam ser tratados adequadamente. A acupuntura pode ser uma alternativa no tratamento de FM ou utilizado como uma terapia de combinação com o tratamento da droga para melhoraria da qualidade de vida desses pacientes.

Após avaliar todos os seis ensaios clínicos, é evidente que os estudos mostraram melhora no alívio da fibromialgia como resultado do uso de acupuntura e também de outros métodos farmacológicos ou não. Embora tenha sido demonstrada melhora, o número exato de sessões de acupuntura o necessário para aliviar a fibromialgia permanece incerto, pois os estudos tiveram quantidades variadas.

Por isso estudo futuros clínicos são necessários para fortalecer evidencias para apoiar o uso da acupuntura na fibromialgia. Além disso, estudos futuros são necessários para determinar se a acupuntura é mais eficaz em determinadas etnias ou faixas etárias do que em outras.

Ao final todos os objetivos foram alcançados porque esta pesquisa conseguiu demostrar a eficiência da acupuntura no alivio da dor crônica da fibromialgia, e essa informações são relevantes porque traz aos pacientes esse método não farmacológico, e também destaca aos profissionais de fisioterapia a ampla gama que o tratamento de acupuntura pode ter.

REFERÊNCIAS

ARNOLD, Lesley M.; GEBKE, Kevin B.; CHOY, E. H. S. Fibromyalgia: management strategies for primary care providers. International journal of clinical practice, v. 70, n. 2, p. 99-112, 2016.

CAMPOS, Josemberg Marins. Manual Prático de Pesquisa Científica. Thieme Revinter Publicações LTDA, 2019.

GIAMBERARDINO, Maria Adele et al. Impact of migraine on fibromyalgia symptoms. The journal of headache and pain, v. 17, n. 1, p. 28, 2016.

HÄUSER, Winfried et al. Fibromyalgia. Nature reviews Disease primers, v. 1, n. 1, p. 1-16, 2015.

LAO, Lixing et al. Current Indications of Acupuncture. The Medical Roundtable General Medicine Edition, 2020.

MARQUES, Amelia Pasqual et al. A prevalência de fibromialgia: atualização da revisão de literatura. Revista Brasileira de Reumatologia, v. 57, n. 4, p. 356-363, 2017.

MARTINS, Raphael Cezar Carvalho; SILVEIRA, Nayara Cristina. Eficácia Da Acupuntura Para O Tratamento Da Fibromialgia: uma revisão sistemática. Psicologia e Saúde em debate, v. 4, n. 1, p. 85-105, 2018.

MIST, Scott D.; JONES, Kim Dupree. Randomized controlled trial of acupuncture for women with fibromyalgia: group acupuncture with traditional chinese medicine diagnosis-based point selection. Pain Medicine, v. 19, n. 9, p. 1862-1871, 2018.

OLIVEIRA, Daniel Vicentini de et al. Association of the practice of physical activity and of health status on the quality of life of women with fibromyalgia. Journal of Physical Education, v. 30, 2019.

SILVA, Fernando Rodrigues da. A utilização da acupuntura no tratamento da fibromialgia relacionando com a qualidade de vida e a dosagem sérica de serotonina. Fisioterapia Brasil, v. 12, n. 4, p. 298-302, 2017.

STALL, Paula et al. Efeitos do método Rolfing® de integração estrutural e da acupuntura na fibromialgia. Revista Dor, v. 16, n. 2, p. 96-101, 2015.

STIVAL, Rebecca Saray Marchesini et al. Acupuntura na fibromialgia: um estudo randomizado-controlado abordando a resposta imediata da dor. Revista Brasileira de Reumatologia, v. 54, n. 6, p. 431-436, 2014.

TAW, Lawrence B.; HENRY, Eve. Acupuncture and Trigger Point Injections for Fibromyalgia: East-West Medicine Case Report. Altern Ther Health Med, v. 22, n. 1, p. 58-61, 2016.

ZUCKER, Noah A. et al. Evoked pressure pain sensitivity is associated with differential analgesic response to verum and sham acupuncture in fibromyalgia. Pain Medicine, v. 18, n. 8, p. 1582-1592, 2017.

1 O tratamento simulado delineado para proporcionar às pacientes uma experiência que fosse a mais próxima possível da acupuntura “real”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.