Novos tempos para a Fisioterapia no Brasil

Como é sabido por praticamente todos os Fisioterapeutas, em dezembro entrou em vigor o Referencial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos (RNPF), criado para dar ao Fisioterapeuta brasileiro o mínimo de dignidade no quesito remuneração e os novos contratos já terão que estar adequados, quanto aos antigos, estes têm um ano para se adequar.

Aqui o nosso CREFITO 1, na pessoa do Dr. Silano Barros, tomou as rédeas e desde então tem lutado com todos os Fisioterapeutas de sua jurisdição para que a Resolução Normativa n. 363/2014, resolução que trata do Referencial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos, e Resolução COFFITO n. 428/2013, seja respeitada e a profissão Fisioterapeuta seja tratada da forma digna que é e merece ser tratada.

Aqui em Alagoas, nós Fisioterapeutas, atenderemos normalmente até o dia 13 de julho. Se as operadores de saúde não se adequarem a esta exigência todos os prestadores serão obrigados a suspender os atendimentos até a regularização.

E todos nós assumimos na última terça-feira, 09 de junho de 2015, o compromisso fazer a Legislação e nosso Código de Ética vigorar, mesmo que a gente sofra perdas, fato que naturalmente acontecerá.

Enfim um novo tempo para a Fisioterapia já surgiu com a criação do RNPF veio para dar a todos os profissionais o mínimo de dignidade.

E sabe aquela história do colega lá que cobra R$ 5 e o convênio querer pagar R$ 7? O RNPF veio para finalmente dar um basta nesta história e como é a nível nacional, todos nós seremos beneficiados.

Vista a camisa e valorize o RNFP, ele é seu, é nosso.

Um abraço e até a próxima,

 

300Amanda-damasceno

Dra. Amanda Damasceno Soares

Fisioterapeuta Acupunturista

Consultora em Ergonomia

Colunista da Revista NovaFisio

Blogueira e editora do blog: Coisas de Fisioterapia

Fanpage: Coisas de Fisioterapia Dra. Amanda Fisioterapeuta.

Dr. Silano

Reunião do dia 09 de junho de 2015.

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

1 comentário em “Novos tempos para a Fisioterapia no Brasil”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.