Neymar deixou o Hospital São Carlos, em Fortaleza, por volta das 21h30m para se juntar ao resto da delegação brasileira

http://oglobo.globo.com/esportes/copa-2014/neymar-sofre-fratura-na-coluna-esta-fora-da-copa-do-mundo-13141437

FORTALEZA — O atacante Neymar está fora da Copa do Mundo, vítima de uma entrada violenta do lateral-direito colombiano Zuñiga, no final do jogo em que o Brasil derrotou a Colômbia por 2 a 1, no Castelão, em Fortaleza, e se classificou à semifinal contra a Alemanha. O camisa 10 do Brasil fraturou a terceira vértebra da coluna, na região lombar, depois de ser atingido por uma joelhada nas costas aos 41 minutos do 2º tempo. O árbitro espanhol Carlos Velasco Carballo sequer marcou falta na jogada em que o lateral-direito Zúñiga atingiu Neymar.

— Ele fez um exame de tomografia que constatou fratura na terceira vértebra na região lombar, de risco 1. Não é uma fratura grave, mas limita os movimentos. Essa lesão não tem necessidade de cirurgia, mas ele não vai ter mais condições de jogar (na Copa) — disse o médico Rodrigo Lasmar, que estimou que o atacante vá usar uma cinta por um período de duas semanas.

O atacante deixou o Hospital São Carlos por volta das 21h30m para se juntar ao resto da delegação brasileira. A seleção embarca hoje para o Rio, de onde vai seguir para a Granja Comary, em Teresópolis. Ao lado do médico José Luiz Runco, Neymar chegou ao hospital às 19h20m. Por volta das 20h30m, saiu o resultado do exame que indicou que o atacante está fora do Mundial.

Lasmar explicou que este é o primeiro diagnóstico e, por isso, não é possível dizer quando o jogador poderá atuar novamente. A estimativa é de quatro a seis semanas. Neymar fará novos exames:

— É importante lembrar que não tem desvio na fratura. O tempo exato (para voltar a jogar) pode ser quatro a seis semanas, mas ainda é cedo para confirmar isso. Vamos aguardar outros exames. Este é o primeiro diagnóstico que tivemos. Incialmente, sabemos que ele não vai ter condições de jogo — disse.

Durante a entrevista coletiva, antes mesmo de saber o resultado do exame, o técnico Felipão reclamou da entrada dura do colombiano Zuñiga.

— E aí eu pergunto: nem cartão amarelo? O Thiago (Silva) passou na frente do goleiro e levou cartão. Todo mundo acha que só os jogadores da Alemanha são caçados, e o Neymar não.

O atacante Fred foi avisado da notícia por um jornalista e demonstrou espanto:

— Sério? O Neymar trabalhou tanto para estar com a gente. A importância dele aqui com a gente era muito grande. Mais, o importante agora é que ‘Neymar vamos fazer de tudo para trazer o que você queria e vamos estar ao seu lado para segurar nesse momento de tristeza — disse, emocionado.

Com os olhos marejados, David Luiz se emocionou bastante ao comentar a ausência de Neymar da Copa.

— Triste. Fico até sem reação, sem palavras. É um menino que lutou e sonhou muito para estar em uma Copa do Mundo, que só traz brilho e magia ao futebol e de repente está fora por um lance que a defesa poderia ter evitado. Agora é seguir, ajudá-lo, confortar o coração dele, dos familiares, de todo o Brasil.

O goleiro Júlio César foi outro a lamentar.

— É uma tristeza enorme. A gente sabe quanto o Ney queria brilhar nessa Copa, o quanto ele se sente feliz levando alegria para o povo brasileiro.

ZUÑIGA SE DEFENDE

O colombiano Zuñiga, que lesionou Neymar, explicou que não teve maldade na jogada.

— Para mim, foi um lance normal – disse.

O lateral-direito é companheiro de Henrique, zagueiro reserva do Brasil, no Napoli, da Itália. O jogador cometeu apenas quatro faltas nos quatro jogos em que atuou na Copa.

A imagem de Neymar sendo retirado do Castelão na maca após ser atingido na coluna por Zúñiga ganhou as manchetes de sites jornalísticos pelo mundo. Os principais jornais da Alemanha, adversária do Brasil na semifinal, estamparam em letras garrafais a notícia em suas edições online.