MP-PI dá 30 dias para Prefeitura resolver falta de fisioterapeutas no HUT

Fonte: http://www.portalodia.com

Os problemas provocados pela ausência de fisioterapeutas no Hospital de Urgências de Teresina Professor Zenon Rocha (HUT) foram tratados durante audiência pública realizada na última sexta-feira (14) pelo Ministério Público do Estado.

Conforme apurado pelo MP-PI, a ausência destes profissionais está prejudicando o tratamento de pacientes do hospital.

O problema teria ocorrido devido à suspensão do convênio entre a Fundação Municipal de Saúde e faculdades particulares da capital, que disponibilizavam profissionais como prestadores de serviço ao HUT.

De acordo com a promotora Karla Daniela, da 12ª Promotoria de Justiça, que conduziu a audiência, o MP-PI encaminhará recomendação ao presidente da Fundação Municipal de Saúde, Silvio Mendes, para que as irregularidades apresentadas no HUT sejam resolvidas em até 30 dias.

Entre as recomendações está a nomeação de novos fisioterapeutas que foram aprovados e classificados no último concurso público.

O presidente do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito14), Marcelino Martins, apresentou relatório sobre a situação do HUT, bem como o serviço de Fisioterapia e a quantidade de profissionais necessária para suprir a demanda em cada setor do hospital.

“A situação é de calamidade pública. Se os gestores responsáveis não resolverem, esse descaso será resolvido na Justiça, com as devidas responsabilidades cível e criminal. Pacientes podem vir a óbito em razão da falta de profissionais”, diz Marcelino.

Entre os presentes na audiência pública, estavam o diretor geral do HUT, Gilberto Albuquerque; a vice-presidente do Sindicato dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais do Piauí (SINFITO-PI), Auriane Coutinho; a advogada Orlandina Lima, representante da Comissão de Saúde da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí (OAB-PI); e o vereador Dr. Lázaro (PPS), que representou a comissão de saúde da Câmara Municipal de Teresina.

Por: Cícero Portela

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.