Método McKenzie traz alternativa no tratamento de dores

Uma forma de tratamento para as dores na coluna sem medicação, calor, gelo, ultrasom, agulhas ou cirurgia. Esta é a proposta do Método McKenzie, ou DTM (Diagnóstico e Terapia Mecânica), técnica desenvolvida pelo cientista neozelandês Robin McKenzie que vem ganhando adeptos em todo o mundo. Em Curitiba, a Clínica Artro, especializada em Ortopedia, conta desde o começo do ano com uma fisioterapeuta credenciada na técnica, Aline Barbosa. Como ela informa, os resultados vêm sendo muito bons.

A maioria das dores músculo-esqueléticas é de origem “mecânica”, ou seja, é provocada por uma posição ou um movimento aplicado nos músculos e articulações. A filosofia básica do Método McKenzie é que a posição ou movimento inverso pode abolir a dor e restaurar a função, explica Aline, que desde 2011 atua na Artro.

Depois de uma cuidadosa avaliação, que leva em conta as dores e também a postura geral da pessoa, é prescrita uma série de exercícios. Eles são praticados inicialmente no consultório. Depois, o paciente realiza por conta própria, em sua casa ou no trabalho, sem o auxílio de equipamentos específicos. “Este fator é um outro importante diferencial desta técnica”, explica a fisioterapeuta. “O paciente aprende a origem da lesão, a importância de cada movimento e o movimento ideal para buscar o resultado”.

“Outro fator a destacar é a resposta rápida dos pacientes”, acrescenta Aline. “A técnica alcança um bom resultado de maneira segura, tanto para casos mais comuns como dores na coluna como outros mais severos, além de funcionar também para situações de dor aguda”.

O tratamento conta com dois segmentos. Um deles é o educacional, que faz o paciente compreender o problema e o papel do movimento na reabilitação. O outro é a terapia mecânica ativa, isto é, a prescrição de exercícios individualizados prescritos pelo fisioterapeuta. Tudo após uma avaliação cuidadosa, que busca entender origens da dor e postura de cada pessoa.

Neste sentido, a educação sobre os movimentos é a chave para um tratamento de sucesso, conta a fisioterapeuta. “É essencial não apenas o tratamento da dor, mas compreender a origem dela e combatê-la, aliando os movimentos propostos com correções posturais e adaptações ao dia-a-dia. Estas têm a fundamental importância de impedir que o problema, e a dor causada, retornem”, explica.

A difusão da técnica é relativamente nova – em Curitiba existem apenas dois profissionais oficialmente certificados pelo Instituto McKenzie do Brasil. Este órgão brasileiro, sediado em Belo Horizonte, por sua vez é filiado ao órgão mundial criado pelo sistematizador da técnica, o neozelandês Robin Mackenzie. Entretanto, os bons resultados vêm conquistando cada vez mais seguidores.

Clínica Artro – www.clinicaartro.com.br

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

3 comentários em “Método McKenzie traz alternativa no tratamento de dores”

  1. vera elisabet rosler

    Uso esse método sempre em todos os tratamentos de dores na coluna,desde que fiz o curso. É prático e muito eficiente. O pac.faz poucas sessões e aprende o autotratamento.Foi o melhor investimento que fiz.

    1. É verdade, foto meramente ilustrativa. Trabalhamos com vários profissionais aqui, programadores visual, designers e as vezes não são fisioterapeutas e ilustram com imagens que já temos em nosso banco de dados.
      Finge que a foto é McKenzie enquanto procuro outra para substituir. Valeuuuuuu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.