Lesões por esforços repetitivos são consideradas uma das causas mais comuns de afastamento no trabalho; saiba como evitar

Considera uma das causas mais comuns de afastamento do trabalho, segundo o INSS, as Lesões por Esforços Repetitivos (LER) ocorrem especialmente em pessoas que realizam a mesma atividade em excesso como digitação, crochê, tocar piano ou dirigir. As LER está inserida dentro da gama de distúrbios musculoesqueléticos conhecidos como transtornos traumáticos cumulativos, que acometem trabalhadores dos mais diversos grupos ocupacionais.

Mas engana-se quem pensa que a LER só acontece por conta de problemas no trabalho, a fisioterapeuta Lia Carvalho reforça que outros itens podem acarretar no aparecimento desses problemas, como má postura, estresse e condições desfavoráveis de trabalho. “Não há uma causa especifica para esse problema surgir, temos que avaliar também as condições afetivas e sensoriais do ambiente de trabalho para entender no que se deu a LER”, disse.

O grande problema, de acordo com a fisioterapeuta, é que normalmente as pessoas só buscam ajuda quando a lesão já está instalada de forma crônica o que dificulta o processo de tratamento. “As doenças enquadráveis em LER/DORT podem ser controladas se diagnosticadas no início e tratadas adequadamente, ou até mesmo podem ser evitadas se seguirmos algumas dicas básicas: mantenha sempre uma postura apropriada durante o horário de trabalho, faça alongamentos periodicamente, faça pausas durante o trabalho, respeite seu limite biomecânico e busque um estilo de vida adequado”, reforça Lia Carvalho. 

Fonte: https://jmonline.com.br

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.