Dr. Leandro Miranda de Azeredo

Quem é o que fez e faz pela fisioterapia |

Mais conhecido como Leandro Azeredo, sou especialista em fisioterapia respiratória pela ASSOBRAFIR (2000), em geriatria e gerontologia pela UFF (2007) e mestre em ciências médicas pela UERJ (2009). Trabalhei durante 15 anos no CTI do HCN/AMIL onde desenvolvemos muitos trabalhos de pesquisa, publicações e participação em congressos nacionais e internacionais. Atualmente exerço a minha especialidade no CTI do Hospital da PM, em Niterói, como oficial do quadro de saúde. Como docente, ensinei fisioterapia respiratória, terapia intensiva e saúde do idoso na UNIPLI por 12 anos, coordenei um curso de extensão em formação de fisioterapia para terapia intensiva durante 12 anos, atuei como coordenador da faculdade de fisioterapia da Unibennet e Redentor, além de diretor da FacRedentor. Atualmente dou aula em diversas especializações e coordeno um projeto de educação profissional e intercâmbios internacionais, o IACES Brasil.
Preocupado com as questões profissionais, fui atuante nos órgãos de classe, inicialmente representando o núcleo do Crefito-2 na cidade de Niterói, presidente da Assobrafir Regional RJ e, no momento, presidente da AFERJ, onde temos realizados muitos eventos, reuniões científicas, jornadas acadêmicas e congressos. Facilmente sou encontrado no email azeredo.lm@gmail.com ou no facebook.


Qual ano e em qual faculdade que se formou?
Me formei em 1995, na Escola Superior de Ensino Helena Antipoff (ESEHA), mais conhecida como Faculdade Pestalozzi, um lugar inesquecível. Niterói – RJ.

Qual foi a melhor coisa que fez na vida?
Indubitavelmente foi um investimento que fiz na graduação, não me custou nada, mas ainda colho seus frutos, que foi ter sonhos, cultivá-los como objetivos e tê-los como meta… Focar na carreira, na formação acadêmica, na qualidade dos cursos, dos títulos, nos lugares que trabalhei, nos concursos que fiz, nas parcerias profissionais, contribuir para profissão participando dos órgãos da classe e focar na remuneração necessária e desejada. Acreditar, focar e realizar fez e ainda faz toda diferença em minha vida profissional.

Qual foi a pior coisa que fez na vida?
Esperar demais para decidir e acreditar em algumas pessoas.

O que você mais gosta na profissão?
São muitos fatores que nos fazem acreditar na fisioterapia, na sua atualidade e no seu futuro. Por ser uma profissão preocupada com a funcionalidade do corpo humano, com os seus movimentos normais, utiliza recursos não invasivos, sustentáveis, não poluentes, diferenciando-se pelo uso científico do exercício terapêutico de forma profilática, analgésica e curativa, sendo indispensáveis no diagnóstico funcional e nos tratamentos aplicados na atenção primária, secundária e terciaria da saúde.

O que você odeia na profissão?
A expressão odiar é forte, mas certamente o individualismo, a falta de consciência coletiva da categoria e a falta de união em torno das causas comuns a todos os fisioterapeutas.

Que qualidade mais admira nos profissionais que te cercam?
A consciência e dedicação pela profissão.

Que qualidade mais detesta nos profissionais que te cercam?
A capacidade que alguns têm de criticar sem participar!

Qual sua maior virtude?
Acreditar em um futuro de sucesso para todos.

Qual seu pior defeito?
Às vezes acreditar nas pessoas erradas.

Se pudesse mudar algo, o que seria?
A consciência coletiva.

Qual maior mentira já contou?
Não costumo mentir, mas fui para uma reunião com fisioterapeutas norteamericanos e tive que demonstrar que estava entendendo tudo…rs.

Qual fato foi o mais cômico?
Uma colega ter me confundido com o Papa da Fisioterapia Respiratória Brasileira, o Prof Carlos Alberto Caetano Azeredo, só por causa do mesmo sobrenome, vi que foi uma decepção para ela quando soube que eu não era ele…rsrs.

Qual seu maior arrependimento?
Não ter feito fisioterapia antes.

Qual dica daria aos colegas?
Que tenham sonhos, acreditem e se movimentem em direção a eles.

Qual objeto de desejo?
No momento meu maior objeto de desejo é ter tempo para realizar o doutorado.

Qual sua aquisição mais recente?
Foi o convite esse ano para Diretor de Projetos do IACES Brasil, uma empresa com parceria na Espanha voltada para Educação Profissional e Intercâmbios Internacionais, destinada a qualificar fisioterapeutas no que há de mais moderno em nosso universo.

Qual seu maior sonho?
Ver a consolidação da Fisioterapia Brasileira, com a maioria de seus profissionais cientificamente atualizados e com seus espaços garantidos para o adequado atendimento ao usuário da saúde pública, complementar e privada.

Qual seu maior pesadelo?
Que o fisioterapeuta não mostre para que veio e que a fisioterapia não consiga se organizar como um profissão de sucesso.

Que talento mais gostaria de ter?
Além de ser mágico, para mudar a realidade num passe de mágica, rsrs, ter a habilidade necessária para fazer os fisioterapeutas acreditarem em si mesmos, na fisioterapia como profissão organizada e no que cada um pode fazer para conquista de nosso espaço e direitos.

Se não fosse fisioterapeuta gostaria de ser o que?
Bem, acho que fisioterapeuta, rsrs, pois ao pensar na natureza e nas características atuais de nossa profissão, me identifico muito com sua proposta e momento de consolidação.

E qual profissão jamais queria ter?
Penso que as jurídicas, pois são aquelas que você é obrigado a seguir e cumprir com a legislação, não a criação, desenvolvimento e conquista, pois as mudanças ocorrem muito lentamente…

Diga um desafio?
Criar uma agenda única da fisioterapia no Rio de Janeiro e no Brasil, a fim de reunir as necessidades e propostas que podem tornar a Fisioterapia Brasileira mais reconhecida, qualificada e melhor
remunerada.

Quer fazer alguma divulgação?
Temos que divulgar sempre a fisioterapia, o nosso trabalho e seu benefício para sociedade. Hoje estou envolvido em 2 grandes projetos, o da educação profissional em nosso Estado, com muitos
eventos gratuitos pela AFERJ, e o de atualização e intercâmbios internacionais pelo IACES Brasil, de baixo custo, para que todos possam fazer informando-se no site www.iacesbrasil.com
azeredo.lm@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.