João Zanuchi: fisioterapia leva esperança às pessoas

Fisioterapeuta, chegou o Fisio.app | Aplicativo para fisioterapeutas. Baixe agora mesmo em www.fisio.app,

Durante a pandemia, dores na coluna por Home Office têm aumentado.

Fisioterapeutas podem ajudar as pessoas a se tornarem saudáveis, aptas e ativas para a sociedade, independentemente das suas limitações físicas ou fase da vida. Esta é o pensamento que milhares de fisioterapeutas estão mandando no Dia Mundial da Fisioterapia que é celebrado neste mês, 8 de setembro.

João Zanuchi é fisioterapeuta há 12 anos, e contou a reportagem do JTV como começou sua carreira ajudando pessoas e como essa profissão é capaz de mudar as pessoas tanto por fora como por dentro. Formado em 2008 pela Faculdade Metropolitana de Campinas, o médico fisioterapeuta também é pós-graduado em Osteopatia pela ‘Escuela de osteopatia de Madrid’.

João trabalha atualmente na clínica de fisioterapia Zanuchi na área de reabilitação ortopédica e também possui um consultório no mesmo prédio que atua como fisioterapeuta na área de terapia manual.

Sua carreira teve inicio em 2004, ao ingressar no curso de fisioterapia onde fez estágio na época. João conta que ser fisioterapeuta sempre foi uma vontade, “Sempre quis seguir na profissão, alías meu pai Milton Zanuchi também é fisioterapeuta, foi da turma de 1976 na PUC-Campinas, sempre o tive como exemplo da minha vida e naturalmente segui seus passos”, nos conta Zanuchi.

Em seu dia a dia João divide seus atendimentos por áreas que atua, pela manhã atende a parte de fisioterapia ortopédica na clínica. Já pela tarde atende paciente domiciliares e por fim, ao final da tarde atende em seu consultório com terapia manual.

“Me sinto realizado profundamente, porém sempre estou buscando me aprofundar nos estudos, como estou no momento cursando Osteopatia, que é um curso de alto nível, tudo isso para proporcionar um melhor atendimento aos clientes. A fisioterapia agrega esperança para pessoas, seja ela acamada ou com dores, proporcionando saúde e uma qualidade de vida diária, respeitável e digna”, completa João ao falar da sua profissão.

Como toda profissão existe também algumas coisas que poderiam ser melhores, “Acho que os obstáculos seriam mais pelos convênios médicos, que obrigam nós, fisioterapeutas, a atendermos somente diante de um pedido médico, sendo que somos uma profissão independente e isso não faz muito sentido”, explica o médico fisioterapeuta.

Com uma profissão tão nobre, ajudar as pessoas trás muitos benefícios para quem atua, “O ponto positivo é poder trazer o sorriso de volta a pessoa, mostrar pra ela que o seu corpo é capaz de se curar com os estímulos certos e uma qualidade melhor de vida. Isso é muito gratificante”, diz João.

Apesar dos ganhos, todo caminho deve ser trilhado com sabedoria e informação, ainda mais em áreas da saúde, “Acho que atualmente a base do curso é muito fraca, lógico que como toda profissão, temos que estar sempre nos atualizando, para um melhor atendimento, mas a nossa área é muito ampla, e exige uma boa base de anatomia, fisiologia e neurofisiologia, mas o nosso Conselho de Fisioterapia (CREFITO) está sempre melhorando nosso curso”, completa Zanuchi.

Durante a pandemia, atendimentos relacionados á saúde não podem parar e dores podem aumentar, “Na nossa área (saúde), durante o isolamento social, não mudou muito, tomamos todos os cuidados segundo a Organização Mundial da Saúde recomenda, porém os casos de dores por Home Office e tensões na coluna, aumentaram significamente”.

“A mensagem que deixo, é do pai da Osteopatia Andrew Still: Encontrar a saúde deveria ser o objetivo dos profissionais de saúde. Qualquer um consegue achar a doença. Ou seja, temos que tratar e manter a saúde de nossos pacientes é nisto que me baseio para ser um melhor fisioterapeuta”, nós do JTV parabenizamos todos os profissionais da área da fisioterapia pelo seu Dia. 

Fonte: https://www.jtv.com.br/valinhos/joao-zanuchi-fisioterapia-leva-esperanca-as-pessoas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.