Jô Soares agradece as quatro fisioterapeutas

Fonte: http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2014/09/jo-soares-volta-gravar-programa-apos-ficar-internado-com-pneumonia.html

Jô Soares volta a gravar programa após ficar internado com pneumonia

Jô Soares voltou a gravar nesta segunda-feira (8) o “Programa do Jô”, da TV Globo, depois de ter ficado internado por três semanas com infecção pulmonar, um tipo de pneumonia. O apresentador foi aplaudido de pé pela plateia assim que começou a gravação e brincou com os boatos que teria morrido. Disse ainda que não pretende processar quem publicou notícias falsas, justificando ter se divertido com elas.

A edição de retorno do talk show, que vai ser exibida nesta mesma segunda, tem três convidados: o cantor e ator Chay Suede, o ufólogo Chico Penteado e o historiador Marco Antonio Villa.
Jô começou seu tradicional monólogo de abertura dizendo que estava com saudades – “das luzes, do calor humano, de tudo”. Em seguida, agradeceu pelos votos de melhora: “Eu senti: ‘Poxa vale a pena morrer só para ver [o carinho]”.
“A minha internação rendeu tanto boato. Morri várias vezes”, lembrou. Ele citou inúmeras “doenças” que disseram que tinha, como “quebranto e beri-beri”. Dentre os boatos, Jô citou um que na opinião dele se destacou “pela originalidade”: “Disseram que eu tive uma parada cardíaca depois de morto. Quer dizer, virei um zumbi”. Jô, então, imitou um morto-vivo – e, como de costume, o baixista Bira gargalhou.
O apresentador também fez graça com a internação. Jô deu entrada no centro médico do hospital Sírio Libanês, na região central de São Paulo (SP), em 25 de julho e recebeu alta em 15 de agosto. De acordo com ele, as visitas que recebeu do oncologista Drauzio Varella (“meu amigo há 37 anos”) fez as pessoas especularem que a doença era “câncer generalizado”. “Quer dizer que, se o Drauzio fosse ginecologista, eu ia ter um aborto!”

joasoares2Para Jô, ficar no hospital tem as suas vantagens, afirmou. Duas delas seriam não ser assaltado nem ficar preso no trânsito. “Agora, se você estiver na UTI, muito cuidado para não deixar a TV ligada no horário eleitoral”. Ele também agradeceu aos profissionais do hospital, especialmente a suas quatro fisioterapeutas. Por fim, comentou que está de volta “cheio de amor para dar”.

Entrevistados
Um dos convidados nesta segunda-feira foi Chay Suede esteve recentemente na novela “Império”, exibida na faixa das 21h da TV Globo. Ele interpretou o protagonista, José Alfredo, na primeira fase da trama. Atualmente, o personagem é vivido pelo ator Alexandre Nero.

Em certo momento, a mãe do ator foi mostrada na plateia e “assediou” o apresentador. “Eu te adoro, Jô! Você fica um gato sem barba! Adordo homem sem barba!”, gritou. E Jô respondeu: “Estou à disposição”. Em sua participação, Chay também cantou duas músicas e foi apontado pelo entrevistador como “gerontófilo” (“homem que gosta de mulheres mais velhas”). Ele admitiu a classificação.

Já Marco Antonio Villa conversou sobre boatos. Mestre em sociologia pela Universidade de São Paulo (USP) e professor aposentado da Universidade Federal de São Carlos (UFScar), ele lembrou (falsas) histórias antigas, como a morte de Paul McCartney e uma notícia de Caetano Veloso teria Aids.
O último a entrar em cena foi o professor de inglês Chico Penteado, que se diz uma “reencarnação de um extraterrestre reptiliano”. Ele está lançando o livro “As conversas cósmicas de Ed”.
Antes da internação, Jô Soares, de 76 anos, havia voltado de férias em 14 de julho, após um mês de descanso. Desde então, passaram pelo “Programa do Jô” os ex-jogadores Falcão e Júnior, que comentaram a atuação da seleção na Copa, o escritor Ruy Castro, as atrizes Sophie Charlotte e Jacqueline Bisset, o ator Juca de Oliveira e os músicos Jorge Aragão, Pitty e a banda Titãs. As entrevistas podem ser vistas no site do Programa do Jô.

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.