Imagina precisar de fisioterapia e só ter vaga depois de um ano.

Cuiabá tem fila de 1 ano para fisioterapia

ALINE ALMEIDA
Diário de Cuiabá

O Ministério Público Estadual instaurou um inquérito para investigar a suposta demora no atendimento, bem como possíveis irregularidades no agendamento de pacientes que necessitam do tratamento de fisioterapia no município de Cuiabá. O documento foi assinado no último dia 06 pelo promotor Alexandre de Matos Guedes. A espera para o atendimento chega há quase um ano.

De acordo com o documento a investigação fundamenta-se em uma denúncia junto à ouvidoria do Ministério Público. O paciente alega a longa fila para o tratamento de fisioterapia na rede municipal de saúde. “O reclamante esteve em diversas policlínicas e em outras unidades de saúde procurando tratamento de fisioterapia para seu filho sendo informado que os atendimentos estariam sendo agendados para julho de 2018 em razão da falta de funcionários e a alta demanda”, confirma denúncia.

Conforme apurou o Ministério Público a fila para fisioterapia “livre demanda”, ou seja, casos com encaminhamentos, o atendimento está sendo agendando para setembro de 2018. Os casos de “urgência e emergência”, situações de maior complexidade como pós-operatório e AVC para janeiro, porém, não há agenda disponível. “As irregularidades acima destacadas representam potenciais prejuízos à coletividade, sendo que as mesmas podem configurar, eventualmente, lesão ao direito fundamental à saúde (…),ensejando portanto, a apuração dos fatos e a propositura de medidas eventualmente necessárias à solução de qualquer problema constatado”, confirma o promotor Alexandre de Matos Guedes.

Atualmente mais de 20 fisioterapeutas prestam o serviço de saúde em Cuiabá. Os serviços de Fisioterapia na rede municipal de Cuiabá são realizados nas Unidades Descentralizadas de Reabilitação (UDRs). Essas unidades contam com equipe multiprofissional nas áreas de fisioterapia, fonoaudiologia e psicologia.

As referidas unidades estão localizadas nas Policlínicas do Coxipó, Pascoal Ramos, Planalto e Verdão. O atendimento é de segunda à sexta feira, no horário das 07h às 18h. O agendamento é realizado pela recepção do ambulatório da policlínica mais próxima da residência do usuário, pois os serviços funcionam segundo base territorial.

Para o próximo ano, estão previstas as seguintes ações: aquisição de novos aparelhos para as unidades; reforma da UDR do Pascoal Ramos; capacitação dos profissionais de reabilitação da Secretaria Municipal de Saúde sobre Código Internacional de Funcionalidade (CIF), que será realizada na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.