O valor da hora de um Fisioterapeuta

O cálculo da hora do Fisioterapeuta Empresário é feito como de qualquer outro prestador de serviços. Embora existam muitas formas de PRECIFICAÇÃO, abordarei nesse artigo uma fórmula simples para guiar o profissional, ou empresário, em cima do valor mínimo que esse deve praticar. Isso não levará em conta o seu know-how, impostos gerados ou qualquer outra forma de “valor agregado”.

O cálculo do valor mínimo será aplicado a partir do do conhecimento dos INVESTIMENTOS PRÉ-OPERACIONAIS, INVESTIMENTOS FIXOS e dos CUSTOS FIXOS que o profissional precisou ter para exercer sua atividade laboral.

Os INVESTIMENTOS PRÉ-OPERACIONAIS + INVESTIMENTOS FIXOS são aqueles em que o profissional precisa fazer preparando a sua plataforma de atendimento, ou seja, tais custos foram realizados antes do desse realizar qualquer tipo de procedimento. Alguns exemplos:

* Reformas
* Legalização
* Taxas
* Registros da empresa
* Projetos
* Máquinas
* Equipamentos
* Acessórios

Imaginemos que você gastou com todos esses ítens R$ 24000,00(vinte e quatro mil reais), e pretende ter esse dinheiro retornando em 2 anos. O primeiro cálculo a ser feito é que se esse valor fosse aplicado, em poupança com um juros de 0,5% ao mês, você teria no final de 2 anos: R$ 27051,83. Como você preferiu “outro investimento” diremos que você estará investindo R$ 1127,16 por mês que seu negócio possa existir, estruturado e legalmente constituído.

Agora você precisará manter o seu negócio aberto e funcionando. Apresentaremos, então, os CUSTOS FIXOS. Esses, são aqueles que você terá por mês atendendo ou não clientes. Seja num consultório, clínica ou em atendimentos domiciliares, você terá tais custos. Veja alguns exemplos de CUSTOS FIXOS:

* Aluguel
* Água
* Luz
* Telefone
* Condomínio
* Salários
* Manutenção

Digamos que a soma de todos esses valores seja em torno de R$ 2000,00. A soma dos 2 valores será de R$ 3127,16.

Agora colocaremos que você estará “disponível” 8 horas por dia para o trabalho, isso por 20 dias no mês.

CUSTO DO DIA: R$ 156,35

CUSTO DA HORA: R$ 19,54

Concluindo nosso raciocínio você gastará a cada hora que passar no dia R$ 19,54 reais para ter um negócio em Fisioterapia. Por isso, não podemos simplesmente esperar que os clientes adivinhem que estamos trabalhando. É necessário o aprimoramento de outras ferramentas para que possamos fazer nosso negócio prosperar. O barateamento dessa hora poderá acontecer na REDUÇÃO dos CUSTOS FIXOS, mas, você nunca poderá oferecer um desconto maior do que o valor mínimo apresentado.

Luis Henrique Cintra Consultor de Negócios em Saúde

Blog Fisioterapeutas Empresários

Luis-Henrique-Cintra

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

24 comentários em “O valor da hora de um Fisioterapeuta”

  1. Elias Rodrigues Da Silva Neto

    Podemos até iniciar com esse valor da hora do fisioterapeuta,mas devemos agora mas do que nunca sentarmos a mesa e debatermos o assunto de todas as formas a começar pela própria classe fisioterapeuta e de já com todos universitários da área, que precisam tomar conhecimento de que esta aberta a ferida que mas doí a parte econômica.Para que juntos podemos levar o conhecimento das autoridades competentes de que os valores de todos os procedimentos devem ser visto e revisto sempre que economicamente for preciso.

    1. Ola Elias, muito obrigado por seu comentário. Atualmente várias associações de prestadores de serviços fisioterapêuticos tem sido formadas com esse propósito que você, de maneira clara, descreveu. Porém,deve haver um interesse por parte dos acadêmicos, e, daí, cobrar das coordenações palestras e cursos nesse sentindo.

      O valor acima descrito foi apenas para ilustrar os “custos fixos’, não representa o valor do serviço em si, mas ,apenas, para que o leitor entenda que existem custos básicos para o atendimento.

      Para conhecer a Referencial de Honorários do Coffito,
      acesse: http://www.coffito.org.br/site/index.php/fisioterapia/referencial-nacional-procedimentos-fisioterapeuticos.html

      Abraços

  2. Estou no último ano do curso, e gostaria de saber qual o valor ideal à ser pago pra um estagiário em clínica?

    1. Ola amigo “anônimo”, na realidade o estágio em Fisioterapia feito fora das IES não deve ser remunerado. Isso, na realidade, causa desemprego para nossa classe. Contudo, numa clínica, há muitas coisas que podem ser aprendidas em sua rotina burocrática, daí a remuneração, acredito deva ser compatível com o trabalho administrativo. Se possível, veja o artigo: https://fisioterapeutasempresarios.wordpress.com/2014/05/14/estagio-em-fisioterapia-direito-do-estudante/

  3. Olá Dr.Luis gostaria de saber sua opinião a respeito dos valores ínfimos pagos aos Fisioterapeutas pelos planos de saúde. Sabemos que o serviço tende a ser prestado da melhor maneira possível, entretanto, existe a infeliz desvalorização do nosso trabalho por causa disso. Desde ja, agradeço.

    1. Ola Danielly, obrigado por sua participação em nossa postagem. Esse assunto, sobre os planos de saúde, é muito pertinente, pois relaciona-se com o cotidiano da maioria dos Fisioterapeutas brasileiros. Para responder sua pergunta precisaremos voltar no tempo e entender como fomos parar dentro das OPS(Operadoras de Planos de Saúde).

      Até o final dos anos 80, a grande maioria das empresas prestadoras de serviços de fisioterapia eram de médicos que nos pagavam salários. Esses profissionais tinham e tem o “poder da caneta”, ou seja, um cliente somente poderia ser atendido mediante solicitação médica. Aos poucos fomos entrando dentro desse mercado, desse nicho, fomos nos tornando “donos de nosso negócio”,mas, talvez, imaginávamos que as OPS iriam reajustar os valores pagos como ocorre nos reajustes de salários, é óbvio que isso não aconteceu, nem jamais acontecerá.

      O fato é ficamos perdidos,imaginando que iríamos prestar um bom serviço e aplicar o certo método e as OPS se sensibilizariam com isso. Acabamos perdendo tempo e muito, muito, dinheiro.

      Não é a OPS que deve pagar nossos honorários, NÓS É QUEM DEVEMOS ENTENDER DE NOSSOS CUSTOS E ENTÃO APRESENTARMOS PROPOSTAS CONCRETAS E JUSTAS. Só para você ter idéia, são gastos menos de 4% do faturamento bruto de uma OPS para pagar as “terapías”(fisio, fono, TO etc).

      Não faltam leis, regulamentações ou entidades para nos proteger ou representar, mas enquanto não houver a participação individual de cada profissional ou empresa ficaremos jogando nosso ódio nas redes sociais, o que não leva a nada.

      Uma OPS não existe sem ofertar os procedimentos fisioterapêuticos.Isso acontece não é porque “nós somos importantes”, “tratamos bem os pacientes”, “aliviamos a dor” etc. Isso acontece porque está no ROL DA ANS, o problema é que nos tornamos tão dependentes dessas empresas que se quer pensamos que podemos caminhar com nossas próprias pernas.

      Como resolver? Invista em conhecimento voltado para a gestão e empreendedorismo. Com isso, verá que o associativismo será uma das principais atividades para que qualquer categoria possa obter autonomia.

    2. Ola Danielly, nenhum de nós se forma para trabalhar tendo como as OPS como clientes. Contudo, é muito difícil não vir a trabalhar com tais pessoas jurídicas. Os valores pagos por tais clientes nunca serão adequados à nossa realidade. Esses baseiam-se, essencialmente, na escassez de profissionais/serviços e nunca pelo esforço que fazemos para nos manter como profissionais liberais ou pequenos empresários.
      Eu sugiro que vc procure ter poucos e bons clientes pessoa física. Não me refiro a clientes que pagam valores diferenciados, mas a clientes que lhe paguem direto.

  4. Olá bom dia.

    Sou fisioterapeuta em uma clinica em São paulo, e no local onde trabalho não pago aluguel e nenhuma taxa fixa, pois é administrado por uma congressão de irmãs católicas. Sendo assim realizo atendimentos com valores populares. gostaria de saber como faço o calculo para um valor justo e pensando no mais barato para atingir uma população carente econômica mente. Lembrando que faço atendimentos individuais e em grupos (pilates, equilíbrio entre outros)

    Obrigado.

  5. Inicialmente, peço desculpas por não lhe responder à época, me afastei das publicações da Novafisio, mas graças ao nosso amigo Oston estou de volta. Eu lhe sugiro que:

    1) Verifique o numero de horas que vc trabalharia no mês, supondo que o fisioterapeuta trabalha 30 horas por semana.
    2) Pegue o valor piso salarial de seu Estado e divida pelo número das supostas horas trabalhadas.
    3) Com o valor da hora relacionada ao piso, multiplique por 1,8. Esse seria o valor da “hora de trabalho” já com os supostos encargos.
    4) Delimite um número máximo de clientes por hora. Vamos supor que sejam 6..
    5) Divida o valor por esse número ai vc terá quanto teria que pagar no mês, porém, supondo que vc tenha somente 4 clientes, vc deve assumir o custo restante.

  6. Muito boa sua resposta Dr Luis! Só nao entendi multiplica por 1.8…….
    Atenciosamente
    Ivete Nogueira

    1. Coloquei 1,8 porque quando recebemos salário, o empregador vai gastar algumas coisas “por fora” como férias, 13 sal, vale transporte etc. Esse valor não é redondo, mas aproximado. Na prática seria assim:
      Custo da Hora: R$ 50,00
      Valor a cobrar pelo grupo R$ 50,00 x 1,8 = R$ 90,00
      Supondo 3 pessoas no horário: R$ 30,00 por pessoa

    1. So lembrando que o cálculo não se refere ao valor que o fisioterapeuta deve recebe, mas quanto ele custa de acordo com os dados que foram “hipoteticamente” lançados. Porém, pediria que vc você mais específico no questionamento, obrigado.

  7. Uma dúvida… Prezado, Dr. Luis.

    Em uma sessão de fisioterapia, o profissional faz ultrassom, laser e acupuntura. O profissional pode me cobrar 1 sessão de fisio e uma de acupuntura, sendo que os 3 procedimentos foram realizados em 1h?

    Obrigada Fabiana

  8. Bom dia, estou abrindo uma empresa e tenho uma ideia de contrato por hora, o numero de hora mês trabalhada pelo funcionario fisioterapeuta é de 70 horas MENSAIS.
    A duvida é devo pagar o Descanso Remunerado pro profissional ou ja esta incluso no valor hora dele ?
    obrigado e parabens pelo texto

  9. Olá! Minha dúvida é em relação a palestras. Quanto poderia cobrar por uma palestra ministrada para uma empresa privada! Palestra sobre Ergonomia por exemplo. É por hora? Quanto seria? Como faço para chegar a um valor?
    Obrigado.

    1. Uma palestra representa, muitas vezes, a junção de algumas aulas condensadas sobre um único tema. Esse valor não é tão aritmético, mas imagine que pelo menos 3x o que vc cobraria por um atendimento pode ser um bom começo

  10. Aparecida

    Tenho um parente que é fisioterapeuta, atende domiciliar c/ agenda. É jovem de 33. Vejo esforços dele em pós graduação. Sempre com bom atendimento roupas adequadas e tal… Tem muitas coisas aparelhos etc p/ atender idosos AVC mas cobra 80 a 90 por 45 minutos. Ñ é muito? Quero ajudá-lo com uma sala pra guardar esse aparelhos de fisio mais as bandas e cremes, Sr pode dar uma sugestão? obg.

    1. Dona Aparecida, vamos lá para que eu possa entender.
      1) O seu parente atende em domicílio, confere?
      2) Ele possui equipamentos utilizados nos atendimentos, confere?
      3) A senhora queria proporcionar uma sala para que ele pudesse guardar os equipamentos ou para que ele atendesse na mesma?
      4) Ele cobra um valor “x” por atendimento individual e em domicílio e a senhora está questionando se o valor está alto, confere?

  11. Olá, sou fisioterapeuta e trabalho em uma clínica com atendimentos de pilates hidroterapia, também registro, trabalho para a dona da clínica e ela me paga 30% de cada atendimento, gostaria de saber se essa porcentagem está correta ?
    Grata

  12. Olá, tenho uma dúvida!
    Trabalho em uma clínica com atendimentos de pilates e hidroterapia, sem registro, e recedo por atendimento 30% de cada aula, gostaria de saber se essa porcentagem esta correta??
    Grata

    1. Ola Brenda
      O ideal Brenda seria que vc estivesse com carteira assinada. Infelizmente, essa é uma realidade que ainda não é comum em nossa profissão, isso acontece até mesmo devido a Sazonalidade( https://www.novafisio.com.br/sazonalidade-fisioterapia/ ) dos serviços onde acontece uma redução do fluxo de atendimentos e uma manutenção dos custos fixos. Eu sempre oriento que cada profissional procure fazer sua clientela e alugue um espaço. Dessa forma, vc não terá mais problemas sobre a justa remuneração.

      Abraços

      Luis Henrique Cintra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.