Fisioterapia Domiciliar

Também conhecida por Home Care, trata-se do deslocamento do fisioterapeuta até a residência do paciente para executar o tratamento junto ao ambiente mais aconchegante possível, neste caso a casa, apartamento, habitação do mesmo e sua família ou mais próximos.

Há várias indicações e vantagens para a utilização deste tipo de serviço, apesar da maioria das pessoas que o utilizam terem limitações e/ou impossibilidade no transporte de suas moradas até os consultórios, clínicas, ambulatórios e hospitais, enfim, até o local de externo de tratamento, ele pode também ser estendido aos que possuem escassez de tempo para este deslocamento, uma vez que o trânsito em várias cidades apresenta grandes congestionamentos em alguns horários ao longo do dia: entrada e saída do trabalho, escola, faculdade e outros.

Alguns recursos terapêuticos disponíveis para atendimento domiciliar:

* Terapia manual – quando o fisioterapeuta mobiliza segmentos corpóreos do paciente para várias funções, como por exemplo, ganhar espaço em uma articulação ou relaxar um musculo encurtado ou com excesso de tensão.

* Termoterapia – uso de frio e/ou calor para relaxamento muscular, controle e/ou auxílio de processos inflamatórios e seus efeitos (dor, inchaço, outros…).

* Eletroterapia – recurso amplamente usado no controle da dor, também em treino e ativação de grupos musculares como recurso complementar ao treino funcional necessário para alguns pacientes, por exemplo, com sequelas de “derrame” (AVE – acidente vascular encefálico).

* Treino funcional – consiste no conjunto de técnicas específicas para determinada função. Exemplificando, um paciente com dificuldade para ficar em pé provavelmente também não consegue andar sozinho. Após avaliação o fisioterapeuta deve desenvolver um treino focado em (sugestão) fortalecimento dos grupos musculares, equilíbrio parado (estático), treino de caminhada – equilíbrio em movimento (dinâmico).

Esses são apenas alguns dos recursos possíveis em atendimento domiciliar, haverá uma pequena variação de opções que depende do proceder de cada fisioterapeuta, bem como dos aparelhos que o mesmo possui.

IMPORTANTE: apesar da maioria dos pacientes não possuir impedimento para este tipo de atendimento, há casos em que é necessária uma maior assistência, sendo então apropriado o emprego de uma equipe multidisciplinar (médico (a), enfermeiro (a), fisioterapeuta) que também pode estar no domicilio, ou no ambiente hospitalar/ambulatorial, em ambos haverá uso de aparelhos mais sofisticados.

Resumindo, pessoas com dificuldade de locomoção são a maioria dos usuários de atendimento domiciliar, porém com exceção de casos específicos, no geral não há impedimentos para que a maioria das pessoas usufruam desta possibilidade que une os benefícios do tratamento fisioterapêutico com a praticidade e o conforto do lar.

Interessou? Quer saber mais sobre fisioterapia domiciliar e suas aplicações? Tem alguma duvida específica? Entre em contato que responderei o mais breve possível, obrigado!

Dr. Eduardo Assis Nogueira  
CREFITO 190268 F

Como fisioterapeuta já trabalhou em UTI e ambulatório, clínicas, atuou em ortopedia, trauma e neurologia.

Trabalho com atendimento domiciliar desde 2012.

Whatsapp – 13.997313262

Face Book – https://www.facebook.com/edunogueira.fisioterapia.1

Instagram – @edunogueirafisioterapia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.