Fazer o curso de fisioterapia porque era um desejo dos pais.

‘Fisioterapia era o que minha mãe queria para mim’, diz candidata do Enem no AP

Gabriela Santana, de 20 anos, tenta o curso em homenagem a mãe que morreu em decorrência de um AVC. Segundo dia de provas do Enem aconteceu em todo país neste domingo (12).

Por Jorge Abreu, G1 AP, Macapá

 

Estudante Gabriela Santana sonha cursar fisioterapia para homenagear a mãe (Foto: Jorge Abreu/G1)Estudante Gabriela Santana sonha cursar fisioterapia para homenagear a mãe (Foto: Jorge Abreu/G1)

Estudante Gabriela Santana sonha cursar fisioterapia para homenagear a mãe (Foto: Jorge Abreu/G1)

Foco é uma das características da estudante Gabriela Santana, de 20 anos. Ela tenta pela segunda vez ingressar no curso de fisioterapia através da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A candidata prestou a prova neste domingo (12) numa faculdade particular no bairro Laguinho, Zona Central de Macapá.

O tão sonhado curso surgiu após a mãe dela sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), no qual teve que passar por fisioterapia. Durante o tratamento, Gabriela conheceu a profissão que pretende atuar.

“Comecei a gostar de fisioterapia quando minha mãe teve um AVC, que causou inúmeras complicações, e o nosso sonho era eu estudar o curso para, futuramente, cuidar dela. Só que ela faleceu, mas eu pretendo realizar esse sonho ainda”, enfatizou.

A candidata já estuda recursos humanos. Segundo ela, a escolha é devido o baixo custo das mensalidades e o curto período de formação, com o intuito de pagar a faculdade dos sonhos.

“Estudo recursos humanos porque é objetivo é concluir uma faculdade de tempo mais curto, ingressar no mercado de trabalho e, assim, pagar uma faculdade de fisioterapia, caso não consiga uma boa nota”, disse a estudante.

Em relação a 2016, Gabriela conta que achou a prova mais fácil. O intervalo de uma semana para resolver os dois cadernos de questões também teria facilitado a jovem a desenvolver boas respostas.

“Meu sonho é estudar fisioterapia. Então tento conseguir a vaga pelo Enem. Porque, atualmente, não tenho condições de pagar uma faculdade desse curso”, finalizou.

Enem 2017

Em todo o Amapá mais de 51,4 mil candidatos eram esperados para a prova do Enem. O exame foi aplicado em oito dos 16 municípios do estado, e neste segundo dia foram aplicadas questões de matemática e ciências da natureza.

No primeiro dia de exame, no domingo (5), foi registrado 32,8% de abstenção de candidatos, informou o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). No total, 16.861 pessoas faltaram ao exame. Quem faltou ao primeiro dia poderá fazer o segundo

A prova teve duração de 4h30, iniciando às 12h30 (hora local) até às 17h. Em relação aos inscritos, Macapá lidera com 34 mil pessoas. Em relação à 2016, o número de concorrentes reduziu quase 15,9%, em função do Exame não ser mais usado como diploma de conclusão do ensino médio.

Fonte: https://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/fisioterapia-era-o-que-minha-mae-queria-pra-mim-diz-candidata-do-enem-no-ap.ghtml

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.