EXPERIÊNCIA BEM-SUCEDIDA: IMPLEMENTAÇÃO DE UM SERVIÇO DE FISIOTERAPIA EM MATERNIDADE – ASPECTOS DA ESTRUTURAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DO SERVIÇO

Dra. Paola Marini Valério (SP)
Fisioterapeuta especialista em Saúde da Mulher, contratada do Centro de Referência de Saúde da Mulher – MATER (MATER-HCRP-USP), doutoranda no PPGRDF na USP-RP e docente do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Barão de Mauá.

Contextualização: Em outubro de 2018, iniciou a implementação do serviço de Fisioterapia no Centro de Referência de Saúde da Mulher – MATER (CRSM-MATER) pertencente ao nível secundário de atenção do complexo do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Desenvolvimento: Inicialmente as fisioterapeutas contratadas tiveram a missão de fundar um ambulatório para suprir a demanda de Uroginecologia, advinda dos ambulatórios do complexo HCFMRP-USP, atuando também em grupos de orientação e atendimentos individuais no pré-natal. Com o sucesso da instalação do serviço, superando a meta de cerca de 200 atendimentos/mês em três fisioterapeutas com 30 horas semanais de serviço cada, e com interesse e iniciativa junto com a direção e administração do CRSM-MATER, pautados em comprovações científicas do sucesso da intervenção fisioterapêutica também no trabalho de parto e puerpério, em setembro de 2019, iniciaram os atendimentos nessas áreas.

Considerações finais: Hoje, a carga horária das fisioterapeutas se divide em cerca de 60% de serviço ambulatorial de pré-natal e atendimentos em uroginecologia e 40% em trabalho de parto, alojamento e pronto atendimento. O CRSM-MATER atualmente abrange uma ampla gama de profissionais contratados trabalhando de forma interdisciplinar na atenção à Saúde da Mulher.

Leitura complementar:

Gallo RBS, Santana LS, Marcolin AC, Duarte G, Quintana SM. Sequential application of non-pharmacological interventions reduces the severity of labour pain, delays use of pharmacological analgesia, and improves some obstetric outcomes: a randomised trial. J Physiother. 2018;64(1):33-40. doi:10.1016/j.jphys.2017.11.014

Santana LS, Gallo RB, Ferreira CH, Duarte G, Quintana SM, Marcolin AC. Transcutaneous electrical nerve stimulation (TENS) reduces pain and postpones the need for pharmacological analgesia during labour: a randomised trial. J Physiother. 2016;62(1):29-34. doi:10.1016/j.jphys.2015.11.002.

Silva Gallo RB, Santana LS, Jorge Ferreira CH, et al. Massage reduced severity of pain during labour: a randomised trial. J Physiother. 2013;59(2):109-116. doi:10.1016/S1836-9553(13)70163-2.

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.