ESTUDO SOBRE O FORTALECIMENTO DO ASSOALHO PÉLVICO EM GESTANTES

Rogério Lopes Cruz1 Cristiane Riboldi1, Gabriela Valvassori1, Monalisa de Quadros2

Trabalho realizado na Faculdade Anglo Americano de Foz do Iguaçu
Endereço para Correspondência: Rogério Lopes Cruz – Rua Acari, 323 – e-mail: drrogeriofisioterapeuta@hotmail.com
1. Alunos do Curso de Fisioterapia da Faculdade Anglo Americano
2. Professora titular do Curso de Fisioterapia da Faculdade Anglo Americano
Currículo lattes da orientadora http://lattes.cnpq.br/4193401685672792

RESUMO
Da gestação ao parto ocorrem mudanças na posição anatômica da pelve, nas vísceras e no períneo. Os processos fisiológicos seqüenciais durante a gestação e o parto lesam a musculatura pélvica e são fatores determinantes, a curto ou longo prazo, para o surgimento de agravos como o prolapso genital, incontinência urinaria e fecal, por isso uma musculatura hábil pode evitar a ocorrência destas patologias. A função do Fisioterapeuta e não apenas tratar quando for preciso, mas também prevenir, porem quando há falha neste conter e diminuir o problema. Este estudo teve como objetivo comprovar resultados do fortalecimento do assoalho pélvico no período gestacional através da avaliação por exame de toque vaginal e por miofeedback. A pesquisa foi realizada pelos acadêmicos do curso de Fisioterapia na clinica Escola de Fisioterapia da Faculdade Anglo-Americano. Constituiu-se de 7 mulheres no período gestacional a partir do 4 mês, na região de Foz do Iguacu. Todas realizaram a avaliação por miofeedback e por toque vaginal para identificar o grau de forca da musculatura perineal. Todas as 7 pacientes tratadas realizaram um total de 10 atendimentos. Após o atendimento foi constatado a melhora significativa da forca muscular de todas as pacientes sendo que no perina em grau leve p=0.0335*, em médio p=0.0007*** e em intenso p=0.0002*** (* p<0.05, *** p<0.001). O resultado desta pesquisa conclui que os exercícios ativos cinesioterapeuticos foram eficazes no fortalecimento da musculatura do assoalho pélvico.
Palavras-chave: Assoalho pélvico, fortalecimento, fisioterapia, miofeedback, gestantes.

ABSTRACT
From gestation to birth occurring changes in the anatomical position of the pelvis, in the innards and in the perineum. The sequential physiological processes during gestation and birth harming the pelvic muscles and are determining factors in a short or long deadline, to the appear of appeals the genital prolapse, fecal and urinaria incontinence, therefore skilled muscles can avoid the occurrence of these diseases. The function of Physiotherapist isn’t only treat when necessary, but also prevent, but when there is failure in this contain and reduce the problem. This study aimed to prove results of the strengthening of the pelvic floor in the gestational period through the evaluation by examination of vaginal ring and miofeedback. The research was achieved by academics in the course of Physiotherapy in the Clinic School of Physiotherapy of the Faculdade Anglo-Americano. There were 7 women with gestational period from 4 months, in the region of Foz do Iguaçu. All conducted the evaluation by miofeedback and vaginal ring to identify the degree of strength the perineal muscle. All 7 patients treated conducted a total of 10 attendances. After the attendance was found to improve significantly the muscle strength of all patients since in perina in lightweight degree p = 0.0335 *, p = 0.0007 *** medium and intense p = 0.0002 *** (* p <0.05, *** p <0.001). The result of this research concludes that the exercises assets kinesiotherapeutics have been effective in strengthening the muscles of the pelvic floor.

Keywords: Pelvic floor, strengthening, physiotherapy, miofeedback, pregnant woman.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.