ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO E MELHORA DA CAPACIDADE FUNCIONAL NA INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CRÔNICA

Fisioterapeuta, chegou o Fisio.app | Aplicativo para fisioterapeutas. Baixe agora mesmo em www.fisio.app,

Dr. Hugo Valverde Reis (RJ)

Fisioterapeuta, Grupo de Pesquisa em Avaliação e Reabilitação Cardiorrespiratória (GECARE), Departamento de Fisioterapia da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ.

Contextualização: A insuficiência cardíaca (IC) crônica é uma doença de elevada incidência no mundo inteiro com alto índice de morbidade e mortalidade relacionado com impacto na saúde e qualidade de via dos indivíduos. A limitada capacidade do coração em gerar o débito cardíaco adequado para periferia desencadeia diversos efeitos adversos, assim como mecanismos compensatórios de curto prazo, mas que, ao longo do tempo, favorecerão para a retroalimentação da clássica disfunção ventricular esquerda. Uma das principais consequências e também uma das mais incapacitantes é a intolerância ao exercício físico. Com isso em mente, vários trabalhos têm sido desenvolvidos com o objetivo de avaliar os mecanismos relacionados à baixa tolerância ao exercício físico de pacientes com insuficiência cardíaca crônica por meios não invasivos durante o repouso e a atividade física, assim como o efeito da associação da pressão positiva e exercício físico sobre a melhora na performance aeróbica.

Desenvolvimento: No Laboratório de Pesquisa em Avaliação e Reabilitação Cardiorrespiratória (GECARE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro, dois estudos foram desenvolvido. No primeiro estudo, os pacientes foram submetidos à prova de função pulmonar para excluir a existência de doença pulmonar obstrutiva crônica associada, além disso, foram feitas avaliações das variáveis ventilatórias e metabólicas de 24 pacientes com IC crônica durante o teste de exercício cardiopulmonar, a observação da presença de oscilação ventilatória durante o exercício e comparação do comportamento dessas variáveis com outras variáveis clínicas de valor prognóstico para esses pacientes. De forma interessante, não foram vistas diferenças significativas da presença da oscilação ventilatória com as outras variáveis clínicas, suportando a hipótese dessa variável ser independente no entendimento da gravidade do paciente com insuficiência cardíaca crônica. Posteriormente, além das avaliações do teste de esforço cardiopulmonar máximo de 7 pacientes com IC crônica, foi feita a avaliação do efeito agudo da aplicação da pressão positiva contínua nas vias aéreas sobre a variabilidade da frequência cardíaca e a tolerância ao exercício físico em 2 intensidades diferentes do teste de exercício cardiopulmonar (50 e 75% da carga pico). Além do resultado significativo da aplicação da pressão positiva com 5cmH2O sobre a tolerância ao exercício físico na intensidade de 75% do teste cardiopulmonar, também foi observado um aumento dos índices da variabilidade da frequência cardíaca representativos do controle vagal sobre frequência cardíaca, sugerindo que esses indivíduos que estavam em uso de betabloqueadores, possam ter ajustado a frequência cardíaca frente a maior demanda, às custas de uma menor modulação vagal, ao invés de uma maior atividade simpática.

Considerações finais: Neste sentido, as duas pesquisas trouxeram importante entendimento sobre a importância e validade da ventilação oscilatória como marcadora da gravidade da IC crônica. Adicionalmente, os benefícios da concomitância da aplicação da ventilação mecânica não invasiva e exercício físico nos programas de reabilitação cardíaca para melhora da capacidade funcional.

Leitura complementar:

  1. Reis HV, Sperandio PA, Correa CL, et al. Association of Oscillatory Ventilation during Cardiopulmonary Test to Clinical and Functional Variables of Chronic Heart Failure Patients. Braz J Cardiovasc Surg. 2018;33(2):176-182. doi:10.21470/1678-9741-2017-0158
  2. Reis HV, Borghi-Silva A, Catai AM, Reis MS. Impact of CPAP on physical exercise tolerance and sympathetic-vagal balance in patients with chronic heart failure. Braz J Phys Ther. 2014;18(3):218-227. doi:10.1590/bjpt-rbf.2014.0037

No período de Outubro/2020 a Fevereiro/2021, sob a organização do XXIII COBRAF, do 1st International Seminar on Innovative Learning and Healthcare Approaches in Physical Therapy, do 1° Encontro de Fisioterapia nos Distúrbios do Sono e dos eventos parceiros – 5º COBRAFISM, I COBRASFE e COBRASFIPICS, acontecerá o WEBCOBRAF, que consiste em uma série de webinars, que ocorrerão de quinze em quinze dias com diversos temas. Poderão participar do WEBCOBRAF sem custo adicional, todos os que estiverem inscritos no XXIII COBRAF até 5 dias antes de cada webnair. Não perca essa oportunidade! Garanta já a sua participação.

WEBCOBRAF – WEBINAR DE FISIOTERAPIA PEDIÁTRICA

INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO EM FISIOTERAPIA NEUROFUNCIONAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM PARALISIA CEREBRAL COM BASE NA CIF

PALESTRANTES: PartiCipa Brasil & CanChild

17/10/2020 09h30min – 12h00min

Abertura – 5 min de duração

Palestras – 2 horas de duração

Peter Rosenbaum (CanChild, Canadá): F-words para o desenvolvimento da infância e a CIF

Kennea Ayupe (UnB, Brasil): Introdução à avaliação da criança e do adolescente no contexto da CIF

Paula Chagas (UFJF, Brasil): Avaliação dos fatores contextuais de acordo com core-sets da CIF

Robert Palisano (CanChild, USA)/ Hércules Leite (UFMG, Brasil)/ Ana Cristina Camargos (UFMG, Brasil): Avaliação do domínio da Atividade: GMFM, Challenge, Teste de Caminhada de 10 metros e PEDI-CAT

WEBCOBRAF

No período de Outubro/2020 a Fevereiro/2021, sob a organização do XXIII COBRAF, do 1st International Seminar on Innovative Learning and Healthcare Approaches in Physical Therapy, do 1° Encontro de Fisioterapia nos Distúrbios do Sono e dos eventos parceiros – 5º COBRAFISM, I COBRASFE e COBRASFIPICS, acontecerá o WEBCOBRAF, que consiste em uma série de webinars, que ocorrerão de quinze em quinze dias com diversos temas. Poderão participar do WEBCOBRAF sem custo adicional, todos os que estiverem inscritos no XXIII COBRAF até 5 dias antes de cada webnair. Não perca essa oportunidade! Garanta já a sua participação.

17 DE OUTUBRO

WEBCOBRAF – WEBINAR DE FISIOTERAPIA PEDIÁTRICA
INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO EM FISIOTERAPIA NEUROFUNCIONAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM PARALISIA CEREBRAL COM BASE NA CIF
PALESTRANTES: PartiCipa Brasil & CanChild
17/10/2020 09h30min – 12h00min
Abertura – 5 min de duração
Palestras – 2 horas de duração
Peter Rosenbaum (CanChild, Canadá): F-words para o desenvolvimento da infância e a CIF
Kennea Ayupe (UnB, Brasil): Introdução à avaliação da criança e do adolescente no contexto da CIF
Paula Chagas (UFJF, Brasil): Avaliação dos fatores contextuais de acordo com core-sets da CIF
Robert Palisano (CanChild, USA)/ Hércules Leite (UFMG, Brasil)/ Ana Cristina Camargos (UFMG, Brasil): Avaliação do domínio da Atividade: GMFM, Challenge, Teste de Caminhada de 10 metros e PEDI-CAT
Ana Carolina de Campos (UFSCar, Brasil)/ Egmar Longo (UFRN-FACISA, Brasil): Avaliação do domínio de Participação: PEM-CY e YC-PEM
Aline Toledo (UnB, Brasil)/ Rafaela Moreira (UFSC, Brasil) /Rosane Morais (UFVJM, Brasil): Avaliação do domínio de Função Corporal: EASE, SRT, Teste de Caminhada de 6 minutos, FSA e Mini-mental
Discussão – 20 min de duração
Encerramento – 5 min de duração

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.