Emocionado, paciente chora ao ver pernas transplantadas

“O paciente está consciente desde a tarde de ontem. Feliz, ele começou a chorar quando viu as pernas”, afirmou o cirurgião durante uma coletiva de imprensa no hospital La Fe de Valência, onde foi feita a operação que durou cerca de dez horas, da tarde de domingo até a manhã de segunda-feira.

“Eu imagino que será capaz de caminhar com o apoio de muletas, e acredito que em um longo prazo poderá andar sem apoio, mas isso já depende de como a reabilitação vai se desenvolver. Se ocorrer tudo como esperamos, seria realista pensar que em seis, sete meses ele pode estar caminhando”, afirmou Cavadas.

Segundo o cirurgião, o paciente pode começar a movimentar as pernas em três semanas e em três meses sustentar seu peso nas novas extremidades.

O paciente, que Cavadas só detalhou ser um jovem “de vinte e poucos anos”, tinha perdido as duas pernas em um acidente de trânsito.

A altura da amputação impedia o uso de próteses e o jovem “estava condenado à cadeira de rodas e suas possibilidades de voltar a andar eram zero”, segundo Cavadas, famoso por ter realizado outros transplantes pioneiros.

O médico se mostrou cauteloso ao afirmar que 24 horas após a operação “é muito cedo, muita coisa ainda pode acontecer”, mas “não esperamos que nada ocorra”.

“O estado clínico é muito estável e logo vai poder sair da Unidade de Tratamento Intensivo”, explicou Cavadas.

A operação realizada na segunda-feira foi autorizada em maio de 2010 pela Organização Nacional de Trasplantes (ONT) e em novembro do mesmo ano o Ministério da Saúde da Espanha anunciou ter autorizado este transplante duplo de pernas. A operação levou quase um ano para ser efetuada porque ainda não havia doadores.

 

FONTE: JORNAL DO BRASIL

http://www.jb.com.br/ciencia-e-tecnologia/noticias/2011/07/12/emocionado-paciente-chora-ao-ver-pernas-transplantadas/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.