Em Bauru falta de protocolo dificulta acesso de pacientes para fisioterapia pós-Covid

A prefeitura conta com ambulatório especializado, que não recebeu ninguém, até hoje, para reabilitação das sequelas da doença.

Bauru conta com um Ambulatório Municipal de Fisioterapia (AMF) e, desde o início da pandemia, não recebeu sequer um único paciente para reabilitação pelas sequelas provocadas pela Covid-19. A informação foi passada pela Secretaria Municipal de Saúde, que acrescentou que a unidade está apta a prestar este tipo de atendimento.

Por meio de sua assessoria, a pasta informou, no entanto, que a vaga precisa ser solicitada via Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross), gerida pela Secretaria de Estado da Saúde. Porém, ao que parece, o Hospital Estadual (HE), unidade de referência para internação dos casos mais graves na rede pública, não foi informado sobre a disponibilidade deste atendimento aos pacientes que recebem alta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.