Curso teórico-prático de espirometria

Curso teórico-prático de espirometria – um final de semana (aprimoramento)

Curso de aprimoramento que permitirá ao profissional utilizá-lo, não só na fisioterapia respiratória, como abertura de mercado em outras áreas com embasamento resolutivo do sistema coffito/crefitos

Direcionado a profissionais e acadêmicos dos dois últimos períodos da graduação em Fisioterapia.

O programa consta de todo o embasamento teórico desde anatomia clínica até a interpretação do exame

O aluno realizará o exame como paciente e como profissional para poder avaliar realmente o que acontece nas duas situações

Justificativa: os fisioterapeutas que lidam há muito tempo com fisioterapia respiratória, sabem da importância da espirometria como exame complementar, assim como da radiografia de tórax. Entretanto, apesar de ser uma avaliação da mecânica ventilatória – e isso diz respeito a nós – raros profissionais tinham acesso à realização prática do  exame. Trabalho com ele desde os primórdios, por volta de 1978, e sentia a dificuldade que era, pois os pneumologistas não queriam que tivéssemos acesso ao teste com a justificativa de que o laudo deveria ser dado por eles. Para tal, criaram um curso de técnico em espirometria, profissionais sem o menor preparo e conhecimento. Nos anos 2000, passaram a considerar como ato médico, mas o sistema Coffito/Crefitos baixou uma resolução que nos garante tal prática.

Na Câmara Técnica de Fisioterapia Pneumofuncional do Crefito2, da qual eu participei sob a coordenaçãos da dra Beatriz Brandão, ratificamos a espirometria como exame inerente ao especialista dessa área. O comportamento dos laboratórios foi  se modificando, assim como a aceitação pelos planos de saúde. Ainda somos poucos no Brasil e necessitamos aumentar a quantidade de fisioterapeutas habilitados com qualidade para abrir mercado e garantir nossa atuação sedimentada.

O exame não é direcionado somente aos pacientes pulmonares; é utilizado em medicina do esporte, medicina do trabalho, teste admissional, risco cirúrgico etc. Precisamos ocupar ese espeço com competência para fazer o diferencial necessário.

Objetivo: habilitar os fisioterapeutas a realizar espirometria com embasamento anátomo-clínico-fisiológico e biomecânico.

Para facilitar a operacionalidade, eu me deslocarei aos locais  que manifestarem interesse, por todo o Brasil. Turmas com 20 a 30 alunos e, com o meu deslocamento, mais alunos podem participar e com custo reduzido. É uma nova frente a ser conquistada.

Se tiverem interesse em outros detalhes, podem entrar em contato com meu email: joserochacunha62@gmail.com; com o fisioapp, que dá todo o apoio e pelo telefone: (21) 9 7906-1685

Estou à disposição para agendamento em qualquer época do ano.

Abraço

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.