Cielo deve ficar até 12 semanas sem nadar, à base de fisioterapia.

Nadador brasileiro abandonou o Mundial de Kazan por causa de uma lesão no ombro esquerdo

Quarto colocado na final dos 50 m peito no Mundial de Kazan, Felipe França afirmou que espera que os brasileiros que gostam de natação devem “jogar energia e orar” por Cesar Cielo, que abandonou nesta quarta-feira (5) a competição.

“Ele vai ter filho (em setembro), se casou, então é uma vida totalmente nova para ele. Toda mudança requer sacrifício. Acho que o povo brasileiro, que conhece o lado da natação e critica ou elogia, deve jogar energia, orar pelo Cielo porque todo mundo precisa de ajuda”, disse França, que soube na manhã desta terça (4) do desligamento do atual tricampeão mundial dos 50 m livre.

Segundo o médico da seleção brasileira, Gustavo Magliocca, Cielo sofre de uma lesão no tendão supra espinhoso do ombro esquerdo e deve ficar até 12 semanas sem nadar, à base de fisioterapia.

Ele ficou apenas em sexto lugar na final dos 50 m borboleta, na segunda, prova da qual defendia o bicampeonato mundial. O nadador chega a São Paulo por volta de 6h da manhã desta quinta-feira (6).

Amigo de Cielo desde a adolescência, França se solidarizou com a situação.
“Ele mesmo já me ajudou e tem me ajudado bastante. É isso aí, a gente tem que ajudar o próximo e parar de ficar falando mal, porque o ser humano não nasceu para falar mal. A gente sangra, todo mundo sangra, então todo mundo é igual.”

Para ele, Cielo tem de dar um tempo e se reabilitar física e emocionalmente. O próprio França lembrou que passou por período difícil depois dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, quando não passou das eliminatórias dos 100 m peito e entrou em depressão.

“Eu mesmo falei para ele que não é melhor ficar dando murro na ponta da faca. É melhor parar às vezes, tirar o pé do acelerador, refletir o que está acontecendo e parar. Sempre quando se começa do zero é bom. Eu comecei degrau por degrau de novo. Ele precisa fazer isso, começar do zero. Pode doer, vai doer, porque ele vai ter que sacrificar algumas coisas, mas ele será muito mais feliz lá na frente”, comentou.

França soube do desligamento de Cielo por meio de um outro amigo. “Eu só acho ruim porque ele (Cielo) não se despediu de mim, não deu tchau para o amigo”, concluiu.

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.