Breve reflexão sobre o 8 de setembro

Nesta segunda-feira 8 de setembro, comemora-se o Dia Mundial da Fisioterapia; um dia para celebrar e principalmente para refletir. Somos nós Fisioterapeutas, herdeiros de Esculápio, cumulados pelo conhecimento científico do mundo ocidental, e também pela milenar cultura do oriente. Mundialmente, somos um exército pacífico de profissionais praticantes de métodos e procedimentos físicos, com finalidades terapêuticas.

Sofremos, pelo menos no Brasil – com raras exceções de alguns privilegiados – , o aviltamento salarial e a intrusão em nossa área de atuação profissional. De todo modo, para nós Fisioterapeutas é de suma importância celebrarmos esse dia em escala mundial, confraternizando-nos com os colegas, divulgando a nossa profissão nas várias línguas dos 160 países membros da Confederação Mundial de Fisioterapia WCPT, que idealizou a data no ano de 1996.

Por outro lado, no dia a dia, no viver cotidiano, a responsabilidade social aos nossos cuidados nos confere reconhecimento, e ao mesmo tempo nos cobra, exige mesmo, uma postura ética irrepreensível, diante da dor e da incapacidade funcional do ser humano que sofre. Nós Fisioterapeutas, institucionalizados – participantes de órgãos de classe – ou no livre exercício de atividade liberal autônoma, somos responsáveis pela assistência fisioterapêutica que prestamos aos nossos pacientes, objetivo final, absoluto e único da nossa natureza profissional.

8outubroint

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.