Bolsa de água quente ou gelo?

O uso de gelo ou bolsa de água quente é comum entre praticantes de atividade física, pois esses são recursos de utilização simples e bastante acessíveis. Porém, eles causam resultados diferentes no corpo e é muito importante saber em qual ocasião utilizar cada um. Afinal, por mais que pareçam inofensivos, sua utilização incorreta pode agravar o caso. A fisioterapeuta Raquel Castanharo, especialista do Eu Atleta, mostra quando e como devemos usar cada um dos tratamentos.

Gelo deve ser utilizado quando há inflamação

  • Os sinais que indicam inflamação são: dor, inchaço, vermelhidão, aumento da temperatura do local e diminuição da função (como amplitude de movimento ou força). O gelo nessa situação ajuda a reduzir o inchaço e a dor, além de limitar a extensão da lesão. Em casos de lesões agudas, como entorses de tornozelo, quanto mais rápido o uso do gelo melhor.
Gelo ou água quente? Fisioterapeuta passa as dicas para os atletas (Foto: Getty Images)

Gelo ou água quente? Fisioterapeuta passa as dicas para os atletas (Foto: Getty Images)

Uma proteção deve ser utilizada entre o gelo e a pele, como um pano ou plástico, e o tempo da aplicação deve ser de 20 minutos. É necessário um período de no mínimo duas horas entre uma aplicação e outra, mas se você não tem recomendação profissional faça uso do gelo no máximo duas vezes ao dia.

– O cotovelo e região lateral do joelho (próximo à cabeça da fíbula) devem ser locais evitados por alojarem nervos superficiais, e nas extremidades do corpo (dedos das mãos e dos pés) o tempo de aplicação deve ser menor e a precaução redobrada – explica a fisioterapeuta.

Segundo Raquel, existem novas evidências científicas mostrando que o gelo tem efeito no começo da lesão. Por exemplo, se você teve uma entorse de tornozelo, vai colocar gelo nos dois primeiros dias. Esse é o indicado. Depois disso, já não tem tanto efeito e pode prejudicar a recuperação.

“Para uma lesão melhorar, tem que chegar célular inflamatória naquele local. Pois ela não serve só para gerar dor e problema, mas também para reparar o tecido lesionado. Se você botar gelo dias depois da lesão iniciada, inibe demais a chegada dessas células, que são benéficas”.

Nunca use bolsa de água quente logo após uma lesão, como uma fisgada na coxa (Foto: Istock Getty Images)

Nunca use bolsa de água quente logo após uma lesão, como uma fisgada na coxa (Foto: Istock Getty Images)

Calor gerado pela bolsa de água quente ajuda no relaxamento muscular

  • Sendo assim deve ser utilizado em casos de tensões musculares esporádicas. Se você tem alguma tensão muscular crônica, isto é, você sempre sente algum músculo tenso, o calor vai aliviar a contração muscular excessiva apenas temporariamente, e o real motivo dessa tensão deve ser diagnosticado e tratado por um profissional.

– Nunca use bolsa de água quente logo após uma lesão ou se o local apresenta alguns dos sinais inflamatórios citados acima. O calor irá piorar o quadro. A temperatura deve ser alta porém suportável, sem causar queimadura, e o tempo de utilização é até não estar mais quente – encerrou Raquel.

Fonte: https://globoesporte.globo.com

1 comentário em “Bolsa de água quente ou gelo?”

  1. jonathas armiliato

    Oioi. Tive uma luxação na falange medial do indicador esquerdo e fiquei por 4 semanas com ele imobilizado na tala. Após fiz compressa gelada ganhei amplitude mas percebi que não ganhei toda. Vc acha que devo fazer com agua morna?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.