Bebê dança uma dança bem diferente

Fisioterapeuta, chegou o Fisio.app | Aplicativo para fisioterapeutas. Baixe agora mesmo em www.fisio.app,

Todos os movimentos vivenciados desde o nascimento, serão utilizados em conjunto com nossa vivência, além da mecânica e da função motora por si. Então surgem os gestos, e a repetição desses gestos. Ainda sem andar a criança dobra a perna e a contralateral ele estende, roda o tronco, treina a pega, mexe o pé, interage com o que vê , na profundidade e distâncias, o cérebro da criança já entende de tridimensionalidade. E nós pais abismados com tudo isso, lembro que eu me espantava ao ver minha filha ir de sentado para de pé, sem uso das mãos, com tamanho controle e maestria que eu pensava aonde nós perdemos isso ao longo da vida? Porque nos esquecemos do que fazíamos ou por algum motivo como desaprendemos? Ou será que nunca aprendemos? Por isso que existe aquela discussão sobre reeducação postural, aonde na verdade nunca teve uma educação postural.

Apesar dos gestos sensoriais primitivos, a transformação do desenvolvimento motor humano é fantástica. Inúmeros fatores interferem nos padrões motores humanos, e surgem os desequilíbrios mecânicos. Não apenas por má postura, pois como um indivíduo irá conseguir manter a postura se não tem a psicomotricidade, nem tão pouco o bases sensoriais ou quem sabe até uma programação muscular para manter essa dita postura. Por isso nosso trabalho é tão importante, porque não basta arrumar, mudar, alterar a postura, mas permitir que ela se perpetue no tempo e espaço da vida daquele paciente.

E a forma de fazer isso é como eu chamo de tratamento global, a chamada “fraternidade de músculos”, ou até a democracia muscular. Existem nomes fantásticos nesse universo, mas basicamente seria trabalhar as direções de força das cadeias musculares para um prol comum, pois as distinções anatômicas são para termos acadêmicos, não tem como retirar o cóccix pra tratar o sacro.

Um músculo cansado, ou fraco, por falta de uso ou excesso de uso vai precisar das compensações dentro da sinergia, numa alteração que vai além de ator principal e coadjuvante ou agonista e antagonista se preferir. E isso leva a um trabalho fora do prumo aonde existirão vítimas, que são locais que irão ser lesionados pelo mal uso dessa cinética.

Assim distorce a própria mensagem dos receptores corporais e a propriocepção também precisa ser talhada. E então quando você se depara com estas nuances você realmente descobre que o bebê, o bebê dança uma dança bem diferente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.