Dr. Humberto Alexandre

Formado em Administração de empresas com gestão em pessoas. Instrutor e consultor na aviação, aplicando a Resolução 280 nas empresas TAM e Avianca. Diretor de Relacionamentos na Melhorando Pessoas, empresa de consultoria e treinamentos. Professional self coach Professor e palestrante convidado em universidade, mostrando o que um profissional da Fisioterapia é capaz de fazer e que tipo de profissional você vai ser! Escritor com o livro publicado O DESAFIO DE VIVER. Se desejar uma palestra, entre em contato: 11 99666-7666 vivo 11 94751-1382 nextel Ambos tem whatsapp Email = humbalex@gmail.com ou humberto.alexandre@melhorandopessoas.com.br

O papo com essa turma foi sobre sexo com pessoas com deficiência

Apesar de ser o curso de pedagogia, acho importante demais falar sobre isso, pois, ainda hoje, muitas pessoas acham que, pessoas com deficiência não transam, não sentem desejo sexual, ledo engano. Foi importante também por que foi para uma turma que, futuramente, estarão ensinando e, claro, além da consciência de saber como acontece, poder passar …

O papo com essa turma foi sobre sexo com pessoas com deficiência Leia mais »

Palestra na Unifeob em São João da Boa Vista, no curso de fisioterapia

Dia 24 de abril, palestra na Unifeob em São João da Boa Vista, no curso de fisioterapia em sua jornada, realizei a palestra questionando se realmente serão excelentes profissionais e farão a diferença em sua profissão. Adoro falar para a fisioterapia em virtude do enorme tempo que fiquei em contato com esses profissionais após meu …

Palestra na Unifeob em São João da Boa Vista, no curso de fisioterapia Leia mais »

O valor de um abraço para que não tem os braços é bem diferente de quem tem.

O valor de um abraço para que não tem  os braços é bem diferente de quem tem. O valor de conseguir subir um degrau, nem se compara aquele que todos os dias consegue subir sem nenhum esforço. O valor de uma independência, se alimentar sozinho, conseguir tomar um banho, etc, é incomparavelmente maior do que …

O valor de um abraço para que não tem os braços é bem diferente de quem tem. Leia mais »