Atuação fisioterapêutica no pós operatório de Mastopexia/Mamoplastia

A mastopexia ou lifting mamário é a cirurgia que corrige a flacidez da mama. Sempre é retirado uma quantidade considerável de pele para fazer esta correção. A técnica pode estar ou não associada à colocação de prótese mamária. A incisão pode ser feita em T invertido (o mais comum), vertical ou em L, e o que determinará o tipo de incisão será o grau da ptose da mama, ou seja, o quanto ela está “caída”. O pós operatório de uma mastopexia associada ou não com a colocação de prótese deverá ter uma atenção especial. Realizar sessões de drenagem linfática manual já na primeira semana do pós cirúrgico não é recomendado, uma vez que o sistema linfático estará passando por um processo de reparo (no qual chamamos de linfangiogênese), não sendo eficaz as manobras durante essa fase inicial, somente nas áreas adjacentes, que não sofreram com o trauma cirúrgico. A linfangiogênese estará completa por volta do décimo primeiro dia em diante.

É importante salientar que, além da contraindicação da drenagem linfática diretamente na mama por conta da regeneração do sistema linfático local, qualquer manipulação indevida poderá afastar os bordos das cicatrizes, gerando deiscências.

As intercorrências muito comuns nesta cirurgia são as deiscências, seromas, aderências cicatriciais e retrações. A atuação do fisioterapeuta será de extrema importância para favorecer a reabilitação do paciente, desde a utilização de equipamentos que favoreçam a cicatrização em caso de deiscências (LED, Laser, MENS) até a recuperação funcional dos ombros, pois em casos de complicações no pós operatório, os membros superiores deverão permanecer em repouso por um longo tempo, diminuindo assim a mobilidade articular.

Dra. Glória Lourenço – CREFITO 2/ 180728-F

Fisioterapeuta pós-graduada em Fisioterapia Dermatofuncional.
Membro Especialista da Associação Brasileira de Fisioterapia Dermatofuncional – ABRAFIDEF.
Título de Especialista em Fisioterapia Dermatofuncional – ABRAFIDEF e COFFITO.
Colunista da Revista Eletrônica NovaFisio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.