ARGILOTERAPIA NA IDADE ADULTA

Nitars Vallian Moura Meneses ¹;
Orientadora: Professora Ligia ³

RESUMO

Este trabalho apresenta uma proposta de intervenção com a aplicação da argila como fonte terapêutica não só de patologias álgicas, mas também como atividade lúdica, cognitiva e motora. Onde observa-se as propriedades curativas da argila, tanto físicas como psicológicos, tratando do ser como um todo. Esta intervenção foi realizada no bairro Santa Maria, com tempo indeterminado, em um centro comunitário, com 3 senhoras, no ambiente doméstico das mesmas, com faixa etária de 57 á 75 anos, usando como base de matérias a argila em pó para os tratamentos álgicos e a argila em pasta para as atividades corporais.

PALAVRAS-CHAVES: ARGILA; TRATAMENTO; ÁLGIAS; ATIVIDADE.

SUMMARY

This work presents a proposal of intervention with the application of the clay as therapeutical source not only of álgicas patologias, but also as playful, cognitiva and motor activity. Where one observes the curativas properties of the clay, physical as in such a way psychological, treating to the being as a whole. This intervention was carried through in the quarter Saint Maria, with indeterminate time, in a communitarian center, with 3 ladies, in the domestic environment of the same ones, with etária band of 57 the 75 years, using as base of substances the clay in dust for the álgicos treatments and the clay in folder for the corporal activities.

PALAVRAS-CHAVES: CLAY; TREATMENT; ÁLGIAS; ACTIVITY

OBJETIVO

Levar a aplicação do tratamento com argila aos pacientes na fase da terceira idade com problemas patológicos com sintomas de algias e desconforto, para que eles percebam o alívio dessas dores e ainda fazer uma junção do tratar os sintomas com as atividades lúdicas e expressões corporais tudo com a argila, para que não só traga benefícios aos sintomas das doenças como também a mente ao ser em geral, fazendo um tratamento holístico.

FUNDAMENTAÇÃO

No Brasil a população idosa atingirá cerca de 15%, aproximadamente 30 milhões de pessoas, no ano de 2025. Este fato ocorrerá principalmente pela redução da taxa de mortalidade infantil e na taxa de fecundidade, e aumento na expectativa de vida.¹

O envelhecimento é um processo natural e irreversível que atingirá cerca de 15% da população brasileira no ano de 2025. Com este processo ocorrem complicações funcionais e fisiológicas que predispõe a morbidades, interferindo na qualidade de vida dessas pessoas. O envelhecimento e o tempo estão estreitamente associados, tendo em vista suas alterações, sejam elas: físicas, psíquicas ou emocionais.¹

Alguns fatores são importantes com influência direta no processo do envelhecimento, podendo-se destaca os genéticos, a presença de radicais livres, a imunidade, a poluição, a temperatura, alimentação, ligações cruzadas, ligação ADN-histona, radiação, altitude, temperatura, poluição, alimentação e tensão emocional.¹

O processo de envelhecimento normal leva a uma diminuição das reservas funcionais orgânicas, alterando o desempenho dos aparelhos e sistemas do corpo humano nos idosos. As principais alterações fisiológicas que acometem os sistemas com o avançar da idade são: as do Sistema Nervoso; sistema muscular; sistema respiratório; e sistema cardiocirculatório.¹

Os fundamentos da terapia oriental se voltam para a manutenção ou a reintegração do fluxo natural de energia do indivíduo, tentando ingressar a pessoa em sua força interior e na convicção de suas atitudes. Resgatando ao corpo o equilíbrio que conduz a beleza natural de cada pessoa.²

Dentre as técnicas utilizadas na psicoterapia holística, destacam-se o recondicionamento físico para melhorar o fluir de energia do corpo energético e suprir o corpo físico, melhorando sua integridade e defesas naturais; e o toque, que pode ser feito através de reflexologia, shiatsu ou acupuntura .²

Ao tocar em um corpo podem ser liberadas tensões as quais abrem caminho a instâncias psíquicas, além disto, devem ser observadas algumas questões acerca do cliente atendido, tais como sua disposição durante o dia, como se sente ao levantar, sensação de perseguição, pressionado, cansado, se possui muitas atividades, como são seus movimentos, como é seu adormecer ou se possui depressão .²

Mas existe outra terapia holística que será abordada e estudada por este trabalho, que é a argiloterapia, suas aplicações, composições e resultados.²

Muitos ainda se perguntam quais são os objetivos e as funções da argila; mais do que um barro ou areia ela é um santo remédio! Na biodiversidade brasileira podemos encontrar oito tipos de argilas, são elas, para uso terapêutico, estético e medicinal.²

As argilas são rochas sedimentares compostas de grãos muito finos de silicatos de alumínio, associados a óxidos que lhes dão tonalidades diversas. Embebidas em água, formam uma pasta mais ou menos plástica (barro), que pode ser moldada. Divide-se em dois tipos: argilas primárias, originadas da decomposição do solo por ações físico-químicas do ambiente natural, através dos anos, apresentando-se normalmente na forma de pó; argilas secundárias, decorrentes da sedimentação de partículas transportadas através das chuvas e dos ventos, que se apresentam na forma pastosa ou de lama (argila mais água).³

A argila possui três propriedades fundamentais:

1-Absorção: a principal propriedade que lhe atribui a propriedade da maleabilidade; quando se mistura argila com água obtém-se uma pasta eficaz no tratamento de inflamações, edemas e inchaços.

2 – Liberação: a argila tem facilidade para liberar elementos que fazem parte de sua constituição (ativos), sendo muito importante pelo seu efeito protetor e absorvedor de toxinas em vários órgãos, principalmente a pele e mucosas. ³

3 – Adsorção: um processo físico-químico pela qual as argilas deixam passar moléculas, elementos gasosos e partículas microscópicas do meio ambiente e bactérias com o intuito de deslizaram para o interior da pele. Esse poder é muito grande e quase irreversível, tornando-se assim, muito útil na fixação de toxinas presentes no organismo para uma posterior eliminação das mesmas. Acredita-se que suas propriedades normalizadoras devem-se às trocas energéticas, iônicas e radiônicas, exercidas pelos elétrons livres .³
existentes nos minerais de sua composição, tais como: manganês, magnésio, alumínio, ferro, sílica, titânio, cobre, zinco, cálcio, fósforo, potássio, boro, selênio, lítio, níquel, sódio e outros. Outro aspecto interessante é que a argila possui uma inteligência ao trabalho que vai se realizar, seja ele sedar, tonificar estimular ou absorver, além de potencializar o sistema imunológico, e não ser toxina.³

A argila também possui tipos, classificados por sua coloração e aplicação devido sua cor e composição química como:

1 – Argila Amarela:
A Argila Amarela é rica em Dióxido de Silício e Silício que é o elemento catalisador para formação da base de colágeno da pele, por isso é indicada para rejuvenescimento e tratamentos cosméticos. Tem alta capacidade de troca de cátions e anions. Combate e retarda o envelhecimento cutâneo, nutre com seus sais minerais necessários para um tecido mais rígido e saudável sem deixá-lo ressecado. Tem ótimo efeito tensor e melhora a circulação sanguínea. Rica em Dióxido de Silício que tem papel fundamental na reconstituição dos tecidos cutâneos e na defesa do tecido conjuntivo. Tem ação hemostática, purificante, adstringente e remineralizante. Tem efeito hidratante na pele e reduz as inflamações. Também tem ação na elasticidade da pele atuando na flacidez cutânea. ³

2 – Argila Branca:
A Argila Branca ou Caulim é uma argila primária composta de silicato de alumínio hidratado resultante da alteração de rochas lavadas pela chuva. Possui um pH muito próximo da pele e seus principais benefícios são: clarear, absorver oleosidade sem desidratar, suavizar, cicatrizar e catalisar reações metabólicas do organismo. É indicada para o tratamento de manchas, peles sensíveis e delicadas. É a mais leve de todas, possui propriedades cicatrizantes, devido à elevada porcentagem de alumínio presente em sua composição. É a menos absorvente sendo indicada para produtos para peles sensíveis e também usados em máscaras faciais, loções e xampus para cabelos secos. A Argila Branca contém diversos oligoelementos, entre os minerais encontrados destacam-se os de silício (na pele é um componente dos aminoácidos na proteína da pele), reduz as inflamações, tem ação purificante, adstringente e remineralizante, efeito anti-séptico, cicatrizante.³

3 – Argila Cinza:
A Argila Cinza, Wilkinita ou Bentonita – Contém aproximadamente 60% de sílica, o que faz com que tenha grande afinidade com a água, sendo muito eficaz para inchaços e edemas. Tem pH mais alcalino, é antiedematosa, secativa e absorvente. É indicada para peles oleosas, manchadas, edemaciadas.³

4 – Argila Cinza:
Aplicações: varizes, contusões, feridas, luxações, tromboses e congestão venosa e arterial que altera a coloração da pele. É reguladora da seborréia capilar, absorve a irradiação solar, devido ao titânio presente. É clareadora e levemente esfoliativa.³
5 – Argila Marrom:
A Argila Marrom possui baixo percentual de ferro e elevado teor de silício, alumínio e titânio e outros oligoelementos. Resulta em efeito ativador da circulação, além de contribuir com um efeito equilibrador e revitalizador celular. É uma argila rara, devido sua pureza. É eficaz contra a acne e espinha e tem efeito rejuvenescedor do tecido. O Alumínio atua contra a falta de tonicidade, tem ação cicatrizante e inibe o desenvolvimento de estafilococo áureo em cultura. O Silício tem papel fundamental na reconstituição dos tecidos cutâneos e na defesa do tecido conjuntivo. Tem ação hemostática, purificante, adstringente e remineralizante. Tem efeito hidratante na pele e reduz as inflamações. Também tem ação na elasticidade da pele atuando em flacidez cutânea.³

6 – Argila Preta:
A Argila Preta ou Lama Negra é considerada um material muito nobre. Raramente encontrada tão pura. Este material é retirado de uma profundidade maior que 4 metros. Devido ao alto teor de Alumínio e Silício e baixo percentual de ferro, pode ser usado tanto para cosmética como para tratamento de doenças. Seu teor de Titânio agrupado com elevados percentuais de Alumínio e Silício indica um material com excelente agente rejuvenescedor. Tem ação antiinflamatória, anti-artrósica, absorvente, antitumoral e anti-stress. Melhora a circulação sangüínea periférica favorecendo a reprodução celular. Argila secundária de composição rica e diferenciada em sais minerais e oligoelementos muito importantes para o metabolismo da pele. São eles: silicato de alumínio e de magnésio, carbonato de cálcio e de magnésio, óxido de silício, de zinco e de ferro, enxofre. Tem atividade estimulante, antitóxica, nutriente (oligoelementos), anti-séptica, redutora e adstringente. É mais indicada para tratamentos corporais, pois ativa a microcirculação sangüínea.³

7 – Argila Rosa:
Ideal para peles cansadas e sem viço. Vitaliza a pele, devolve a luminosidade natural da pele, aumenta a circulação, absorve toxinas e hidrata a pele. A Argila Rosa é a mais suave de todas as Argilas. É a mistura da Argila Branca com a Vermelha. É indicada para peles sensíveis, delicadas, com vasinhos e rosácea, pois possui ação desinfetante, suavizante e emoliente. Tem propriedades cicatrizantes e suavizantes. Por ser extremamente suave pode ser usada todos os dias sem ressecar a pele, é recomendada para peles desidratadas e delicadas. Auxilia na queima e na drenagem de celulite e gorduras localizadas. A Argila Rosa além dos benefícios da Argila Branca possui grande poder tensor indicada nos tratamentos de flacidez tissular, combate à desestruturação do tecido conjuntivo devido aos sinais de envelhecimento, reidrata a pele, combate os radicais livres.³

8 – Argila Verde:
A Argila Verde ou Montemolinorita – De origem francesa, sua coloração deve-se à presença de óxido de ferro associado ao magnésio, cálcio, potássio, manganês, fósforo, zinco, alumínio, silício, cobre, selênio, cobalto e molibdênio. De pH neutro, possui ação absorvente, combate edemas, é secativa, emoliente, anti-séptica, bactericida, analgésica e cicatrizante, indicada para as peles oleosas e acnéicas e em produtos para cabelos oleosos. Desinfiltra o interstício celular, esfoliante suave, promove a desintoxicação e regula a produção sebácea. ³

9 – Argila Vermelha:
A Argila Vermelha é uma Argila Secundária porosa, pouco densa, rica em óxido de ferro e cobre. Hidrata e previne o envelhecimento da pele. É antiestressante, redutora de pesos e medidas. O Óxido de Ferro tem papel importante na respiração celular e na transferência de elétrons. Na pele, as carências deste elemento manifestam-se por uma epiderme fina, seca e com falta de elasticidade.³

Por serem produtos puros, as argilas não degradam o meio ambiente. São usadas tanto em estética quanto em terapias; é fundamental que as conheçamos, pois os tratamentos ficarão mais profundos e potencializados, e haverá um melhor custo benefício o que é fundamental. Nas próximas matérias mostrarei como usá-las nas mais diversas formas.³

METODOLOGIA

Foram usados para este trabalho 3 artigos relacionados com o uso da argila e seus benefícios e sobre o idoso. Foram excluídos os artigos em que a argila não era usada para fins terapêuticos e o tema sobre idosos fugia ao centro da pesquisa. A intervenção foi realizada no ambiente domiciliar com 3 pessoas,no horário da tarde das 15h ás 16h, três dias na semana, sendo alternados. Utilizando uma maca, argila cinza em pó com água morna e gase, para as práticas anti-inflamativas e argila em pasta para as atividades lúdicas e corporais. Sendo uma pessoas na terapêutica e quatro nas atividades extras.
A maneira em que era feito o cataplasma terapêutico era dissolver a argila na água morna até virar uma pasta grossa, colocar-la na gase e sobrepor no local da queixa álgica e as atividades corporais eram feitas bonecos de argila expressando os sentimentos de tempo presente dos pacientes e bonecos com os movimentos de um exercício físico em que foi ensinado e praticado sempre após a terapêutica de tratamento.

DISCUSSÃO

Este trabalho sobre argiloterapia em idosos começou com o interesse pelo sofrimento dos nossos senhores com as dores no corpo que convivem junto com eles todos os dias, visto que a terceira idade atualmente é visto como uma época de propriedades e vantagens.
No Brasil a população idosa atingirá cerca de 15%, aproximadamente 30 milhões de pessoas, no ano de 2025. Este fato ocorrerá principalmente pela redução da taxa de mortalidade infantil e na taxa de fecundidade, e aumento na expectativa de vida.¹
O envelhecimento é um processo natural e irreversível que atingirá cerca de 15% da população brasileira no ano de 2025. Com este processo ocorrem complicações funcionais e fisiológicas que predispõe a morbidades, interferindo na qualidade de vida dessas pessoas. O envelhecimento e o tempo estão estreitamente associados, tendo em vista suas alterações, sejam elas: físicas, psíquicas ou emocionais.¹
E se envelhecer é algo inevitável para a maioria da população, por quê não envelhecer com segurança e o mais importante sem as dores da velhice?
Sabemos que envelhecer com saúde é privilégio de poucos, alguns tem a sorte de possuírem um pedaço de terra e planta e colher para sobreviver e com isso escaparam das toxinas alarmantes aplicadas nos alimentos em que compramos nos supermercados. Outros tem um poder aquisitivo melhor, conseguem pagar um plano de saúde, onde com mais de 40 anos para eles é risco maior de gastos e por tanto as parcelas em seus boletos são muito caras, imagine quem nem tem nem um nem outra opição, que depende do nosso sistema único de saúde, o famoso e precário SUS, tendo que esperar longas filas para pegar uma ficha quem nem mesmo lhe da a garantia que daqui a uns 3 meses o médico do dia e hora marcada irá estar lá esperando.
Com todos esses problemas temos que para , refletir e encontrar soluções em que agradem a todos, não só agradar mas que todos tenha acesso, com maior facilidade e menor custo e que claro tenha resultados esperados, se não muito perto do objetivo.
Por todos os motivos citados anteriormente, a escolha da argila combina perfeitamente com todos os quesitos, custo barato, eficiência, alívio e conforto, pois não precisa ir a nenhum consultório, ou enfrentar filas sem fim e pegar senhas, nem precisa economizar meses sofrendo com suas dores, pois é um produto natural e que está ao alcance de todos, sem diferença de nível social.
O interessante da argila é que uma história em meio a guerra, em que um grupo de refugiados da guerra estavam para ser vítimas de um doença que estava rodeando e sendo letal na base e em toda cidade ao redor e um refugiado muito curioso e conhecedor do mundo a fora, como tenha e experiências em medicina foi convocado para ficar na parte de enfermagem e por intuição ele colocou em todos os copos de água em que ele dava um pouco de argila e os resultados foram extraordinários, nenhum dos cuidados por ele morreu com a diarréia letal.³
Conhecemos a argila atualmente para tratamentos estéticos, pela hidratação, resultados com acne e outros, mas sem muitas explicações.
Então foi usado os benefícios comprovados da argila na melhora das dores corporais da velhice, causadas pela artrose, artrite, rigidez dentre outras causas.
Foram convidadas três senhorinhas, com idade média entre 57 anos a 80 anos, 3 vezes na semana, com duração de 1 h, basicamente entre 15 horas ás 16 horas.
Os materiais foram simples como foi proposto acima, argila cinza, uma maca, água, gase e todas as sessões foram realizadas no ambiente domiciliar das mesmas.

CONCLUSÃO

Conclui – se que esse tratamento proposto é bastante eficaz, relatado pelas senhoras e aprovados também por elas.
As dores melhoram muito, que até as senhoras relataram sentir falta, pois era algo que acompanhavam elas todos os dias e noites , que tímidamente foi diminuindo e agora elas já fazem sozinha o tratamento , seguindo todos os passos feito com elas. Além de aproveitarem a argila para fazer bonequinhos decorativos auxiliando nas atividades lúdicas dela para melhorar o humor e atenção perdidos por remédios fortes e falta de paciência devido ao encomodo que sentinham antes.

REFERÊNCIAS

Virgínio, Flávio Bernardo ; Envelhecimento aspectos gerais (2009)

Molares, Débora Monteiro ;Psicoterapia Holística (2006)

www.portaleducação.com.br ; Argiloterapia (2010)

APÊNDICE A

TERMO DE CONCENTIMENTO

Você está sendo convidado (a) como voluntário (a) a participar da pesquisa “ARGILOTERAPIA EM IDOSOS”.
Temos consciência de que este programa poderá trazer benefícios a saúde dos participantes, melhorando no desempenho no trabalho e na prevenção de dores futuras.
O objetivo da pesquisa é fazer um tratamento com produto 100% natural ,a argila em seu ambiente doméstico.
Os procedimentos de coleta de dados serão da seguinte forma: questionário, análise do mobiliário e equipamentos, entrevistas e presença por alguns dias.
Não existe riscos, pode haver um certo desconforto na presença de pessoas estranhas, tendo em vista que os benefícios a saúde são maiores.
Teremos uma forma de acompanhamento de 2 á 3 dias na semana ,com duração máxima de 1 hora, com visitas com aviso antecipado.
Garantimos os esclarecimentos a cada duvida que poderá surgir,total confidencia ,a não ser que autorize, sendo livre a recusa ou interrupição do trabalho.
Uma cópia deste consentimento informado será arquivada no Curso de Fisioterapia da Faculdade de Sergipe (FASE) e outra oferecida a você.
Eu,_______________________________________ fui informada (o) dos objetivos da pesquisa acima de maneira clara e detalhada e esclareci minhas dúvidas. Sei que em qualquer momento poderei solicitar novas informações e motivar minha decisão se assim o desejar. O (a) professor(a) orientador(a) ___________________________ e o(a) professor(a) co-orientador(a) _________________________________certificaram-me de que todos os dados desta pesquisa serão confidenciais.
Também sei que caso existam gastos adicionais, estes serão absorvidos pelo orçamento da pesquisa. Em caso de dúvidas poderei chamar a estudante ______________________________________ o (a) professor(a) orientador (a) _________________________________________ ou o (a) professor(a) coorientador (
a) ____________________________no telefone (__) ________ ________.
Declaro que concordo em participar desse estudo. Recebi uma cópia deste termo de consentimento livre e esclarecido e me foi dada a oportunidade de ler e esclarecer as minhas dúvidas.

_______________________________________________________________
Nome Assinatura do Participante Data

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Nome Assinatura do Pesquisador Data
____________________________________________________________________
Nome Assinatura da Testemunha Data

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

2 comentários em “ARGILOTERAPIA NA IDADE ADULTA”

  1. Maria Goretti Coekho

    Adorei o
    Estou pesquisando temas e artigos relacionados a tratamentos de dores em gerak com argila em idosos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.