Aparelho permite que paraplégicos caminhem longas distâncias

Um dispositivo criado por israelenses permitiu que uma paraplégica britânica pudesse caminhar todo o percurso da Maratona de Londres de 2012 – cerca de 26,2 milhas (42 quilômetros). Claire Lomas, 32, que ficou paraplégica depois de um acidente de equitação, levou 16 dias para percorrer a linha de chegada com a ajuda do aparelho ReWalk, um exoesqueleto inventado pelo dr. Amit Goffer. Trata-se do primeiro aparelho comercialmente disponível com tecnologia que permite pessoas paraplégicas caminhar em longas distâncias.

O dispositivo metálico tem um motor com uma matriz de sensores, integrados a um sistema controlado por computador e com baterias recarregáveis. Algoritmos sofisticados analisam os movimentos do corpo, que então estimulam padrões de marcha.

“Foi a primeira vez que o ReWalk foi usado para tamanha distância e no âmbito de uma maratona”, diz Oren Tamari, CEO da Argo Medical Technologies. “Para nós é uma validação do conceito e do projeto”, diz ele. Claire disse que levou algum tempo para se adaptar ao aparelho. “É tudo uma questão de confiar em seus pés, embora eu não os sinta”, disse.

Mais informações através do link:
http://israel21c.org/social-action-2/rewalking-her-way-to-the-finish-line/

Informações:
Assessoria de imprensa do Centro de Mídia Brasil-Israel (Cembri)
Ex-Libris Comunicação Integrada
Cristina Freitas (21) 2204-3230/ 9431-0001 – cristina@libris.com.br
Tayza Ribeiro (21) 2269-9669/ 8710-2744 – tayza@libris.com.br

1 comentário em “Aparelho permite que paraplégicos caminhem longas distâncias”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.