Alguns Questionamentos sobre a Fisioterapia Respiratória Pediátrica

Atualmente observa-se um aumento na incidência de enfermidades respiratórias infantis, sejam elas de origem viral ou bacteriana e outra parte em conjunto a fatores ambientais em associação aos hábitos de vida, uma vez que, crianças apresentam particularidades em seu sistema respiratório quando comparada ao adulto, sendo mais susceptíveis a bronquiolites e pneumonias.

Assim, diversas doenças são responsáveis pelo acúmulo de secreções, sendo necessário a intervenção da Fisioterapia Respiratória, desde de uma avaliação funcional do sistema respiratório da criança até o planejamento e execução de um programa de reabilitação individualizado e de qualidade, no qual o objetivo principal será a higiene brônquica e  expansão pulmonar.

A FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA PODE AUXILIAR NO USO DE MEDICAMENTOS INALATÓRIOS NAS CRIANÇAS”?

RESPOSTA: SIM, uma vez que os medicamentos são administrados via respiração (conhecida como Terapia Inalatória), são comumente utilizados em crianças com problemas respiratórios, sendo proposta essa forma de aplicação devido ao seu efeito direto no pulmão e redução do efeito sistêmico do medicamento, sendo que a inalação ou nebulização é mais eficaz quando realizada pela boca, uma vez que, quanto maior o volume de ar inspirado, maior será a quantidade de medicamento ofertado aos pulmões. Em função disso, o Fisioterapeuta Respiratório Pediátrico exerce papel fundamental para potencializar a ação do medicamento inalado, através de exercícios respiratórios específicos que favorecem o aumento do volume inspirado.

” QUAIS SERÃO AS CRIANÇAS BENEFICIADAS PELA FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA” ?

RESPOSTA: Hoje existem várias áreas contempladas dentro de um novo modelo de promoção  a saúde, uma vez que, o fisioterapeuta atua na prevenção e tratamento das doenças respiratórias em crianças com doenças agudas e crônicas como: Asma, Bronquite, Pneumonias, Rinites, Sinusite, Fibrose Cística, Doenças Neuromusculares, Síndromes Genéticas dentre outras, ou mesmo em crianças que respiram de forma incorreta conhecida como Respiradores Orais.

 

 É FUNDAMENTAL LEMBRAR QUE QUANTO MAIS PRECOCE AS CRIANÇAS INICIAREM O TRATAMENTO COM O FISIOTERAPEUTA MELHOR E MAIS RÁPIDO SERÃO OBSERVADOS OS RESULTADOS DESEJADOS.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.