Água dos milagres’ têm efeitos milagrosos, segundo fisioterapeuta

Fonte: www.jcorreiodopovo.com.br

A saúde tem sido cada vez mais um motivo de preocupação entre as pessoas. São diversas as formas buscadas para ter uma boa saúde e claro, um corpo bonito.

Um receita que tem ganhado um grande destaque entre pessoas do Brasil à fora é a da água milagrosa ou água dos milagres.

De acordo com a fisioterapeuta Rhayine Sultane, o principal objetivo dessa receita é a desintoxicar o corpo. No entanto, como consequência dessa desintoxicação, outros resultados positivos aparecem, como a perda de peso, de gordura localizada, pele mais bonita, entre outros.

“Normalmente essa receita indico para pacientes que fazem o tratamento de lipoescultura gessada para otimizar ainda mais o processo de desintoxicação do organismo”, complementa Rhayine.

 A receita

A receita, segundo ela, possui três ingredientes básicos, além da água, que deveriam ser consumidas no dia a dia e que nesse caso, são ingeridas de uma única vez: bicarbonato de sódio, sal rosa do Himalaia e cloreto de magnésio.

A receita deve ser ingerida diariamente, no entanto, a fisioterapeuta recomenda que seja de 1 a 2 xícaras por dia, pois caso contrário, ao invés de eliminar, irá reter líquido. E ela garante que não tem nenhum risco.

De acordo com Rhayine, a água dos milagres contribui para a correção das moléculas. “A partir do momento que consegue corrigir o que está de errado por dentro do organismo, o resultado acaba refletindo na parte externa do corpo, com eliminação de celulites, gordura localizada, entre outros”, garante a fisioterapeuta.

 Benefícios dos ingredientes

O bicarbonato, segundo a fisioterapeuta, atua na eliminação de bactérias do corpo, principalmente no intestino. “Se a pessoa tem intestino preso, a quantidade de bactérias é maior”, conta Rhayine.

O sal do himalaia possui fator desintoxicante, atua na medida que o corpo absorve os minerais saudáveis, além de conter vários nutrientes como zinco e magnésio e o sódio em menor quantidade.

A fisioterapeuta completa que o efeito do sal rosa é muito importante fisiologicamente, porque além de ajudar a manter a umidade celular, contribui na eliminação de sódio em excesso.

O cloreto de magnésio, por sua vez, traz benefícios tanto do cloreto, quando do magnésio.

O cloreto, conforme Rhayine, é necessário para a produção do suco gástrico, na parte de digestão dos nutrientes e o magnésio além de vários fatores importantes ele atua na produção de ATP (células de energia para o corpo) e ainda beneficia o intestino, o fígado, rim e outros órgãos.

Receita

Ingredientes

1 colher rasa de Cloreto de magnésio

1 colher rasa de Bicarbonato de sódio

1 colher rasa de sal rosa do Imalaia

2 litros de água.

 Como fazer

Basta misturar tudo, agitar e é só consumir.

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.