Adolescentes confessam execução de fisioterapeuta no RS, diz polícia.

Dois adolescentes, de 17 e 14 anos, teriam confessado o assassinato do fisioterapeuta encontrado morto na madrugada deste sábado (24) em Viamão, na Região Metropolitana, após um sequestro-relâmpago iniciado em Porto Alegre. A crueldade do crime impressionou até a polícia, como mostra a reportagem do RBS Notícias.

Rodrigo Schmidt da Rosa, de 32 anos, deixou a mulher na rodoviária na manhã de sexta-feira (23) e instantes depois foi abordado pelos menores. O sequestro durou três horas. Rodrigo foi obrigado a sacar R$ 1,5 mil em vários caixas eletrônicos e depois foi morto.

O corpo dele foi deixado às margens da ERS-118, em Viamão. Depois de uma denúncia de que um menino dirigia um carro roubado na madrugada deste sábado, a polícia apreendeu os dois adolescentes, que moram em Alvorada, e encontrou o corpo de Rodrigo. Eles confessaram o crime e disseram que mataram o fisioterapeuta porque ele poderia reconhecê-los.

“É muito triste essa realidade, a brutalidade que aconteceu. Esse crime foi muito cruel, eles dispararam cinco tiros contra a vitima”, comenta a delegada Sônia Patel, acrescentando que um dos adolescentes já tinha antecedentes policiais. “Um deles tem passagem de receptação, o outro não”.

Os dois adolescentes foram levados para o Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca), em Porto Alegre, porque o crime começou na capital quando a dupla abordou a vitima perto da rodoviária. De lá, seriam encaminhados para audiência e provavelmente seriam internado na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase).

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.