5 terapias alternativas usadas por fisioterapeutas que ajudam a aliviar dor nas costas

Fonte: http://www.msn.com/pt-br/saude/saude/5-terapias-alternativas-que-ajudam-a-aliviar-dor-nas-costas/ss-BBewgzD?ocid=SMSDHP#image=1

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% da população mundial terá um episódio de dor nas costas ao menos uma vez na vida. As razões para desenvolver esse incômodo são muitas, como traumas, má postura, inflamações na coluna entre outras. E, muitas vezes, o tratamento da dor é baseado em atividade física, realinhamento postural e até mesmo com o uso de alguns medicamentos. Mas a boa notícia é que também é possível reduzir a dor nas costas com algumas terapias alternativas (e eficazes!).

A mais conhecida destas terapias talvez seja a acupuntura, que pode trazer inúmeras vantagens no tratamento para alívio de dores nas costas. A prática tem origem na medicina tradicional chinesa e introduz agulhas em pontos específicos do corpo que concentram terminações nervosas, ou seja, em pontos sensíveis. Dessa forma, o corpo reconhecerá as agulhas como microlesões e trabalhará para repará-las, o que causa mais irrigação sanguínea na região agulhada. Em seguida, o cérebro libera substâncias responsáveis por sensações de relaxamento, como serotonina ou endorfina, para equilibrar o funcionamento do corpo.

Por aliviar a ansiedade e a dor, a acupuntura é amplamente utilizada também na TPM (tensão pré-menstrual), em quadros de depressão (complementando o tratamento medicamentoso) e em procedimentos de fertilização in vitro, por exemplo. Sem contar nos casos de alívio de dores e tensões musculares.

Já o shiatsu é parecido com a acupuntura, só que não utiliza agulhas. Originada no Japão, a terapia usa os meridianos [canais de energia] pressionando essas regiões com os dedos, com o objetivo de aliviar as dores e as tensões nos músculos. Outra prática mais conhecida é a ioga. “Ela desenvolve o tônus muscular, alonga a musculatura, dá agilidade, além de ampliar a capacidade pulmonar e fortalecer o sistema cardiovascular”.

O Pilates também é outra escolha que pode auxiliar no tratamento de dores nas costas. “O pilates aumenta o equilíbrio do tronco e melhora a postura. Se a pessoa apresenta dores na coluna, o método ajuda porque fortalece os músculos que estabilizam a coluna”, explica a PhD em Fisioterapia Eliane Coutinho, membro da Pilates Method Alliance (PMA) nos Estados Unidos. Ela, atualmente, desenvolve também uma pesquisa de pós-doutorado em “Método Pilates” na Universidade de São Paulo (USP).

De todas as terapias listadas, o Reiki, criado no Japão na década de 1920, se diferencia porque não utiliza força física. A ideia, nessa prática é que a energia que “sai” das mãos do terapeuta reikiano trabalhe os pontos que o paciente está precisando. Segundo os reikianos, essa energia limpa e reativa as células, dissolvendo bloqueios energéticos no corpo. Para quem sente dores nas costas, por exemplo, a imposição das mãos do terapeuta pode aliviar os incômodos.

Quer conhecer melhor cada uma das terapias alternativas que selecionamos para você?

Obs: Serão oferecidos cursos de todas estas técnicas na FisioBúzios (www.fisiobuzios.com.br). Se você quiser aprender qualquer uma, faça sua matrícula e seja bem-vindo(a).

Acupuntura

ACUPUNTURA

Essa terapia milenar chinesa contribui de forma importante no alívio de dores de diferentes etiologias [causas] como a lombalgia, dores na cervical, enxaquecas, cólica menstrual, fibromialgias, entre outras.

O que diz a ciência: um estudo publicado em setembro de 2012, no Archives of Internal Medicine, periódico da Associação Médica Americana, reforça essa afirmação. A pesquisa analisou 29 estudos clínicos realizados com 17.992 pacientes dos Estados Unidos, Grã-Bretanha, Espanha, Alemanha e Suécia. O resultado revelou que os pacientes que receberam a acupuntura apresentaram menos dor nos casos crônicos de lombalgia e cefaleia [dor de cabeça] do que as pessoas tratadas com a acupuntura simulada, ou seja, apenas agulhas introduzidas na pele, mas não nos pontos específicos. (este curso é oferecido pela ABACO www.abacocba.org.br)

Yoga

IOGA

“A prática da ioga reduz o estresse do dia a dia, aperfeiçoa a postura, melhora a circulação, aumenta a resistência física, o equilíbrio e a consciência corporal. Mas os efeitos dependem da regularidade de quem pratica. As posições podem ser realizadas uma vez por semana, mas a pessoa perceberá melhor resultado se praticar, no mínimo, três vezes por semana”, explica a professora de Yoga Integral, Wal Nunes.

O que diz a ciência: um estudo realizado em 2013 por pesquisadores da Boston University School of Medicine (BUSM) confirma que fazer aulas de ioga uma vez por semana ameniza dores na lombar e reduz a necessidade de analgésicos. Os 95 pacientes com dor lombar moderada ou severa participantes do levantamento foram divididos em dois grupos: um fazia ioga uma vez por semana e outro, duas. Os resultados foram os mesmos para ambos os grupos.

Pilates

PILATES

A prática do Pilates tonifica os músculos dos membros superiores e de todo o corpo. “O praticante adquire uma postura mais imponente e elegante por conta da ativação especifica dessas regiões, deixando a postura mais longilínea e inibindo a postura curvada e deselegante”, explica a PhD em Fisioterapia, Eliane Coutinho, que também é membro da Pilates Method Alliance (PMA) nos Estados Unidos. Atualmente, ela desenvolve pesquisa de pós-doutorado em “Método Pilates” na Universidade de São Paulo (USP). (este curso é oferecido pela d&d Pilates www.dedpilates.com.br)

Shiatsu

SHIATSU

Originada no Japão, a terapia usa os meridianos ou canais de energia e aplica pressão dos dedos em partes específicas do corpo com o objetivo de aliviar dores e tensões musculares. Além disso, promove o relaxamento e gera sensação de bem-estar geral.

O que diz a ciência: um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) mostrou que o shiatsu foi responsável pelo alívio das dores de um grupo de pacientes com fibromialgia (caracterizada por dores crônicas em diversas partes do corpo). Dois grupos foram acompanhados: 17 pessoas participaram de sessões de shiatsu de 50 minutos; e 17 não receberam a técnica, mas, sim, uma cartilha com orientações educativas sobre a fibromialgia.

Após oito semanas, 29% dos participantes que receberam a técnica disseram que a fibromialgia ainda tinha um forte impacto em seu cotidiano, só que antes do estudo e da aplicação do shiatsu isso chegava a 70%.Já no grupo que não recebeu shiatsu, essa variação é menor: 64% no início e 59% após as oito semanas. Além do alívio das dores, houve ainda melhora da qualidade do sono e da vida das pessoas avaliadas, bem como da sensação de equilíbrio.LEIA TAMBÉM: Clamídia pode levar à infertilidade feminina. (este curso é oferecido pela ABACO www.abacocba.org.br)

Reiki

REIKI

De todas as terapias listadas, o reiki, criado no Japão na década de 1920, se diferencia porque não utiliza nenhuma força. É uma energia vital que sai das mãos do terapeuta reikiano e energiza o ponto em que o paciente está precisando. Segundo os reikianos, essa energia limpa e reativa as células, dissolvendo bloqueios energéticos no corpo. Para quem sente dores nas costas, por exemplo, a imposição das mãos do terapeuta pode aliviar os males.

O que diz a ciência: no Brasil, um estudo do Instituto de Medicina Comportamental da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), mostrou que a prática do reiki pode melhorar a qualidade de vida e reduzir o estresse em idosos. Foram analisadas 44 pessoas dessa faixa etária que, após oito semanas de tratamento com reiki, tiveram melhorias na tensão muscular e reduziram o nível de ansiedade.

 

 

 

 

 

 

 

 

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

1 comentário em “5 terapias alternativas usadas por fisioterapeutas que ajudam a aliviar dor nas costas”

  1. A RPG é uma das técnicas de maior resultado e não foi citada no artigo. Outros tratamentos que nem são comprovados cientificamente o foram… Imperdoável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.