Dr. Leonardo Brito de Oliveira

Leonardo Brito de Oliveira | lbritofisio@yahoo.com.br
Sou Fisioterapeuta e conhecido como Léo Brito. Possuo especializações em Terapia Manual, Acupuntura e Saúde da Família (UFF). Atualmente ocupo o cargo de Vice-Presidente da Associação dos Fisioterapeutas do Estado do Rio de Janeiro (AFERJ), Diretor-Tesoureiro da Associação Brasileira de Fisioterapia em Práticas Integrativas e Complementares (ABPIC) e Coordenador da Pós-graduação em Acupuntura da Faculdade Bezerra de Araújo (Zona Oeste RJ). Atuo em meu consultório em Niterói-RJ há 13 anos nas seguintes áreas: Pilates Fisioterapêutico, Acupuntura, Ortopedia e Desportiva, Terapia Manual e Disfunções Temporomandibulares.
Preocupado com as questões profissionais da categoria tenho participado, desde de 2013, ativamente com outros colegas na melhoria do cenário profissional e acadêmico da Fisioterapia no Estado do Rio de Janeiro.

Qual ano e em qual faculdade que se formou?
Me formei em 2004 no Centro Universitário Plínio Leite (UNIPLI) em Niterói-RJ

Porque escolheu sua área de atuação? (Pergunta da leitora Karolyne Melo)
Prestei vestibular em 1999 para duas áreas distintas, Engenharia Química e Fisioterapia. Acredito que na época escolhi a Fisioterapia por ver na mídia a atuação na área esportiva. Costumo dizer que foi o destino que me fez escolher a Fisioterapia. De repente não seria tão realizado na Engenharia Química como sou na Fisioterapia. Agradeço ao destino! rsss Ao ingressar na faculdade passei a me apaixonar pela Fisioterapia.

Qual foi a melhor coisa que fez na vida?
Não é o que eu fiz na vida, e sim o que faço, que é Recuperar meus pacientes e proporcionar uma melhor qualidade de vida para todos eles. Costumo também dar oportunidades a recém formados para que esses consigam ingressar no mercado de trabalho.

Qual foi a pior coisa que fez na vida?
Sem dúvidas é não conseguir, às vezes,um prognóstico favorável para os nossos pacientes.

Que qualidade mais admira nos profissionais que te cercam?
Tenho muitos amigos na Fisioterapia, muitos foram até meus professores. Sem dúvidas o que eu mais admiro é o caráter, a ética, a vontade de vencer e de crescer com a Fisioterapia.

Que qualidade mais detesta nos profissionais que te cercam?
O que mais detesto é a falta de ética, de profissionalismo, a falta de seriedade de classe. Vejo muitos colegas reclamarem e não fazerem nada para mudar o cenário da Fisioterapia. Quando promovemos eventos científicos, pelas entidades de classe, ainda observamos um público muito reduzido de colegas e acadêmicos. Muitos não se interessam em se manter atualizados. Isso é lamentável.

O que você mais gosta na profissão?
Ser Fisioterapeuta

O que você odeia na profissão?
O não ser Fisioterapeuta e o ego

Qual seu maior arrependimento?
Na Fisioterapia não tenho. Tudo que construir devo a Fisioterapia.

Se pudesse mudar algo, o que seria?
A seriedade de Classe. Precisamos melhorar isso bastante.

Qual seu pior defeito?
Difícil falarmos dos nossos defeitos. rsss Sou chato pra caramba com horário.Não gosto de atrasos, sou perfeccionista, ansioso. As vezes tenho que controlar a ansiedade para não interferir nos atendimentos de meus pacientes

Qual maior mentira já contou?
Detesto mentira.

Qual fato foi mais inusitado em sua carreira?
Prefiro não contar. rsss

Que talento mais gostaria de ter?
Ser CDF. rsss

Qual dica daria aos colegas?
Sonhos não tem pernas, mas nós temos. Corra atrás deles. Na Fisioterapia nada é fácil, insista que chegará aonde almeja.

Qual seu maior sonho?
Não é um sonho, mas uma realização profissional. Ser docente de graduação. Acredito que tenho muito que contribuir na formação básica da Fisioterapia. De Pós-Graduação já tenho essa realização.

Qual seu maior pesadelo?
A falta de ética de alguns colegas.

Qual objeto de desejo?
Ver uma Fisioterapia reconhecida, unida e fortalecida

Qual sua aquisição mais recente?
Ser convidado para das aulas em Programas de Pós Graduação em Fisioterapia.

Se não fosse fisioterapeuta gostaria de ser o que?
Não me vejo em outra profissão

E qual profissão jamais queria ter?
Como falei, não me vejo fora da Fisioterapia. Então nem sei dizer. Mas se não gostamos do que fazemos não somos felizes.

Diga um desafio?
A nossa vida é um desafio constante. Devemos aproveitá-los de forma criativa e transforma-los em oportunidades.

Um livro?
Ultimamente tenho lido mais livro da área.
Mas deixo um livro que me ajudou bastante em uma situação anos atrás: Escolhas, da autora Marisa Renato Mello.

Qual colega você gostaria de ver na próxima entrevista e porque?
São tantos… Alguns grandes Fisioterapeutas que admiro já foram Gostaria de ver o Dr. Clailson Farias, o Dr. Jefferson Caldeira, o Dr. Francisco Salustiano, o Dr. Daciano Leonardo, o Dr. Mariel Patricio, Dr, André Jaña…

Quer fazer alguma divulgação?
Prefiro deixar uma mensagem: “O futuro de nossa profissão, exige do fisioterapeuta a ousadia para mudar a sua história” (Dr. Ruy Gallart Menezes).

lbritofisio@yahoo.com.br
21 998464202
Facebook: Léo Brito
Instagram: leo_britofisioterapia

Se desejar, use os botões abaixo para compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.